Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6785
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2012
metadata.dc.creator: SOUSA, Alda Emídia Barroso Pinheiro de
metadata.dc.contributor.advisor1: MARTINS, Luisa Caricio
Title: Soroepidemiologia da hepatite C em pacientes HIV/AIDS do serviço ambulatorial especializado do Programa DST/AIDS de Imperatriz-Maranhão
Citation: SOUSA, Alda Emídia Barroso Pinheiro de. Soroepidemiologia da hepatite C em pacientes HIV/AIDS do serviço ambulatorial especializado do Programa DST/AIDS de Imperatriz-Maranhão. 2012. 62 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: A coinfecção do vírus da hepatite C (HCV) em pessoas portadoras do vírus da imunodeficiência humana (HIV) é freqüentemente observada em virtude destes vírus apresentarem similaridade em suas rotas de transmissão, principalmente no que se refere à via parenteral. No Brasil, a prevalência depende da área geográfica considerada, variando de 8,9% a 54%. Nos coinfectados, a progressão da doença pelo HCV é usualmente mais agressiva e apresenta alto nível de viremia, como também, há um risco maior de associação do HCV com a cirrose hepática e/ou hepatocarcinoma. O objetivo do presente estudo foi estimar a prevalência de HCV e fatores de risco associados à coinfecção em pessoas soropositivas para HIV na cidade de Imperatriz Maranhão. Participaram 249 pacientes soropositivos para HIV atendidos no SAE do Programa Municipal de DST/AIDS de Imperatriz do Maranhão. Foi coletado de cada voluntário 10 mL de sangue periférico para realização do teste sorológico, onde foi realizada pesquisa de anticorpos IgG HCV específicos e testes de Biologia Molecular (RT-PCR) para pesquisa do RNA viral e genotipagem. Entre os pacientes observou-se similaridade entre a frequência dos gêneros, 49% masculino e 51% feminino, com média de idade de 40 anos. Foi observado que 98% possuem baixo nível de instrução e 63% possuem renda mensal de até um salário mínimo. A soroprevalência do anti-HCV foi de 2.4% (6/249). Na comparação dos fatores de risco pesquisados entre os pacientes reagentes e não reagentes na pesquisa sorológica de anticorpos HCV específicas demonstraram que a presença de tatuagens e piercing foi o único fator que se mostrou significantes, sendo mais frequente nos reagentes. Esse foi o primeiro estudo que investiga a coinfecção HIV e HCV na cidade de Imperatriz, Maranhão e a identificação de pacientes coinfectados foi de fundamental importância para o serviço que a partir de então irá realizar o acompanhamento destes pacientes.
Abstract: The co-infection of hepatitis C virus (HCV) in people with human immunodeficiency virus (HIV) is frequently observed because these viruses present in their similarity transmission routes, particularly in relation to the parenteral route. In Brazil, the frequency depends on the geographical area in question, ranging from 8.9% to 54%. In co-infected patients, the progression of HCV disease is usually more aggressive and has a high level of viremia, but there is an increased risk of association with HCV cirrhosis and / or liver cancer. The aim of this study was to estimate the prevalence of HCV and risk factors associated with coinfection in HIV-positive individuals in the city of Imperatriz Maranhão. Participants 249 HIV positive patients seen at the SAE Program Municipal STD / AIDS Imperatriz of Maranhão. Was collected from each volunteer 10 mL of peripheral blood for routine HIV testing, where research was done HCV IgG antibodies specific tests and Molecular Biology (RT-PCR) to investigate the viral RNA and genotyping. Among the patients there was similarity between the frequency of genera, 49% male and 51% female, mean age 40 years. It was observed that 98% have low literacy and 63% have an income of up to one minimum wage. The seroprevalence of anti-HCV was 2.4% (6/249). In comparing the risk factors studied among patients in the reactive and non reactive serologic test for HCV-specific antibodies demonstrated that the presence of tattoos and piercing was the only factor that was significant, being more frequent in the reactants. This was the first study that investigates the HIV and HCV coinfection in the city of Imperatriz, Maranhão and identification of coinfected patients was of fundamental importance for the service since then will follow up these patients.
Keywords: Vírus da hepatite C
AIDS (Doença)
HIV (Vírus)
Soroprevalência de HIV
Coinfecção
Imperatriz - MA
Maranhão - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_SoroepidemiologiaHepatiteCPacientes.pdf890,98 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons