Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6852
Tipo: Dissertação
Fecha de publicación : 2009
Autor(es): BACELAR, Maria Denise Ribeiro
Primer Orientador: VENTURIERI, Adriano
Título : Epidemias de malária no Pará e sua relação com os padrões de uso da terra nos últimos quarenta anos: uma análise com sistema de informação geográfica
Citación : BACELAR, Maria Denise Ribeiro. Epidemias de malária no Pará e sua relação com os padrões de uso da terra nos últimos quarenta anos: uma análise com sistema de informação geográfica. Orientador: Adriano Venturieri. 2009. 188 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2009. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/6852. Acesso em:
Resumen: O presente estudo teve por objetivo investigar a relação entre a ocorrência de epidemias de malária no Pará e as formas de ocupação do espaço adotadas e configuradas nos principais usos da terra no período entre 1970 e 2008, procurando verificar a hipótese de as epidemias de malária no Pará terem sido conseqüência das formas de apropriação do espaço (nesse caso, os usos da terra). Para isso procurou-se analisar estatisticamente a relação entre os índices de malária e população residente, bem como entre essa população e as atividades produtivas predominantes no Pará e suas mesorregiões, e também a evolução dessas variáveis no tempo. Foram também eleitos quatro municípios paraenses, localizados nas mesorregiões geográficas da faixa de frentes pioneiras de ocupação no Estado, sendo um deles elencado como Município-controle do estudo e realizados seus mapeamentos temporais para analisar a dinâmica de suas paisagens nos anos de 1975, 1991 e 2008. Nos municípios eleitos − Itaituba, Anajás, Tucuruí e Juruti − foram identificados os principais modelos de paisagem implantados, e analisada sua evolução temporal, procurando verificar a existência ou não de uma relação de causa-efeito entre esses modelos de paisagem e a malária registrada nesses locais, no período investigado. Foi possível comprovar neste estudo, com os dados investigados, suas evoluções históricas e correlações estatísticas, a hipótese de que as epidemias de malária no Pará, no período estudado, foram consequêntes das formas equivocadas de apropriação do espaço, resultantes das políticas governamentais introduzidas na região após 1970. Da mesma forma, ficou evidenciada a relação de causa-efeito entre as atividades produtivas introduzidas na Região e as epidemias de malária aqui relatadas. Fato relevante é que a distribuição espacial da malária no Estado continuou epidêmica nas áreas aqui investigadas, onde ocorrem atividades produtivas primárias, realizadas de forma ambientalmente incorreta.
Resumen : This study aimed to investigate the relationship between the occurrence of malaria epidemics in Para State and the types of space occupation observed there, configured in the main uses of land in the period from 1970 to 2007, seeking to verify the hypothesis that malaria epidemics in Para has been a consequence of space occupation methods (use of the land). So, we tried to examine statistically the relationship between the rates of malaria and population and population and predominant production activities in Para and its regions and the evolution of these variables over time. Also, four villages were selected in Para (one per geographical region), located in the pioneer occupation area in the State, one of them was elected the control village in the study and they were all mapped in order to analyze temporal dynamics of its landscapes over the years 1975, 1991 and 2008. In the selected villages − Itaituba, Anajas, Tucurui and Juruti, − the main landscape types established were identified, and their temporal evolution analyzed, in attempt to verify the existence or not of a cause-effect relationship between these models of landscape and the malaria occurrence in these locations in the period investigated. It was possible to demonstrate in this study, by the data investigated, its historical evolution and statistical correlations, the hypothesis that malaria epidemics in Para in that period, is a consequence of misconducted occupation processes, resulting from government policies introduced in the region after 1970. Similarly, a cause-effect relationship between production activities introduced in the Region and malaria epidemics reported here proved evident. A relevant fact is that geographical occurrence of malaria in the State remains epidemic in areas, as investigated here, where primary production activities are performed using no environmentally correct methods.
Palabras clave : Uso do solo
Epidemia
Malária
Dinâmica da paisagem
Pará - Estado
Amazônia brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA REGIONAL
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Sigla da Instituição: UFPA
MPEG
EMBRAPA
Instituto: Instituto de Geociências
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Aparece en las colecciones: Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Dissertacao_EpidemiasMalariaPara.pdf10,27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons