Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8134
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 26-Mar-2014
metadata.dc.creator: RABELO, Natielle Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor1: GOMES, Bruno Duarte
metadata.dc.contributor.advisor-co1: ROCHA, Fernando Allan Farias
Title: Influência da glutationa (GSH) nos registros eletrorretinográficos de ratos wistar adultos
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: RABELO, Natielle Ferreira. Influência da glutationa (GSH) nos registros eletrorretinográficos de ratos wistar adultos. 2014. 60 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular.
metadata.dc.description.resumo: A glutationa (GSH) é uma molécula que intervêm em diversos processos biológicos, conhecida principalmente pela sua ação antioxidante. Atualmente, esse tripeptídeo constituído de glutamato, cisteína e glicina têm sido amplamente estudados pela sua possível ação como neurotransmissor e nuromodulador no CNS. No presente trabalho foi avaliada a ação dessa molécula através do eletrorretinograma, para avaliar a resposta em massa da retina, produzida após estimulação luminosa. Métodos: foram realizadas injeções intravítreas de GSH em diferentes concentrações (1, 5 e 10 mM) e de PBS (controle) em ratos Wistar. O protocolo de avaliação consistiu de 6 estímulos em diferentes condições de adaptação: resposta Escotópica de bastonetes e resposta Escotópica máxima, após adaptação ao escuro de pelo menos 12h; resposta Fotópica de cones, após 10 min de adaptação ao claro, com a utilização de filtros para a avaliação da subpopulações de cones UV e S; e a resposta ao estímulo de flicker em 12 Hz. Os principais parâmetros analisados foram as amplitudes das ondas –a e –b e seus respectivos tempos implícitos e a amplitude das ondas –b do flicker. RESULTADOS: os resultados mostram alterações nas respostas com a diminuição da amplitude da ondab do ERG em todos os estímulos. Quando realizado o teste de múltiplas comparações, foram observadas diferenças entre os grupos controle e GSH 5mM e GSH 10mM. Alterações na amplitude da onda-a só foram observados na resposta Escotópica máxima, com significativa diminuição da amplitude. Os tempo de latência das respostas não apresentaram alterações em nenhum grupo avaliado. DISCUSSÃO: as células de Muller na retina contém grande quantidade de GSH e podem atuar ativamente na modulação das respostas glutamatérgicas e glicinérgicas; além disso, já foi mostrado que a GSH induz a liberação de GABA na retina, o que pode explicar a diminuição das amplitudes observadas pela super-ativação de alguma via inibitória. CONCLUSÃO: o presente trabalho vem colaborar com a hipótese de que a GSH atue como neuromodulador no SNC, com significativas alterações inibitórias após sua administração na retina.
Abstract: Glutathione (GSH) is a molecule involved in many biological processes, known primarily for its antioxidant. Currently , this tripeptide composed of glutamate , cysteine and glycine has been widely studied for its possible action as a neurotransmitter in the CNS and nuromodulador . The present study evaluated the action of this molecule through the electroretinogram, to evaluate the mass response of the retina, produced after light stimulation. Methods: GSH intravitreal injections were performed at different concentrations (1 , 5 and 10 mM) and PBS ( control) in Wistar rats. The assessment protocol consisted of 6 stimuli in different conditions of adaptation: Scotopic response of rods and Scotopic maximal response after dark adaptation of at least 12h ; photopic cone response after 10 min of adaptation to the course, with the use of filters subpopulations for the evaluation of UV and S cones , and the response to the stimulus flicker at 12 Hz. The main parameters were the amplitudes of the waves -a and- b and their implicit time, and b-wave amplitude of the flicker. RESULTS: The results show changes in response, with decrease in b-wave amplitude of the ERG in all stimuli . When done the test of multiple comparisons, differences were observed between the control group and 5 mM GSH and 10 mM GSH . Changes in the amplitude of a-wave only observed in Scotopic maximal response, with a significant decrease in the amplitude. The latency time of the responses showed no changes in any individual group. DISCUSSION: The retinal Muller cells contains a large amount of GSH and may act actively in the modulation of glutamate and glycinergic responses, also has been shown that GSH induces the release of GABA in the retina, which may explain the decrease of the amplitudes observed by over- activation of an inhibitory pathway. CONCLUSION: The present work supporting the hypothesis that GSH acts as a neuromodulator in the CNS, with significant inibitory changes in the retina after administration .
Keywords: Glutationa
Retina
Eletrorretinograma
Neuromodulação
Rato como animal de laboratório
Ratos wistar
Ácido γ-aminobutírico
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Neurociências e Biologia Celular (Mestrado) - PPGNBC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_InfluenciaGlutationaRegistros.pdf1,9 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons