Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6907
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 2010
Authors: TEIXEIRA, Venize Assunção
First Advisor: MOTA, Galdino Viana
First Co-Advisor: SOUZA, José Ricardo Santos de
Title: Características e distribuição das descargas atmosféricas e dos sistemas precipitantes produtores de raios na Amazônia Oriental
Sponsor: REDE CELPA - Centrais Elétricas do Pará
Citation: TEIXEIRA, Venize Assunção. Características e distribuição das descargas atmosféricas e dos sistemas precipitantes produtores de raios na Amazônia Oriental. Orientador: Galdino Viana Mota. 2010. 120 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2010. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/6907. Acesso: .
Resumo: Este trabalho analisou 10 anos de distribuição espacial e temporal dos raios, dos sistemas precipitantes e suas características, como refletividade, temperatura de brilho e altura dos sistemas precipitantes amostrados pelo satélite Tropical Rainfall Measuring Mission (TRMM) através dos sensores Lightning Imaging Sensor (LIS), Precipitation Radar (PR) e TRMM Microwave Imager (TMI). Estes dados foram organizados e armazenados pelo grupo de pesquisa da convecção tropical da University of Utah no período de dezembro de 1997 a fevereiro de 2009. Também foram analisados dados de focos de queimadas detectadas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), no período de 1998 a 2008. Foi selecionada uma área delimitada entre 60ºW a 45ºW de longitude e 10ºS a 5ºN de latitude, a qual, posteriormente, foi dividida em nove sub-áreas para um melhor detalhamento dasinformações. Para verificar a possível influência das queimadas no número de raios, selecionaram-se oito áreas, sendo 4 com o maior número de focos de queimadas e 4 com o menor número de focos de queimadas. Os sistemas precipitantes foram classificados seguindo a metodologia de Nesbitt et. al. 2000 e obedecendo a nova definição dos dados realizado por Liu (2007). Os sistemas precipitantes amostrados pelo satélite TRMM utilizados neste trabalho são denominados ALLPFS e são definidos como aqueles que apresentam pixel de chuva estimado pelo algoritmo 2A25. Estes são classificados em PFS e OTHPFS, que respectivamente, são aqueles que apresentam e não apresentam informação de temperatura de brilho. Os PFS são sub-classificados em sistemas sem assinatura de gelo (NOICE), com assinatura de gelo (WICE) e sistemas convectivos de mesoescala (MCS), sendo que os sistemas mais intensos, dentre estes últimos, são sistemas que recebem a denominação de IMCS. Os resultados mostram que as regiões do sul do Estado do Pará, município de Belém e Ilha do Marajó foram as que apresentaram as maiores ocorrências de raios na Amazônia Oriental, com valores superiores a 20 a 35 raios/km²/ano. Os NOICEs foram os sistemas mais frequentes em todas as regiões e os sistemas precipitantes da categoria WICE e MCS são aqueles que mais contribuem com a produção de raios sobre essas regiões. Os sistemas eletrificados apresentam grande contribuição no volume de chuva estimada sobre as áreas CENTRO e SUL, com percentuais superiores a 50% nas áreas SUL. A variação mensal dos raios na área de estudo mostrou que as maiores ocorrências de raios sobre o município de Belém são nos meses de janeiro a junho, com um pico no mês de janeiro. As maiores ocorrências no setor SUL da Amazônia Oriental concentram-se nos meses de setembro a dezembro. Nas análises sobre a interação entre os raios e as queimadas não se observou coerência, dentro das áreas de maior número de queimadas, na correlação mensal entre os raios e as queimadas, evidenciando que, apesar do grande número de queimadas observado sobre essas áreas, outros fatores interferem na produção de raios.
Abstract: This study analyzed 10 years of spatial and temporal distribution of lightning and precipitation systems and their characteristics such as reflectivity, brightness temperature and height of the precipitation systems sampled by the Lightning Imaging Sensor (LIS), Precipitation Radar (PR) e TRMM Microwave Imager (TMI) sensors onboard of the Tropical Rainfall Measuring Mission (TRMM) satellite. This dataset is organized and stored by the research group of tropical convection of the University of Utah from December 1997 to February 2009. This work also analyzes data from outbreaks of fires detected by INPE in the period 1998 to 2008. It was selected an area bounded between 60°W to 45°W of longitudes and between 10°S to 5°N of latitudes, which was subsequently divided into nine sub-areas for more detailed information. To investigate the possible influence of burning in the number of lightning flashes, we selected eight areas, in which four present the highest number of fire outbreaks and four with the lowest ones. The precipitation systems were classified according to the method of Nesbitt et. al (2000), and obeying the new definition of the data proposed by Liu (2007). The precipitation features used in this work are named ALLPFS, which are all systems with rainfall pixels estimated by the 2A25 algorithm. These systems have the categories of PFS (present information of brightness temperature) and OTHPFS (without information of brightness temperature). Within the PFS, the systems are defined as those without ice signature (NOICE), with ice signature (WICE) and mesoscale convective systems (MCS). The most intense MCSs are defined as IMCS. The results show that the southern regions of Pará, around Belém and Marajo Island were the ones with the highest occurrence of lightning in the Amazon region, with values exceeding 20 to 35 lightning flashes/ km²/year. The NOICE systems were equally frequent in all regions. The categories WICE and MCS are those which contribute most to the production of lightning over these regions. It was also observed that the electrified systems have great contribution to the estimated amount of rainfall over central and southern parts, with percentages above 50% in the area SOUTH. The monthly variation of the lightning occurrence densities in the studied area showed that the highest occurrence of lightning was found over the city of Belem during the months from January to June, peaking in January. The highest occurrences in the southern sector of eastern Amazonia were concentrated in the months of September to December. In the analysis on the interaction between lightning and burning spot areas, it was not possible to verify a consistent correlation between lightning and fires, showing that despite the large number of fires observed on these areas, other factors influence the production of lightning flashes.
Keywords: Raios
Distribuição espacial e temporal
Sistema precipitante
Amazônia oriental
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::METEOROLOGIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Institution Acronym: UFPA
MPEG
EMBRAPA
Department: Instituto de Geociências
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_CaracteristicasDistribuicaoDescargas.pdf4.5 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons