Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7684
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 16-Apr-2015
Authors: COSTA, Karen Marcela Barros da
First Advisor: MACHADO, Nelio Teixeira
First Co-Advisor: BORGES, Luiz Eduardo Pizarro
Title: Desacidificação de frações destiladas de produto líquido orgânico do craqueamento termo-catalítico de óleos vegetais via adsorção em y-alumina e lama vermelha ativada
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: COSTA, Karen Marcela Barros da. Desacidificação de frações destiladas de produto líquido orgânico do craqueamento termo-catalítico de óleos vegetais via adsorção em y-alumina e lama vermelha ativada. 2015. 170 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Tecnologia, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química.
Resumo: Neste trabalho foi estudado o processo de adsorção de ácidos graxos livres residuais (ácidos carboxílicos) presentes em frações destiladas provenientes do Produto Líquido Orgânico (PLO) obtido por craqueamento termo-catalítico de óleo vegetal. O objetivo foi a desacidificação das frações destiladas obtidas a partir da destilação do PLO. Os experimentos foram realizados empregando diferentes frações destiladas empregando três diferentes adsorventes, y-Alumina, Lama Vermelha Ativada Termicamente (400ºC) e Lama Vermelha Ativada Quimicamente com soluções de HCl em diferentes concentrações (0.25, 1 e 2M). A capacidade do adsorvente em relação à adsorção de ácidos graxos livres foi avaliada por meio de estudos cinéticos, medindo-se a variação da concentração de ácidos graxos livres presentes antes e após a adsorção, através da determinação do Índice de Acidez. Os resultados indicaram que o aumento da concentração de ácidos iniciais diminui a capacidade de adsorção do adsorvente, mostrando que o processo é menos eficiente para concentrações mais elevadas. Para os experimentos com diferentes porcentagens de adsorventes vimos que ao se utilizar 0,5% de adsorvente obtemos a maior eficiência na remoção dos ácidos graxos, a qual vai diminuindo com o aumento da porcentagem de adsorvente. O adsorvente mais eficiente foi a Lama Vermelha ativada com 1M de HCl, onde foi obtida uma redução de 98% dos ácidos graxos para uma amostra com índice de acidez inicial 4 mg KOH/g. A modelagem matemática indicou que o modelo cinético que melhor representa o processo foi o modelo Cinético de Pseudo-2ª Ordem. Portanto, os resultados mostraram que os adsorventes utilizados são, na sua maioria, eficientes na remoção dos ácidos graxos livres e que a concentração inicial de ácidos na amostra tem efeito direto sobre o desempenho da adsorção dos mesmos.
Abstract: This paper studied the adsorption of residual free fatty acids (carboxylic acids) present in distilled fractions from the Liquid Organic Product (PLO) obtained by thermal catalytic cracking of vegetable oil. The objective was to deacidification of distilled fractions obtained from the distillation of the PLO. The experiments were performed using different distilled fractions using three different adsorbents, y-Alumina, Red Mud Thermally activated (400 °C) and Red mud chemically activated with solutions of HCl in different concentrations (0.25, 1 and 2M). The adsorbent capacity relative to adsorption of free fatty acids was evaluated by means of kinetic studies, measuring the change in concentration of free fatty acids present before and after adsorption by determining the Acid Number. The results indicated that increasing the initial concentration of acids decreases the adsorption capacity of the adsorbent, showing that the process is less effective at higher concentrations. For experiments with different percentages of adsorbents seen that when using 0.5% adsorbent to obtain greater efficiency in the removal of fatty acids, which decreases with increasing percentage of adsorbent. The most efficient adsorbent was red mud activated with 1M HCl, which was obtained a reduction of 98% of the fatty acids to a sample with an initial acid number of 4 mg KOH/g. Mathematical modeling indicated that the kinetic model that best represents the process was the Pseudo Second- Order. Therefore, the results show that the adsorbents used are mostly effective in the removal of free fatty acids and the initial concentration of acids in the sample has a direct effect on the performance of adsorption thereof.
Keywords: Adsorção
Óleos vegetais
Desacidificação
Destilação
Ácidos graxos
Craqueamento termocatalítico
Alumina
Lama vermelha
CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA QUIMICA::PROCESSOS INDUSTRIAIS DE ENGENHARIA QUIMICA::PROCESSOS ORGANICOS
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Tecnologia
Program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química
Appears in Collections:Dissertações em Engenharia Química (Mestrado) - PPGEQ/ITEC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_DesacidificacaoFracoesDestiladas.pdf2,82 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons