Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7764
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 11-May-2015
metadata.dc.creator: GOMES, Elói Biquer Silva Rosa
metadata.dc.contributor.advisor1: CAVALCANTI, Francisco Carlos da Silveira
Title: Estrutura e impacto da expansão da agroindústria canavieira sobre o mercado de terras no estado do Acre, Amazônia ocidental – Brasil
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: GOMES, Elói Biquer Silva Rosa. Estrutura e impacto da expansão da agroindústria canavieira sobre o mercado de terras no estado do Acre, Amazônia ocidental – Brasil. 2015. 147 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido.
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo trata da questão de mercado de terras rurais no Estado do Acre na Amazônia brasileira, foi selecionada uma região (a do Baixo Acre) especificamente para estudo de caso. A escolha desta área deve-se ao fato de que estão se desenvolvendo e expandindo intensamente nessa região atividades agropecuárias com maior destaque para a produção de cana-de-açúcar. O objetivo é estudar o impacto da expansão da agroindústria canavieira sobre o mercado de terras rurais na região do Baixo Acre no período de 2007 a 2013. Analisamos o impacto sobre variação de preços de terras, os efeitos sobre a ocupação do solo das principais culturas alimentares (arroz, feijão, milho e mandioca) e nas oscilações do preço do etanol praticado no Estado. Utilizamos para estudo analítico o banco de dados da UNICA, IBGE, FNP/Agrianual - que é um banco de dados que fornece as informações sobre preço de venda de terras de lavouras, pastagens e preços de arrendamentos por Estados e regiões do Brasil. O estudo permite concluir que apesar do avanço da área ocupada com a cultura da cana-de-açúcar na região, a redução da ocupação do solo concentra-se especificamente nas culturas de feijão e do arroz que tiveram uma diminuição significativa de área plantada, por outro lado houve um aumento considerável das áreas de plantio de mandioca e de milho. A situação se mostrou bastante preocupante no que se refere ao mercado de terras rurais nessa região, principalmente após o início das atividades agrícolas de plantio da cana-de-açúcar. Houve uma valorização considerável de terras rurais, nos primeiros anos das atividades da usina, os preços praticados na região do Baixo Acre chegaram a ser um dos mais caros do país, ficando apenas atrás do estado do Amapá. As terras destinadas as pastagens tiveram maiores valorizações, essa alta, ocorrida nas áreas de pastagens está fortemente ligada às atividades da usina de álcool na região, como a agroindústria arrenda terras que eram destinas para pecuária, os pecuaristas passaram a adquirir/demandar novas áreas para a criação de gado. Esse aumento da demanda por novas terras fez com que elas se valorizassem acima da média nacional. Consequentemente, esse processo exerce grande impacto sobre o meio ambiente, afetando principalmente o desmatamento. O estudo demonstrou que houve um aumento nas taxas do desmatamento não só na região, mas em todo o estado do Acre, inclusive em áreas de conservação ambiental, Reservas Extrativistas e terras indígenas. Ainda, o estudo nos permite concluir que a hipótese levantada de que a produção local de etanol tenderia a influenciar a redução do preço do álcool no estado não vem se confirmando, paradoxalmente, mesmo com a entrada em funcionamento da usina (já há mais de três anos), o Acre continua a ser o estado com preço mais alto do etanol no país, e a perspectiva é que mesmo com o aumento da produção nos próximos anos não deve verificar a redução nos preços do etanol porque a tendência é que o cenário no mercado nacional e internacional continuará aquecido nos próximos anos.
Abstract: This study deals with the question of the market of rural land in the Brazilian Amazon, for which was selected a specific region (the Lower Acre) as a case study. The choice of this area is due to the fact that it is developing and expanding heavily the agricultural activities with emphasis on the production of sugar cane in this region. This thesis aims to study the impact of the expansion of sugarcane on the market of rural land in the Region of Low Acre in the period 2007 to 2013. We analyzed the impact on the variation in land prices, the effects on the land use of the main food crops (rice, beans, corn and cassava) and the fluctuations of the price of ethanol practiced in the state of Acre. We used for this study the analytical database of UNICA, IBGE, FNP/Agrianual - which is a database that provides information on selling price of land for crops, pastures and prices of leases by states and regions in Brazil. The study allows us to conclude that in spite of the progress of the area occupied by the cultivation of sugar cane in the region, there has been a reduction of land occupation specifically for crops of beans and rice, but, on the other hand, there has been a considerable increase in the plantation areas of cassava and maize. The situation is quite worrying when it comes to the market of rural land in the region, especially after the start of agricultural activities of planting of sugar cane. There was a considerable enhancement of agricultural land, in the first years of the activities of the plantation. The prices in the region of Low Acre became to be one of the most expensive in the country, only behind the State of Amapá. The land designated for the pasture had higher valuations. This occurred because the areas of pasture are strongly linked to the activities of the plant of alcohol in the region. The agribusiness leased land that was reserved for pasture and the ranchers began to acquire/look for new areas for the creation of cattle. This increased demand for new land meant that they valorize above the national average. Consequently, this process has a major impact on the environment, affecting mainly the deforestation. The study showed that there was an increase in the rates of deforestation not only in the region, but throughout the State of Acre, including in areas such as environmental conservation, Extractive Reserves and indigenous lands. And finally, this study allows us to conclude that the hypothesis that the local production of ethanol would tend to influence the reduction in the price of alcohol in the State has not been confirmed. Paradoxically, even with the entry into operation of the plant (already more than three years), Acre continues to be State with the highest price of ethanol in the country, and the prospect is that even the increase of production in the upcoming years should not result in reduction of the price of ethanol because the trend is that the scenario in the domestic and international markets will remain turbulent in the coming years.
Keywords: Agroindústria canavieira
Latifúndio
Cana-de-açúcar
Álcool
Acre - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA AGRARIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Doutorado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_EstruturaImpactoExpansao.pdf2,14 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons