Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/7714
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 28-Jun-2012
metadata.dc.creator: ANDRADE, Valéria Frota de
metadata.dc.contributor.advisor1: PACHECO, Agenor Sarraf
metadata.dc.contributor.advisor-co1: AMORIM, Ana Karine Jansen de
Title: Com a cara lavada e a mala nas costas: memórias e identidades na trajetória do Usina Comteporânea do Teatro (1989-2011)
Citation: ANDRADE, Valéria Frota de. Com a cara lavada e a mala nas costas: memórias e identidades na trajetória do Usina Comteporânea do Teatro (1989 – 2011). 2012. 180 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Arte, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Artes. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7714>. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação aborda a trajetória do grupo Usina Contemporânea de Teatro, criado em Belém do Pará em 1989, e que até hoje ainda desponta como um dos mais atuantes da cena teatral paraense. Com origem no movimento político estudantil, o grupo ocupou as ruas e centros comunitários, agregando, posteriormente, outras linhas de trabalho, como o teatro de animação e o teatro multimídia, em um contínuo processo de coautoria. A partir dos depoimentos de alguns dos seus fundadores, e dos mais diversos documentos impressos e imagéticos, a pesquisa explora a memória como possibilidade de reconstituir e atualizar vivências passadas, traduzindo aspectos de identidade do grupo sob a perspectiva metodológica da História Oral e da Análise de Documentos Escritos e Visuais. Tópicos da teoria do teatro são utilizados na abordagem dos espetáculos, e os conceitos de estrutura de sentimentos, de Raymond Williams, e de convívio teatral, de Jorge Dubatti, dão suporte à compreensão de que o Usina tem sua existência baseada em uma teia de relações de afetos, tensões e superações, configurando-se como um coletivo no qual os vínculos pessoais estiveram sempre na raiz dos processos criativos.
Abstract: This dissertation study the trajectory of the group Usina Contemporânea de Teatro, established on 1989 in Belém, and that even today still stands out as one of the most active in theater scene of Pará. Originated in the student political movement scene, the group occupied the streets and community centers, adding later, other lines of work, like animation theater and multimedia theatricals in a continuous co-authorship process. The research explores the group memory using the testimonies of some of its founders, and various documents and images, to restore and update past experiences, reflecting aspects of group identity from methodological Oral History and Analysis perspective. Topics of theater theory are used in the approach of the group experiences, and the concepts from structure of feeling, by Raymond Williams, and convivial theater, by Jorge Dubatti, support the comprehension that Usina has his existence based on a web of relationships affections, configuring the group as a collective in which personal ties have always been at the root of creative processes.
Keywords: Teatro - História
Identidade
Usina Contemporânea de Teatro
Belém - PA
Pará - Estado
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::TEATRO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências da Arte
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Artes
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Artes (Mestrado) - PPGARTES/ICA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ComCaraLavada.pdf9,36 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons