Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7133
Compartilhar:
Type: Artigo de Periódico
Issue Date: Jun-2012
Authors: SANTANA, Antônio Cordeiro de
SANTOS, Marcos Antônio Souza dos
SANTANA, Ádamo Lima de
YARED, Jorge Alberto Gazel
Title: O valor econômico da extração manejada de madeira no baixo Amazonas, estado do Pará
Other Titles: The economic value of extraction timber management in the lower Amazon, state of Pará
Citation: SANTANA, Antônio Cordeiro de et al. O valor econômico da extração manejada de madeira no baixo Amazonas, estado do Pará. Revista Árvore, Viçosa, v. 36, n. 3, p. 527-536, jun. 2012. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rarv/v36n3/v36n3a15.pdf>. Acesso em: 2 mar. 2016. <http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622012000300015>.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi estimar o valor econômico e a margem de comercialização da madeira em tora oriunda de áreas manejadas. Essa cadeia, além de produzir margem positiva, os valores são relativamente superiores aos gerados nas atividades que concorrem para o desmatamento na Amazônia para se estabelecerem. Adicionalmente, determinou-se o coeficiente médio de desdobramento de 37,3% (2,68 m3 de madeira em tora para cada 1,0 m3 de madeira serrada), o qual revelou baixo grau tecnológico das empresas. O valor econômico médio da extração e comercialização da madeira em pé no mercado local foi de R$ 23,48/m3, tendo um valor mínimo de R$ 9,06/m3 para as espécies da categoria C4 (madeira branca) e um máximo de R$ 55,63/m3 para as espécies da categoria C1 (madeira especial). Assim, para um fluxo de 30 anos e extração de 25 m3/ha nos planos de manejo das áreas de concessão florestal do Estado do Pará, gera-se um valor médio de R$ 587,00/ha, ou R$ 19,56/ha/ano. No fluxo de 30 anos, esse resultado é relativamente superior ao gerado pelas atividades de pecuária extensiva (em torno de R$ 180,00/ha) e das lavouras de grãos (em torno dos R$ 420,00/ha), principais responsáveis pelo desmatamento da Amazônia. Também, apresenta maior rentabilidade do que o reflorestamento com paricá, que gera R$ 192,26/ha. A margem de comercialização indicou que a sociedade tende a se apropriar de 14,3% do valor econômico gerado na cadeia da madeira oriunda dos contratos de concessão florestal.
Abstract: The objective of this study was to estimate the economic value and the trade margin of roundwood from managed areas. Besides generating a positive margin values, they are relatively higher In this chain than those generated in activities contributing to deforestation in the Amazon. Additionally, the unfolding mean rate of 37.3% was achieved (2.68 m3 of logs for each 1.0 m3 of sawn timber), which revealed a low technological level of companies. At the lower Amazon, the average economic value from the extraction and sale of standing timber in the local market was R$ 23.48/m3, with a minimum value of R$ 9.06/m3 for the species in category C4 (softwood) and a maximum of R$ 55.63/m3 for the species of category C1 (special wood). Thus, considering an extraction flow of 30 years and assuming the extraction of 25 m3/ha in management designs of forest areas from concession contracts in the state of Pará, it is generate an average economic value of R$ 587.00/ha or R$ 19.56/ha/year, which is relatively higher than the profit generated by the activities of extensive livestock (around R$ 180.00 per hectare or R$ 6.00/ha/year) and grain crops (approximately R$ 420.00 per hectare or R$ 14.00/ha/year), which are the main responsibles for deforestation in the Amazon. It also presents a higher profitability than the reforesting with Paricá, whose income is R$ 192.26/ha or R$ 7.12/ha/year. The marketing margin showed that society tends to appropriate of 14.30% of the economic value generated in the wood chain from the transition contracts.
Keywords: Valor econômico
Comercialização
Madeira
Concessão florestal
Extração da madeira
Pará - Estado
ISSN: 0100-6762
Appears in Collections:Artigos Científicos - FCT/ITEC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_ValorEconomicoExtracao.pdf1,38 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons