Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/7322
Tipo: Artigo de Periódico
Data do documento: Mar-2014
Autor(es): PEREIRA, Esdras Edgar Batista
SOUZA, Anelza Biene Farias de
CARNEIRO, Saul Rassy
SARGES, Edilene do Socorro Nascimento Falcão
Título: Funcionalidade global de idosos hospitalizados
Título(s) alternativo(s): Global functionality of hospitalized elderly
Citar como: PEREIRA, Esdras Edgar Batista et al. Funcionalidade global de idosos hospitalizados. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, Rio de Janeiro, v. 17, n. 1, p. 165-176, jan./mar. 2014. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v17n1/1809-9823-rbgg-17-01-00165.pdf>. Acesso em: 17 jan. 2017. <http://dx.doi.org/10.1590/S1809-98232014000100016>.
Resumo: Objetivo: Identificar a funcionalidade global de idosos submetidos a internação, correlacionando o desempenho para as atividades de vida diária básicas (ABVD) e instrumentais (AIVD) com os principais sistemas funcionais (cognição, humor, mobilidade e comunicação). Métodos: Trata-se de estudo observacional transversal e analítico com a participação de 94 idosos internados em uma clínica médica. Os instrumentos utilizados foram: Escala de Katz, Escala de Lawton & Brody, Miniexame do Estado Mental (MEEM), Escala de Depressão Geriátrica 15 (GDS-15), Teste Timed Up and Go (TUG) e a Avaliação Funcional das Habilidades de Comunicação da Associação Americana de Fonoaudiologia (ASHA FACS). Resultados: Foram avaliados 94 idosos, cuja maioria apresentava algum grau de dependência para ABVD (61,71%) e para AIVD (52,13%). Nos sistemas funcionais, a autonomia mostrou-se preservada, com desempenho médio de 18,14 pontos no MEEM, e de 4,43 pontos na GDS-15; e a independência, alterada, por desempenho médio de 21,82 segundos no TUG, classificando-os com uma mobilidade regular, e de 5,27 pontos na ASHA FACS, considerando-os com a necessidade de auxílio moderado nessa função. Evidenciou-se moderada e significativa associação entre o desempenho para as ABVDs e AIVDs com quase todos os sistemas funcionais. Conclusão: A população estudada apresentou funcionalidade global alterada, devido a algum grau de dependência para as ABVDs e AIVDs, com autonomia preservada e independência prejudicada. As correlações evidenciaram que com o decréscimo dos principais sistemas funcionais, ocorreu declínio da funcionalidade global.
Abstract: Objective: Identify the global functionality of hospitalized elderly, correlating the performance to basic (BADL) and instrumental (IADL) activities of daily life, with the main functional systems (cognition, mood, mobility and communication). Methods: Analytical, observational, cross-sectional study, with the participation of 94 elderly patients admitted to a medical clinic. The tools used in the assessments were: the Katz Scale, Lawton and Brody Scale, Mini-Mental State Examination (MMSE), Geriatric Depression Scale 15 (GDS-15), Timed Up and Go Test (TUG) and the Functional Assessment of Communication Skills from the American Speech-Language-Hearing Association (ASHA FACS). Results: 94 elderly people were evaluated, where most had some degree of dependence for BADL (61.71%) and IADL (52.13%). In functional systems, autonomy proved to be preserved with an average performance of 18.14 points on the MMSE, and 4.43 points in the GDS-15; independence was altered, for average performance of 21.82 seconds on the TUG, classifying them with regular mobility, and 5.27 points in ASHA FACS, considering them as in need of moderate assistance in this task. It was evidenced moderate and significant association between performance for IADL and BADL in nearly all functional systems. Conclusion: The study population presented changed overall functionality, due to some degree of dependence in BADL and IADL, with preserved autonomy and impaired independence. The correlations showed that with the decline of the major functional systems occurred decline in overall functionality.
Palavras-chave: Idosos
Hospitalização
Saúde do idoso
Título do Periódico: Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia
ISSN: 1981-2256
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Aparece nas coleções:Artigos Científicos - ICS

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo_FuncionalidadeGlobalIdosos.pdf606,05 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons