Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7789
Compartilhar:
Type: Tese
Issue Date: 31-Mar-2016
Authors: PINTO, Paulo Moreira
First Advisor: SIMONIAN, Ligia Terezinha Lopes
Title: Políticas públicas de turismo na Pan-Amazônia: processos de gestão local em áreas protegidas na tríplice fronteira do Brasil, Colômbia e Peru
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: PINTO, Paulo Moreira. Políticas públicas de turismo na Pan-Amazônia: processos de gestão local em áreas protegidas na tríplice fronteira do Brasil, Colômbia e Peru. 2016. 422 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido.
Resumo: A tese realiza análise comparativa sobre os processos de inserção da participação comunitária na gestão local e a sua repercussão em políticas públicas de turismo em áreas protegidas da tríplice fronteira do Brasil, Colômbia e Peru. Tal fato está centrado na premissa de que o fenômeno do turismo enquanto elemento da vida administrada, ou seja, de política, envolve uma série de processos de caráter formal e informal. Isto por que o pressuposto é de que o setor turístico – setor terciário da economia – encontra-se eivado das adequações mercadológicas que se apresentam como parte de sua gênese e, portanto, envoltas nas manifestações de relações de poder mais diversificadas. Desse modo, os segmentos distintos de prática da atividade turística também estão impregnados de relações de conflito. Decorrente disso é que as políticas públicas para o setor turismo, como em qualquer outra atividade administrada, encontram-se envoltas na centralidade do poder constituído espelhando suas ações e decisões. As modalidades novas de se realizar o deslocamento turístico, sobretudo as que estão ligadas ao uso dos recursos naturais, como o realizado em áreas protegidas, baseiam-se na sustentabilidade biossociocultural como maneira de mitigação dos impactos negativos da atividade. Nesse caso, as comunidades indígenas que habitam as áreas do interior ou entorno dessas áreas buscam ser incluídas nos processos de participação para fazer frente a lutas por direitos historicamente usurpados. Desse fato é que surgem as instâncias de gestão com descentralização como uma perspectiva de resistência ao establishment configurando um processo novo para a pesquisa em turismo. Assim como, a busca incessante por mercados novos proporciona a abertura de fronteiras conformando geopolíticas constantemente tencionadas e propensas a todo o tipo de conflitos e violências.
Abstract: The thesis carries out comparative analysis of the integration processes of community participation in local management and its impact on tourism public policies in protected areas of the triple frontier of Brazil, Colombia and Peru. This fact is centered on the premise that the tourism phenomenon as part of the administered life, that is politics, involves a series of formal and informal character of processes. This is because the assumption is that the tourism sector - Tertiary sector of the economy - is riddled marketing of adjustments that are presented as part of its genesis and therefore shrouded in the most diverse manifestations of power relations. Thus, the different segments of tourism practice are also steeped in conflict relations. Resulting from this is that public policies for the tourism sector, as in any given activity, are shrouded in the centrality of power constituted mirroring their actions and decisions. The new ways of conducting the tour displacement, particularly those linked to the use of natural resources, such as carried out in protected areas are based on biossociocultural sustainability as a way to mitigate the negative impacts of the activity. In this case, the indigenous communities living in the interior areas or around these areas seek to be included in the participation processes to cope with struggles for rights historically usurped. This fact is that come the management bodies with decentralization as an establishment resistance perspective setting up a new process for tourism research. As well as the constant search for new markets provides the opening constantly tensioned geopolitical conforming boundaries and prone to all kinds of conflicts and violence.
metadata.dc.description.resumen: La tesis realiza un análisis comparativo sobre los procesos de inserción de la participación comunitaria en la gestión local y su repercusión en las políticas públicas de turismo en áreas protegidas de la triple frontera de Brasil, Colombia y Perú. Tal hecho está centrado en la premisa de que el fenómeno del turismo en cuanto elemento de la vida administrada, o sea, de política, involucra una serie de procesos de carácter formal e informal. Esto se debe a que el supuesto es que el sector turístico –sector terciario de la economía- se encuentra plagado de las adecuaciones mercadológicas que se presentan como parte de su génesis y por lo tanto, envueltas en las manifestaciones de relaciones de poder más diversificadas. De este modo, los segmentos distintos de práctica de la actividad turística también están impregnados de relaciones de conflicto. Como resultado de esto es que las políticas públicas para el sector turismo, como en cualquier otra actividad administrada, se encuentran involucradas en las centralidad del poder constituido, reflejando sus acciones y decisiones. Las modalidades nuevas de ejecución del desplazamiento turístico, sobre todo las que están relacionadas con el uso de los recursos naturales, como el realizado en áreas protegidas, se basan en la sostenibilidad bio-sociocultural como forma de mitigar los impactos negativos de la actividad. En ese caso, las comunidades indígenas que habitan las áreas del interior o entorno de esas áreas buscan ser incluidas en los procesos de participación para hacer frente a las luchas por derechos históricamente usurpados. De ese hecho surgen las instancias de gestión con descentralización como una perspectiva de resistencia al establishment, configurando un proceso nuevo para la investigación en turismo. De la misma manera, la búsqueda incesante por mercados nuevos proporciona la apertura de las fronteras, conformando geopolíticas constantemente tensas y propensas a todo tipo de conflictos y violencias.
Keywords: Turismo
Política governamental
Turismo sustentável
Fronteiras
Política de turismo
Política pública
Áreas protegidas
Brasil - País
Colômbia - País
Peru - País
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::TURISMO
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::CIENCIA POLITICA::POLITICAS PUBLICAS
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
Program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido
Appears in Collections:Teses em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Doutorado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_PoliticasPublicasTurismo.pdf9.65 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons