Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6809
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 14-Aug-2013
metadata.dc.creator: CAVALCANTE, José Carlos Wilkens
metadata.dc.contributor.advisor1: FUZII, Hellen Thais
Title: Aspectos clínicos, epidemiológicos e moleculares do papilomavírus genital em adolescentes gestantes
Citation: CAVALCANTE, José Carlos Wilkens. Aspectos clínicos, epidemiológicos e moleculares do papilomavírus genital em adolescentes gestantes. 2013. 66 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2013. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: O câncer cervical representa o terceiro câncer mais comum no mundo. Tem como agente etiológico o HPV. O HPV é a doença sexualmente transmissível mais prevalente no mundo, sendo que a faixa etária mais acometida é de mulheres jovens. A adolescência é uma época de transformações corporais, sociais e comportamentais, que se reflete no despertar consciente da adolescente pelo sexo, o que pode levar ao contato com as doenças sexualmente transmissíveis e à gravidez prematura. Sendo assim, é uma época na qual a mulher está mais susceptível a infecção, como a do HPV. Dedicou-se a estimar a prevalência de HPV e avaliar os fatores associados a essa infecção em gestantes adolescentes no Sistema Único de Saúde de Belém, Estado do Pará. Foi um estudo transversal prospectivo incluindo 257 grávidas de 12 a 19 anos assistidas nas unidades de saúde municipal (Curió e Tapanã) e estadual (Unidade de Referência Materno-infantil e ambulatório da Mulher do Hospital Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará). As pacientes selecionadas foram submetidas a um questionário clínico epidemiológico e a colheita de material cervico-vaginal para detecção de DNA-HPV por técnica da reação em cadeia de polimerase (PCR). A associação da infecção por HPV e fatores de risco selecionados foram avaliadas por meio do teste do Qui-quadrado (χ2) e/ou exato de Fisher, todos com um nível alfa de significância de 0,05. A prevalência do HPV foi de 38,1% (98/257) acometendo preferencialmente adolescentes no terceiro trimestre gestacional (44,4%, p=0,0312), entre 11 e 14 anos, com menos de 6 anos de estudo e as que não possuíam companheiro. Os fatores de risco associados com a infecção pelo HPV na população, podendo variar também de acordo com o trimestre, foram “2 ou mais parceiros na vida”, “primeira gestação” e “problemas genitais”. Estes achados mostram a susceptibilidade das adolescentes à infecção pelo HPV e, consequentemente, ao desenvolvimento de lesões pré-neoplásicas e malignas. Com isso, há necessidade de políticas públicas educativas na promoção da saúde.
Abstract: Cervical cancer represents the third most common cancer in the world. Its etiologic agent is HPV. HPV is the most prevalent sexual transmissible disease in the world, affecting mostly young women. Adolescence is a time of behavioral, social and body changes, which reflects on the adolescent’s conscious awakening for sex, that can lead to contact with sexual transmissible diseases and early pregnancy. Being so, it is a time when the woman is more susceptible to infection, such as HPV. This project was dedicated to estimate the prevalence of HPV and to evaluate factors associated to this infection in pregnant adolescents in the Health Unique System, Pará State. It was a prospective transversal study including 257 pregnant women aging 12 to 19 attended at municipal (Curió and Tapanã) and state (Mother-child Reference Unit and Woman’s ambulatory of Holy House of Mercy of Pará Foundation Hospital) health units. The selected patients were submitted to a clinical-epidemiological questionnaire and to harvest of cervical-vaginal material for detection of DNA-HPV through polymerase chain reaction (PCR). The association of HPV infection and risk factors was evaluated through chi-square test (χ2) and/or Fisher’s exact test, with an alpha significance level of 0,05. HPV prevalence was 38.1% (98/257), affecting preferentially pregnant adolescents on the third gestational trimester (44.4%; p = 0.0312), between 11 and 14 years-old, with less than 6 years of schooling and those who did not have a mate. The risk factors associated to HPV infection in the population, also varied according to the gestational trimester, were “two or more sexual partners in life”, “first pregnancy” and “genital problems”. These findings show the adolescents susceptibility to HPV infection and, consequently, to the development of pre-neoplastic and malignant lesions. Therefore, there is the need of educational public measures in health promotion.
Keywords: Papillomavírus humano
Neoplasias do colo do útero
Adolescentes
Gravidez na adolescência
Belém - PA
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::GINECOLOGIA E OBSTETRICIA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AspectosClinicosEpidemiologicos.pdf1,76 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons