Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8390
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Metamorfismo das rochas pelíticas do segmento setentrional da faixa Paraguai-Araguaia
metadata.dc.creator: SILVA, José Maurício Rangel da
metadata.dc.contributor.advisor1: HASUI, Yociteru
metadata.dc.description.resumo: Dados petrográficos, petroquímicos e microestruturais foram empregados no estudo do metamorfismo da parte setentrional da faixa de dobramento Paraguai-Araguaia. Não obstante o nível de reconhecimento do trabalho, os dados são consistentes regionalmente. O metamorfismo atuou sobre rochas sedimentares composicionalmente semelhantes à mistura de folhelhos e grauvacas. Estruturas sedimentares relictas apontam uma origem sedimentar. A distribuição das associações minerais dentro do grupo baixo Araguaia daquela faixa de dobramentos mostra, de oeste para este, um zoneamento regional com sericita, clorita e biotita. Em torno de megaestrutura (com núcleo do suposto embasamento) existe a zona da granada. O terreno estudado e do tipo pressão-média a assemelha-se aos apalaches setentrionais e highlands da escócia. Metamorfismo e deformação são perfeitamente correlacionáveis. O pico do metamorfismo corresponde à cristalização de estaurolita e cianita, ultrapassa a deformação F2. O esfriamento do pacote metasedimentar propiciou a cristalização de biotita muscovita. O metamorfismo é atribuível a um ciclo polisfásico. As manifestações finais do metamorfismo datam do ciclo Brasiliano.
Abstract: Petrographic, petrochemical and microstructural data were used in the study of the metamorphism. In keeping with the work's scalé, the data .are regionally consistent. The metamorphism acted on sedimentary parent rocks, chemically similar to shales and greywacke admixtures. Relict sedimentary structures point to a sedimentary origin. The mineral assembrages distribution in Baixo Araguaia Group shows, from west to east, a regional metamorphic zoning with sericite, chlorite and biotite. Around megastructures (with supposed basement nucleus) a garnet zone has been recognized. The baric type is medium-pressure and corraspodds to Northern Appalachians and Scottish Highlands. Metamorphism and tectonic events are correlativa. The intensity of metamorphism, correspondingly to staurolite and kyanite crystallization, outlasts the deformation F2. The cooling of the meta sedimentary sequence brought out the biotite and muscovite crystallization. The metamorphism is referable to a polyphase cycle. The final manifestations .of the metamorphism belong to the Brasiliano Cycle.
Keywords: Metamorfismo (Geologia)
Rochas
Faixa Paraguai-Araguaia
Ciclo brasiliano
Cráton Amazônico
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Curso de Pós-Graduação em Ciências Geofísicas e Geológicas
Citation: SILVA, José Maurício Rangel da. Metamorfismo das rochas pelíticas do segmento setentrional da faixa Paraguai-Araguaia. 1980. 48 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Geociências, Belém, 1980. Programa de Pós-Graduação em Ciências Geofísicas e Geológicas.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8390
Issue Date: 20-Mar-1980
Appears in Collections:Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_MetamorfismoRochasPeliticas.pdf7.98 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons