Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6794
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 20-Dec-2012
metadata.dc.creator: FREITAS, Maria de Jesus Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor1: MARTINS, Luisa Caricio
Title: Pesquisa e genotipagem do vírus da hepatite C em portadores de doenças renais crônicas submetidos à hemodiálise
Citation: FREITAS, Maria de Jesus Rodrigues. Pesquisa e genotipagem do vírus da hepatite C em portadores de doenças renais crônicas submetidos à hemodiálise. 2012. 101 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: Pacientes com doença renal crônica tem alto risco de adquirir o vírus da hepatite C (VHC). A prevalência de hepatite C em unidades de hemodiálise é elevada. O estudo teve por objetivo avaliar a presença do VHC e seus diferentes genótipos em portadores de doença renal crônica que realizaram hemodiálise em Belém e região metropolitana, no Estado do Pará, Brasil, determinando a prevalência do vírus, genótipos e as características epidemiológicas dos portadores da doença renal crônica. Foi realizado um estudo transversal, em sete unidades de hemodiálise das cidades de Belém e região metropolitana, no período de outubro de 2011 a abril de 2012. Foi aplicado um questionário com dados sociais, epidemiológicos e sobre a presença de fatores de risco para hepatites virais. Material biológico foi coletado dos pacientes para os exames ELISA e PCR VHC. Os pacientes com presença de RNA viral foram avaliados quanto aos genótipos. A prevalência dos anticorpos para VHC entre os indivíduos estudados foi de 8,4%, enquanto 5,4% apresentaram RNA viral, com 0,1% entre os não reagentes. O genótipo 1 foi o mais prevalente, com 86,1%, seguido do tipo 2, com 11,6%. O tipo 3 teve somente 2,3%. A análise epidemiológica mostrou predomínio do sexo masculino, faixa etária de 49 anos, casados ou em união estável, com baixo nível de escolaridade e renda familiar de até 2 salários mínimos. A principal causa da doença renal crônica foi o diabetes mellitus (34,4%), seguida de glomerulonefrites (18,6%) e hipertensão arterial (17,1%). O tempo de hemodiálise foi significativamente importante fator de risco para aquisição do VHC (p=0,012), com a maioria dos portadores do VHC que adquiriram a doença durante hemodiálise estava acima de 5 anos de tratamento (p= 0,0001). Outro fator de risco associado ao VHC foi transplante de órgão prévio. Conclui-se que, em Belém e região metropolitana, a prevalência de VHC em hemodiálise foi elevada e o genótipo mais frequente é o mesmo da população geral no norte do Brasil.
Abstract: Patients with chronic kidney disease are at high risk of acquiring hepatitis C virus (HCV). The prevalence of hepatitis C in hemodialysis units is high. The study aimed to assess the presence of HCV and its different genotypes in patients with chronic kidney disease who underwent hemodialysis in Belém and metropolitan area in the state of Pará, Brazil, determining the prevalence of the virus genotypes and epidemiological characteristics of patients with chronic kidney disease. We conducted cross-sectional study, hemodialysis units in seven cities of Belém and metropolitan area in the period from October 2011 to April 2012. A questionnaire was applied to social data, epidemiological and on the presence of risk factors for viral hepatitis. Biological material was collected from the patients for HCV PCR and ELISA tests. Patients with the presence of viral RNA were evaluated for genotypes. The prevalence of antibodies to HCV between the groups was 8.4%, while 5.4% had viral RNA, with 0.1% among those who were negative. Genotype 1 was the most prevalent, with 86.1%, followed by type 2, with 11.6%. The type 3 was only 2.3%. Whereas epidemiological analysis showed male predominance, age 49, married or in a stable, low education level and family income of up to two minimum wages. The main cause of CKD was diabetes mellitus (34.4%), followed by glomerulonephritis (18.6%) and hypertension (17.1%). The duration of hemodialysis was significantly important risk factor for acquiring HCV (p = 0.012), with the majority of HCV patients who acquired the disease during hemodialysis were above 5 years of treatment (p = 0.0001). Another risk factor associated with HCV was prior organ transplant. We conclude that, in Belém and the metropolitan area, the prevalence of HCV in hemodialysis was high and the most frequent genotype is the same as the general population in northern Brazil.
Keywords: Hepatite C
Insuficiência renal crônica
Hemodiálise
Genótipo
Região Metropolitana de Belém
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA::GENETICA MOLECULAR E DE MICROORGANISMOS
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PesquisaGenotipagemVirus.pdf1,29 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons