Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7450
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 18-Dec-2015
metadata.dc.creator: LIMA, Sérgio Queirós
metadata.dc.contributor.advisor1: SCHNEIDER, Igor
Title: Análise morfológica e molecular dos filamentos das nadadeiras pélvicas do peixe pulmonado Lepidosiren paradoxa
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: LIMA, Sérgio Queirós. Análise morfológica e molecular dos filamentos das nadadeiras pélvicas do peixe pulmonado Lepidosiren paradoxa. 2015. 37 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia.
metadata.dc.description.resumo: A espécie Lepidosiren paradoxa pertence à ordem Dipnoi, juntamente com mais dois gêneros, sendo considerados os peixes pulmonados verdadeiros. Os machos adultos de L. paradoxa diferenciam-se das fêmeas através da presença de filamentos nas nadadeiras pélvicas. Estes filamentos assemelham-se àqueles encontrados em brânquias de peixes e de salamandras neotênicas. Estes filamentos desenvolvem-se e tornam-se vascularizados durante o período de reprodução. Neste trabalho, propomos testar a hipótese de que os filamentos pélvicos de L. paradoxa compartilham características morfológicas e moleculares com filamentos brânquiais. Para tanto, realizamos análise morfológica e molecular dos filamentos das nadadeiras pélvicas entre as estações de estiagem e chuvosa. A análise morfológica ocorreu através de coloração de hematoxilina e eosina (HE) e microscopia eletrônica de varredura (MEV). Por fim, foi feita a quantificação de expressão gênica de marcadores enriquecidos em brânquias de peixes, através de PCR em Tempo Real (RT-PCR), utilizando a nadadeira peitoral como referência. O comprimento dos filamentos da estação chuvosa e de estiagem apresentaram os valores de média e desvio padrão de, 4,31 mm±0,186 e 1,63 mm±0,104, respectivamente. Nas imagens de MEV foram observadas algumas células com microvilosidades e/ou microciliadas e algumas células menores. Nas análises de HE os filamentos apresentaram uniformidade no seu epitélio formada com 4 camadas de células, sendo preenchido por tecido conjuntivo e por fim tornam-se mais vascularizados na estação chuvosa. Na analise molecular de RT-PCR os marcadores selecionados não apresentaram variação quando comparados com a nadadeira peitoral e entre as estações. Em conclusão, apesar de existirem semelhanças morfológicas entre filamentos pélvicos de L. paradoxa e filamentos brânquiais de peixes e anfíbios, os dados moleculares aqui obtidos não suportam a hipótese de que estes filamentos realizem trocas gasosas.
Abstract: The Lepidosiren paradoxa species belongs to Dipnoi order, along with two genre and are considered true lungfishes. Adult males of L. paradoxa differ from females by the presence of filaments in the pelvic fin. These filaments resemble those found in gills of fish and neotenic salamanders. These filaments are grow and become vascularized during the reproduction period. In this work we tested the hypothesis that the pelvic filament of L. paradoxa share morphological and molecular characteristics with gill filaments. Thus, we performed morphological and molecular analyses of the filaments of the pelvic fins between the dry and rainy seasons. Morphological analysis was perfomed through hematoxylin and eosin (HE) and scanning electron microscopy (SEM). Finally, we quantified gene expression of gill markers by RT-PCR using pectoral fin as reference. The mean length and standard deviation of the filaments during rainy and dry season were 4,31mm of ± 0.186 and 1,63mm ± 0.104, respectively. In the SEM images, we observed with a few cell microvilli and/or microplicae and some smaller cells. In the HE analyzes we found that the filaments have uniform epithelium formed with four layers of cells being filled by connective tissue and finally become more vascularized the rainy season. Molecular analysis through RT-PCR did not show any change when compared to the pectoral fin and between the stations. In conclusion, despite morphological and molecular similarities between gill filaments and pelvic fin filaments, our findings do not support a role for L. paradoxa pelvic filaments in gas exchange.
Keywords: Biotecnologia
Peixe pulmonado
Dipnoi
Lepidosiren paradoxa
Respiração
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MORFOLOGIA::HISTOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Biotecnologia (Mestrado) - PPGBIOTEC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AnaliseMorfologicaMolecular.pdf1,59 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons