Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/7353
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 21-Jul-2014
metadata.dc.creator: SIMÕES, Vanessa Cristina Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor1: PACHECO, Agenor Sarraf
Title: Ideadores de Bictaxi: cartografias de experiências estéticas em modos de viver e fazer bicitaxis na Veneza Marajoara (Afuá-PA)
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: SIMÕES, Vanessa Cristina Ferreira. Ideadores de Bictaxi: cartografias de experiências estéticas em modos de viver e fazer bicitaxis na Veneza Marajoara (Afuá-PA). 2014. 242 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Arte, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Artes. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7353>. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Afuá é um município localizado no Marajó das Florestas, no Estado do Pará, onde as principais vias da cidade são pontes de madeira erguidas sobre o rio, que as invade em tempos de invernada marajoara. Este fenômeno natural, ainda que provoque alagamento do território, tem sua manifestação comemorada como festa entre os moradores, remetendo a um modo de vida capaz de interconectar cultura e natureza. Diante destas especificidades, Afuá precisou recriar seu principal meio de transporte urbano, daí emergiu o bicitaxi. Construído da necessidade dos moradores, impedidos de utilizar veículos motorizados dada a estrutura da cidade, em um espaço onde as bicicletas imperam. O bicitaxi nasceu da união de duas bicicletas, fundidas por uma estrutura de metal. Neste enredo, nesta dissertação apresento cartografias de experiências de criação e uso vividas com o bicitaxi que dão existência a outras estéticas e regimes de visualidade. Em sua elaboração, caminhei no sentido de compreender de que maneira o bicitaxi está inserido no cotidiano de Afuá e entender seus diálogos com os modos de vida construídos ali; analisar as novas sensibilidades e regimes de visualidades que se constituem pelo exercício de criação e uso do bicitaxi, imbricados em ecossistemas estéticos; discutir que estética é essa e de que forma ela se articula às dimensões culturais e simbólicas da vida em Afuá; e, ainda, compreender como esses criadores entendem seus processos de criação e negociam com códigos de ordem local e global no fazer do bicitaxi. Para tanto, delineei um desenho teórico-metodológico que articulou as perspectivas da História Oral, orientando a condução de entrevistas junto aos afuaenses acerca de suas memórias de processos de criação e uso do veículo, e da Cartografia, na qualidade de orientação de pesquisa descentrada para mapear cenários moventes nos quais a cultura se constrói. Também dialoguei com estudiosos dos Estudos Culturais, do Pensamento Pós-colonial e com autores contemporâneos da Arte e do Design. No diálogo com eles, desenvolvi os resultados desta pesquisa, que evidenciou ecossistemas estéticos e modos de vida traçados na cidade, por meio dos quais o bicitaxi se constitui e adquire significado próprio, sendo atravessado por afetos, memórias e disputas de poder; além de demonstrar de que modo dele emergem saberes, cunhados pela experimentação e atualizados a cada novo veículo produzido; e apontar os processos de criação na cidade enquanto exercícios de experimentação de ideadores, por suas peculiaridades e autorreconhecimento, caracterizando-os como processos contínuos e fragmentários, colaborativos, informais e sustentados por saberes cunhados no cotidiano. Além disso, reconheci as experiências estéticas elaboradas na cidade como de resistência, por subverterem padrões estéticos convencionais; compósitas, por serem resultado de encontros e disputas culturais; e também, do fragmento, já que são fruto de processos de criação em constante movimento.
Abstract: Afua is a municipality located in Marajó of Forestry, State of Pará, where the main roads of the city are wooden bridges built over the river, which invades in times of marajoara wintering. This natural phenomenon, still causing flooding of the territory, its manifestation is celebrated as a feast among residents, referring to a way of life capable of interconnecting culture and nature. Given these characteristics, Afuá needed to recreate their primary means of urban transport, hence emerged the bicitaxi. Built from the need of residents permitted to use motorized vehicles given the structure of the city, in an area where bicycles prevail. The bicitaxi born from the union of two bicycles, fused by a metal frame. In this scenario, in this dissertation I present cartographies of experience of creating and experienced use with bicitaxi giving existence to other aesthetic and visual schemes. In her contribution, walked towards understanding how the bicitaxi is inserted in the daily Afuá and understand their dialogues with lifestyles built there; analyze new sensibilities and visualities regimes that constitute the exercise of creating and using bicitaxi, imbricated in aesthetic ecosystems; argue that this aesthetic is and how it articulates the cultural and symbolic dimensions of life in Afuá; and also to understand how these designers understand their creative processes and negotiate with local and global codes in order to make the bicitaxi. For that, I outlined a theoretical-methodological design which articulated the perspectives of Oral History, guiding the conduct of interviews with the afuaenses about their memories of the processes of creation and use of the vehicle, and Cartography, acting orientation-center study to moving map scenarios in which culture is built. Also dialogued with scholars of Cultural Studies, Postcolonial Thought and contemporary authors of Art and Design. In dialogue with them, developing the results of this research, which showed aesthetic ecosystems and livelihoods paths in the city, through which the bicitaxi is established and acquires its own meaning, being crossed by emotions, memories and power struggles; besides demonstrating that his way emerge knowledge, coined by trial and updated with every new vehicle produced; and point processes of creation in the city while exercises instigate experimentation, and self-recognition of its peculiarities, characterizing them as continuous and fragmented, collaborative, informal and supported by knowledge minted in everyday processes. Furthermore, recognize the aesthetic experience developed in the city as of resistance, subverting conventional aesthetic standards; composite, because they are the result of cultural encounters and disputes; and also the fragment, since they are the result of creative processes in constant motion.
Keywords: Cartografia
Bicitaxi
Inovações tecnológicas
Invenções - Afuá (PA)
Inovações tecnológicas - Afuá (PA)
Estética moderna - Séc. XXI
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::ARTES PLASTICAS::DESENHO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências da Arte
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Artes
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Artes (Mestrado) - PPGARTES/ICA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_IdeadoresBictaxiCartografias.pdf44,57 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons