Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7650
Compartilhar:
Tipo: Artigo de Periódico
Fecha de publicación : mar-2014
Autor(es): SOUSA, Luciano Fernandes
MACEDO JUNIOR, Gilberto de Lima
SANTOS, Rogério Pereira dos
SILVA, André Guimarães Maciel e
BORGES, Iran
Título : Composição bromatológica e cinética da fermentação ruminal de rações contendo resíduos de babaçu
Otros títulos : Bromatologcomposition and kinetics of rumen fermentation for feeds containing babassu residue
Citación : SOUSA, Luciano Fernandes et al. Composição bromatológica e cinética da fermentação ruminal de rações contendo resíduos de babaçu. Revista Ciências Agronômica, Fortaleza, v. 45, n. 1, p. 177-185, jan./mar. 2014. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rca/v45n1/21.pdf>. Acesso em: 13 fev. 2017. <http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902014000100021>.
Resumen: Objetivou-se com o experimento demonstrar a composição bromatológica e avaliar a cinética de fermentação e degradabilidade ruminal efetiva in vitro, por meio da técnica "Hohenheim Gas Test", da farinha do mesocarpo do babaçu I® e II® (FMBI e FMBII) e de rações com diferentes níveis de inclusão. Foram conduzidos dois ensaios: um com os subprodutos puros e milho e outro com rações com inclusões da FMBI e FMBII nas seguintes proporções: 0; 7,5; 15,0 e 22,5% da matéria seca total. O delineamento foi o de blocos casualizados sendo seis blocos no primeiro e cinco no segundo ensaio. Os tempos de mensuração dos gases produzidos foram 3; 6; 9; 12; 24; 48; 72 e 96 horas. As farinhas FMBI e FMBII apresentaram composições bromatológicas diferentes, em relação aos constituintes da fibra (FDN, FDA e Lignina). As farinhas FMBI e FMBII apresentaram padrões de cinética de fermentação inferiores aos padrões de fermentação do milho grão. Com o aumento da proporção de FMBI e FMBII na ração, reduz-se a produção de gases por tempo de incubação. Em virtude do exposto, pode-se afirmar que as farinhas do mesocarpo I e II, apesar de serem fontes de amido, não apresentaram fermentação ruminal semelhante à fonte amilácea padrão, o grão de milho.
Resumen : The objective of the experiment was to demonstrate the bromatological composition, and evaluate the fermentation kinetics and effective ruminal degradability in vitro, using the "Hohenheim Gas Test" technique, of babassu mesocarp flour I® and II® (FMBI and FMBII) and of feeds at different levels of inclusion. Two trials were carried out: one of pure byproducts and corn, and another of feeds with inclusions of FMBI and FMBII in the following proportions: 0, 7.5, 15.0 and 22.5% of the total dry matter. The experimental design was of randomized blocks, with six blocks in the first trial and five in the second. Measurement times for the gases produced were 3, 6, 9, 12, 24, 48, 72 and 96 hours. The FMBI and FMBII flours showed different bromatological composition for the fibre components (FDN, FDA and Lignin). The FMBI and FMBII flours also showed patterns for fermentation kinetics inferior to the fermentation patterns of corn grain. Increasing the ratio of FMBI and FMBII in the feed reduces gas production for time of incubation. In view of the above, it can be said that mesocarp flours I and II, despite being sources of starch, did not present ruminal fermentation similar to corn grain, the standard source of starch.
Palabras clave : Alimentos
Composição química
Babaçu
Ruminantes
Fermentação
metadata.dc.relation.ispartof: Revista Ciência Agronômica
ISSN : 1806-6690
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Aparece en las colecciones: Artigos Científicos - INEAF

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Artigo_ComposicaoBromatologicaCinetica.pdf122.5 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons