Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6968
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
Issue Date: Jun-2005
metadata.dc.creator: SANTOS, Maria Jacinta Moraes Coelho
SOUZA JUNIOR, Mario Honorato Silva e
SANTOS JÚNIOR, Gildo Coelho
EL-MOWAFY, Omar
CAVALCANTI, Ana Paula Chedid
NEME, Carla Farah
Title: Influence of light intensity and curing cycle on microleakage of Class V composite resin restorations
Other Titles: Influência da intensidade de luz e métodos de fotoativação no selamento marginal de restaurações classe V em resina composta
Citation: SANTOS, Maria Jacinta Moraes Coelho et al. Influence of light intensity and curing cycle on microleakage of Class V composite resin restorations. Journal of Applied Oral Science, Bauru, v. 13, n. 2, p. 193-197, jun. 2005. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/jaos/v13n2/a19v13n2.pdf>. Acesso em: 21 out. 2015. <http://dx.doi.org/10.1590/S1678-77572005000200019>.
metadata.dc.description.resumo: O objetivo deste estudo foi determinar o efeito da polimerização gradual, mediante a utilização de aparelhos de Quartzo-Tungustênio-Halógena (QTH) e Arco de Plasma de Xenônio (PAC), no selamento marginal de restaurações classe V em resina composta com margens localizadas em dentina. Setenta e cinco incisivos bovinos receberam preparos de cavidades classe V, na raiz, com o intuito de situar as margens cavitárias em dentina. Os dentes foram divididos em cinco grupos de acordo com o método de fotoativação. As cavidades, depois de condicionadas, foram tratadas com o sistema adesivo Single Bond (3M Dental) e restauradas com a resina composta Z100 (3M Dental) pela técnica incremental. A fotoativação foi realizada para cada grupo como descrito a seguir: Grupo I: PAC pelo método de fotoativação constante: 1600mW/cm2 – 3s; Grupo II: PAC pelo método de fotoativação por passos (800mW/cm2 – 2s, subindo automaticamente para 1600mW/cm2 – 4s); Grupo III: QTH pelo método de fotoativação constante: 400 mW/cm2 – 40s; Grupo IV: QTH pelo método de fotoativação em rampa: 100 a 600 mW/cm2 – 15s, permanecendo a 600mW/cm2 por mais 25s; Grupo V: QTH pelo método de fotoativação por pulso: 200 mW/cm2 – 3s, tempo de espera de 3min.e a seguir 600mW/cm2 – 30s. Os dentes foram armazenados em água destilada a 37ºC por 30 dias e então submetidos à ciclagem térmica, por 500 ciclos à 5 ºC e 55 ºC. Os ápices dos dentes foram selados com resina composta e os dentes foram cobertos com duas camadas de esmalte para unha, antes da sua imersão em fucsina básica a 0,5%. Os dentes foram seccionados e os cortes foram escaneados para avaliação da área infiltrada por corante por um programa de computador (Image Tools). Os cortes foram também visualizados com lupa para a determinação do grau de penetração do corante na interface dente-restauração por escores. Diferenças estatisticamente significantes foram observadas entre os grupos quanto ao grau e à área de penetração de corante (p < 0,05). Os grupos I e II apresentaram valores significantemente mais altos de infiltração e penetração do corante que os grupos III, IV e V. Em conclusão, o uso da fonte de PAC, no modo constante e por passos, resultou em valores significantemente maiores de infiltração marginal quando comparados com a intensidade de luz média emitida pelos aparelhos de QTH. Os métodos de fotoativação por pulso, rampa e continuo com a fonte de QTH resultaram num grau similar de microinfiltração.
Abstract: The aim of this study was to determine the effect of a softstart polymerization method from Quartz-Tungsten-Halogen (QTH) and Plasma Arc (PAC) curing units on microleakage of Class V composite resin restorations with dentin cavosurface margins. Seventy-five bovine incisors received standardized class V cavities in all dentin margins. Teeth were divided into 5 equal groups according to the curing cycle. The cavities were incrementally restored with a composite resin (Single Bond/Z-100, 3M). Light curing was applied as follows: Group I: PAC light continuous-cycle curing at 1600 mW/cm2 for 3s; Group II: PAC light step-cycle curing (2s at 800 mW/cm2 then 4s at 1600 mW/cm2); Group III: QTH light continuous-cycle curing at 400 mW/cm2 for 40s; Group IV: QTH light ramp-cycle curing (from 100 to 600 mW/cm2 in 15s followed by 25s at 600 mW/cm2); Group V: QTH light pulse-delay curing (200 mW/cm2 for 3s followed by 3 min delay then 600 mW/cm2 for 30s). Teeth were stored in distilled water at 37ºC for 30 days and then subjected to thermocycling for 500 cycles at 5 and 55ºC. Root apices were sealed and teeth coated with nail varnish before they were immersed in 0.5% fuchsine red dye solution. Teeth were then sectioned and slices were scanned with a computer scanner to determine the area of dye leakage using a computer program (Image Tools). Images of tooth slices were also visually examined under magnification and dye penetration along the tooth/restoration interface was scored. Significant differences in the degree of dye penetration and leakage were detected between groups (p<.05). Groups I and II had significantly higher values of dye penetration and leakage than groups III, IV and V. In conclusion, the use of PAC light curing in a continuous or step cycle modes resulted in increased microleakage of Class V resin composite restorations compared with medium intensity QTH light curing. Pulse, ramp and continuous-cycle curing modes with QTH light resulted in similar degrees of microleakage.
Keywords: Resinas compostas
Infiltração dentária
Polimerização
Unidades fotopolimerizadoras
ISSN: 1678-7765
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Artigos Científicos - FOUFPA/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_InfluenceLightIntensity.pdf40,11 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons