Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/8151
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorRABELO, Jhonatan Allan de Andrade-
dc.date.accessioned2017-04-12T12:37:24Z-
dc.date.available2017-04-12T12:37:24Z-
dc.date.issued2016-02-16-
dc.identifier.citationRABELO, Jhonatan Allan de Andrade. Fomento da autonomia na aprendizagem de inglês por meio do aconselhamento linguageiro: um estudo de caso sob a perspectiva ecológica. 2016. 112 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em Letras.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8151-
dc.description.abstractThis study aims at investigating the way in which language advising can contribute to the processes of autonomy development under the light of the Ecological Approach. In order to do so, I review the main concepts of those three theoretical groundings. The practices of language advising, which is a support offered to learners with the intent to foster their autonomy, are discussed from the lenses of the Ecological Approach – a new paradigm of postmodern Science which analyses its objects considering their complex character. (GIBSON, 1986; CUTTING, 1993; VAN LIER, 2004). It focuses on the investigation of the perceptions actors have of the elements in the environment, determining its affordances and constraints. The concepts presented by this approach might grant a new perspective to the study of autonomy and language advising. The research methodology which I use to guide this research is the Case Study. I describe the learning trajectory of an English learner. The instruments of data collection were the goals list, a document of the research group I belong; the recording of the advising sessions; the learning narrative and the learning journals written by the participant. The results show that the perception, interpretation and action over the affordances of the environment can be important parameters to autonomy fostering and assessment; and also that the language advisor may be a rich source of learning opportunities for language learners.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectLinguísticapt_BR
dc.subjectLíngua inglesa - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectAbordagem ecológicapt_BR
dc.subjectAconselhamento linguageiropt_BR
dc.titleFomento da autonomia na aprendizagem de inglês por meio do aconselhamento linguageiro: um estudo de caso sob a perspectiva ecológicapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Letras e Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICApt_BR
dc.contributor.advisor1SILVA, Walkyria Alydia Grahl Passos Magno e-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6129530461830312pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/6509834874936695pt_BR
dc.description.resumoEste trabalho visa investigar as contribuições do aconselhamento linguageiro para o processo de autonomização à luz da Abordagem Ecológica. Para tanto, reviso os conceitos principais destes três pressupostos teóricos. As práticas do aconselhamento, que é um suporte oferecido ao aprendente visando sua autonomização, são discutidas sob a ótica da Abordagem Ecológica – um novo paradigma da ciência pós-moderna que busca analisar os objetos tendo em vista seu caráter complexo (GIBSON, 1986; CUTTING, 1993; VAN LIER, 2004). Ela dedica-se à investigação da percepção dos atores sobre os elementos que compõem o ambiente, determinando propiciamentos e restrições. As noções introduzidas por esta abordagem oferecem uma nova maneira de estudar a autonomia e o seu fomento por meio dos processos de aconselhamento. A metodologia de que lanço mão para conduzir esta pesquisa é o Estudo de Caso, com o qual busco descrever a trajetória de aprendizagem de uma aprendente de inglês. Os instrumentos utilizados foram a ficha de metas, um dos documentos da pesquisa; as gravações das sessões de aconselhamento; a narrativa e os diários de aprendizagem escritos pela participante. Os resultados apresentados evidenciam que a percepção, interpretação e ação sobre os propiciamentos do ambiente podem ser importantes parâmetros para avaliação e fomento da autonomia; e que os próprios conselheiros linguageiros podem ser uma rica fonte de oportunidades de aprendizagem para seus aconselhados.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Letraspt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Letras (Mestrado) - PPGL/ILC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_FomentoAutonomiaAprendizagem.pdf1,29 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons