Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/6845
Tipo: Dissertação
Data do documento: 31-Ago-2012
Autor(es): MONTELES, Josinete Sampaio
Primeiro(a) Orientador(a): GERHARD, Pedro
Título: Comunidade de insetos bentônicos em igarapés do nordeste paraense - Amazônia Oriental
Agência de fomento: EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citar como: MONTELES, Josinete Sampaio. Comunidade de insetos bentônicos em igarapés do nordeste paraense - Amazônia Oriental. Orientador: Pedro Gerhard. 2012. 97 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2012. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/6845. Acesso em: .
Resumo: O objetivo deste trabalho foi o de conhecer a comunidade de insetos bentônicos em 17 igarapés do Nordeste Paraense, Amazônia Oriental, sob diferentes usos do solo e investigar as variações na abundância, riqueza e diversidade da comunidade de insetos aquáticos com a cobertura vegetal do seu entorno imediato (zona ripária) e de paisagem (vertentes das microbacias onde se insere o igarapé amostrado). Os macroinvertebrados bentônicos foram coletados entre julho e outubro de 2010, época de menor precipitação. Em cada ponto foram feitas 10 amostragens com Surber para análise quantitativa e três com rede de mão de caráter apenas qualitativo. Para avaliar diferenças entre a riqueza, índice EPT, abundância e a diversidade, foram utilizadas análises de variância e de agrupamento para sumarizar os dados bióticos. Para avaliar as diferenças quanto às escalas de estudo foi empregada a análise ANOSIM seguida da rotina SIMPER. As características ambientais foram avaliadas buscando-se correlacioná-las à composição taxonômica e à distribuição dos táxons através da Análise de Correspondência Canônica (ACC). Um total de 46.371 indivíduos foi coletado, sendo 11.384 com o Surber, distribuídos em 61 táxons com predomínio de insetos aquáticos. As maiores abundâncias observadas foram de Chironomidae, Ephemeroptera, Trichoptera e Coleoptera. Abundância, riqueza e EPT foram maiores nos trechos de igarapés com vegetação ripária de floresta antropizada de igapó e microbacias com predomínio de Floresta. As variáveis ambientais de maior influência sobre a comunidade foram porcentagem de ambiente florestal na zona ripária, temperatura média da água, turbidez, porcentagem de liteira grossa e fina, pH, vazão do canal e coeficiente de variação da largura do canal. Os resultados mostraram diferenças quanto à composição da comunidade em relação aos diferentes usos do solo. Através dos descritores ecológicos, foi detectado que as microbacias com maior percentagem de área de floresta antropizada e sucessional e maior percentagem de vegetação ripária de entorno (30m) apresentaram melhores condições ambientais que aqueles onde predominam as pastagens.
Abstract: This study aimed to know the community of benthic insects in 17 streams in northeastern Pará, Eastern Amazonia under different land uses and investigate the variations in the abundance, richness and diversity of aquatic insect community to vegetation cover the immediate surrounding area (riparian zone) and landscape (slopes of the watershed where it enters the stream sampled). The benthic macroinvertebrates were collected between July and October 2010, the period of lowest rainfall. At each point were made to 10 Surber samples for quantitative analysis and three hand-net only qualitative character. To evaluate differences between the richness, EPT abundance and diversity, we used an ANOVA and cluster analysis to summarize the biotic data. For differences in the scales of study were then used an ANOSIM and routine SIMPER. Environmental characteristics were also evaluated searching to correlate them to the taxonomic composition and distribution of taxa by Canonical Correspondence Analysis (CCA). A total of 46,371 individuals were collected, in which 11,384 with Surber, distributed in 61 taxa with a predominance of aquatic insects. The highest abundances were observed Chironomidae, Ephemeroptera, Trichoptera and Coleoptera. Abundance, richness and EPT were greater in sections of streams to riparian vegetation and watershed predominantly of igapó anthropic forest (references). The environmental variables of greatest influence on the community were percentage of forest environment in the riparian zone, average water temperature, turbidity, percentage of coarse and fine litter, pH, flow channel and coefficient of variation of channel width. The results showed differences in community composition in relation to different land uses. Through the ecological descriptors, it was detected that the watershed with the highest percentage of anthropic forest area and successional and higher percentage of riparian vegetation surrounding (30m) showed better environmental conditions than those dominated pastures.
Palavras-chave: Insetos
Índice EPT
Insetos bentônicos
Uso do solo
Macroinvertebrados bentônicos
Bacia Hidrográfica Marapanim (PA)
Bacia Hidrográfica Capim Guamá (PA)
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Sigla da Instituição: UFPA
MPEG
EMBRAPA
Instituto: Instituto de Geociências
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Aparece nas coleções:Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_ComunidadeInsetosBentonicos.pdf2,69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons