Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7157
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
Issue Date: Mar-2015
metadata.dc.creator: NASCIMENTO, Paulyane Silva do
ZANON, Regina Basso
BOSA, Cleonice Alves
NOBRE, João Paulo dos Santos
FREITAS JUNIOR, Aureo Deo de
SILVA, Simone Souza da Costa
Title: Comportamentos de crianças do espectro do autismo com seus pares no contexto de educação musical
Other Titles: Behavior of children with autism spectrum disorder with peers in the music educational context
Citation: NASCIMENTO, Paulyane Silva do et al. Comportamentos de crianças do espectro do autismo com seus pares no contexto de educação musical. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 21, n. 1, p. 93-110, mar. 2015. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbee/v21n1/1413-6538-rbee-21-01-00093.pdf>. Acesso em: 18 mar. 2016. <http://dx.doi.org/10.1590/S1413-65382115000100007>.
metadata.dc.description.resumo: O Transtorno do espectro do autismo (TEA) é marcado por prejuízos nas áreas de interação social, comunicação, comportamento e processamento sensorial. Aspectos relacionados a prejuízos no repertório de interação social, bem como estratégias para torná-la mais adequada têm sido amplamente estudados. Dentre estas estratégias, as que utilizam música têm recebido atenção. O presente estudo tem como objetivo investigar os benefícios da educação musical ao desenvolvimento da interação social de crianças com seus pares, focando-se na qualidade e na frequência da apresentação de tais comportamentos. Participaram duas crianças com TEA, com idades de cinco e seis anos, em aulas de percussão em grupo. Os instrumentos utilizados foram a Ficha de dados sociodemográficos e de desenvolvimento, para traçar os perfis dos participantes; e o Protocolo de observação de comportamentos de crianças com TEA com seus pares, para a análise comportamental, durante oito aulas/percussão (240 minutos). Os resultados sugerem que ambos apresentaram tendência ao aumento de iniciativas e respostas espontâneas e à diminuição de comportamentos não funcionais. Verificou-se a ocorrência do uso de estereotipias para tentativas de/e interações, embora esporadicamente. Destacaram-se os papéis do contexto, dos perfis das crianças, e do manejo comportamental por adultos, na promoção de interações.
Abstract: The Autism Spectrum Disorder (ASD) is characterized by impairments in the areas of social interaction, communication, behavior and sensory processing. Aspects related to difficulties in social interaction repertoire, as well as strategies to help them behave more adequately have been widely studied. Among these strategies, those using music have received attention. The present study aims to investigate the benefits of music education to the social interaction of children with ASD, with their peers, focusing on both the quality and frequency of these behaviors. Two ASD children, aged 5 and 6 years respectively, who attended a percussion class group, participated in the study. The Demographics and Development information enabled the children´s profiles to be drawn. The social interaction behaviors were coded using a Behavioral Observation Protocol during 8 sessions (240 minutes). The results suggest that both tended to increase initiatives and spontaneous responses and to decrease non-functional behaviors as the sessions progressed. It was found that stereotypies were used by the ASD children when attempting to interact with others, albeit sporadically. The role of context, of the children's profile and of adult behavioral management of children in promoting interactions was highlighted.
Keywords: Educação especial
Crianças
Autismo
Educação musical
Interação social
ISSN: 1980-5470
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Artigos Científicos - NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_ComportamentosCriancasEspectro.pdf642,07 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons