Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/7115
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMOREIRA, Sylvio Állan Rocha-
dc.creatorSOUZA, Carlos Barbosa Alves de-
dc.date.accessioned2016-02-23T14:38:27Z-
dc.date.available2016-02-23T14:38:27Z-
dc.date.issued2015-12-
dc.identifier.citationMOREIRA, Sylvio Allan Rocha; SOUZA, Carlos Barbosa Alves de. Intencionalidade e linguagem (II): algumas considerações sobre Tomaselo, Searle e Dennett. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, DF, v. 31, n. 4, p. 451-459, dez. 2015. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ptp/v31n4/1806-3446-ptp-31-04-00451.pdf>. Acesso em: 16 fev. 2016. <http://dx.doi.org/10.1590/0102-37722015042250451459>.pt_BR
dc.identifier.issn1806-3446-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7115-
dc.description.abstractIn the present paper we propose that the concept of intentionality is a relevant tool to interpret human symbolic repertoires. We analyze how the concepts of intentionality and verbal language are articulated in Tomasello's Usage-Based Theory of Language Acquisition, Searle's Illocutionary Acts Theory, and Dennett's Intentional Systems Theory, seeking to identify their role on determining human cognition. These theories suggest interdependence between these concepts, which differ among themselves as to how this relation is articulated. They also emphasize the importance of symbolic repertoires, especially verbal language, to human cognition. As intentionality is a feature of human cognition, a link between verbal language and intentionality for the functioning of human cognition is a topic to be investigated in scientific psychology.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectIntencionalismopt_BR
dc.subjectPsicolingüísticapt_BR
dc.subjectCogniçãopt_BR
dc.subjectComportamento verbalpt_BR
dc.subjectAquisição de linguagempt_BR
dc.titleIntencionalidade e linguagem (II): algumas considerações sobre Tomaselo, Searle e Dennettpt_BR
dc.title.alternativeIntentionality and language (II): some remarks on Tomasello, Searle, and Denettpt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.resumoPropomos, neste trabalho, que o conceito de intencionalidade é uma ferramenta relevante para a interpretação de repertórios simbólicos humanos. Analisamos como os conceitos de intencionalidade e de linguagem verbal são articulados na Teoria da Aquisição da Linguagem Baseada no Uso de Tomasello, na Teoria dos Atos Ilocucionários de Searle e na Teoria dos Sistemas Intencionais de Dennett, buscando identificar seu papel na determinação da cognição humana. Essas teorias propõem uma interdependência entre esses conceitos, os quais difeririam entre si quanto ao modo como se dá essa articulação. Elas também destacam a importância dos repertórios simbólicos, especialmente a linguagem verbal, para a cognição humana. Como a intencionalidade é um aspecto da cognição humana, uma conexão entre linguagem verbal e intencionalidade para o funcionamento cognitivo humano é uma questão a ser investigada na psicologia científica.pt_BR
Appears in Collections:Artigos Científicos - NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_IntencionalidadeLinguagemAlgumas.pdf422,14 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons