Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://10.7.2.42:8080/jspui/handle/2011/8413
Tipo: Dissertação
Data do documento: 21-Jul-2016
Autor(es): EIRAS, Bruno José Corecha Fernandes
Primeiro(a) Orientador(a): COSTA, Rauquírio André Albuquerque Marinho da
Primeiro(a) coorientador(a): VERAS, Galileu Crovatto
Título: Efeito da salinidade e da frequência alimentar durante a larvicultura dos ornamentais amazônicos acará bandeira Pterophyllum scalare (SCHULTZE, 1823) e acará severo Heros severus (HECKEL, 1840)
Agência de fomento: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citar como: EIRAS, Bruno José Corecha Fernandes. Efeito da salinidade e da frequência alimentar durante a larvicultura dos ornamentais amazônicos acará bandeira Pterophyllum scalare (SCHULTZE, 1823) e acará severo Heros severus (HECKEL, 1840). 2016. 78 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal.
Resumo: Com o estudo objetivou-se avaliar o efeito da salinidade e da frequência de alimentação no crescimento, uniformidade e sobrevivência de pós-larvas de acará bandeira Pterophyllum scalare e acará severo Heros severus. Foram realizados dois experimentos em delineamento experimental inteiramente casualizado em esquema fatorial 5 x 2, com cinco diferentes concentrações de cloreto de sódio (0; 2; 4; 6 e 8 g L-1), duas frequências alimentares (2 e 4 vezes ao dia) e quatro repetições. Foi observado que a salinidade da água e a frequência alimentar influenciaram significativamente (p < 0,05) no comprimento do tronco e altura do corpo de larvas de acará bandeira. O diâmetro do olho foi influenciado (p < 0,05) apenas pela salinidade, enquanto que o comprimento padrão final, ganho de comprimento padrão, comprimento da cabeça, comprimento do tronco, comprimento pós-anal, altura da cabeça, altura do corpo, peso final, ganho de peso, taxa de crescimento específico e fator de condição alométrico diferiram significativamente (p < 0,05) pela frequência de alimentação. Na larvicultura do acará severo, houve diferença significativa (p < 0,05) no comprimento da cabeça, comprimento pós-anal, altura da cabeça e fator de condição alométrico pela salinidade e frequência alimentar. A salinidade da água influenciou significativamente (p < 0,05) o comprimento padrão final, ganho de comprimento padrão, comprimento do tronco, diâmetro do olho, altura do corpo, taxa de sobrevivência e uniformidade em peso. A frequência alimentar influenciou significativamente (p < 0,05) o peso final, ganho de peso e taxa de crescimento específico. Concluiu-se que as pós-larvas de acará bandeira podem ser cultivadas com salinidade de até 4 g L-1 sem problemas ao desenvolvimento e sobrevivência. Por outro lado, as pós-larvas de acará severo obtiveram melhor taxa de sobrevivência em água sem adição de sal. A frequência alimentar de quatro vezes ao dia com náuplios de Artemia é a mais recomendada para ambas as espécies.
Abstract: With the study aimed to evaluate the effect of salinity and feeding frequency on growth, uniformity and survival of the angelfish Pterophyllum scalare and banded cichlid post-larvae. Were conducted two experiments in a completely randomized in a factorial 5 x 2, with five different sodium chloride concentrations (0; 2; 4; 6 and 8 g L-1) and two feed frequency (2 and 4 times per day). It was observed the water salinity and feeding frequency influenced significantly (p < 0,05) in torso length and body height in the angelfish larviculture. The eye diameter, was affected (p < 0,05) only by salinity, while the final standard length, standard length gain, head length, torso length, post-anal length, head height, body height, final weight, weight gain, specific growth rate and allometric condition factor differed significantly (p < 0,05) only for the feeding frequency. In the banded cichlid larviculture, there was a significant difference (p < 0,05) in the head length, post-anal length, head height and allometric condition factor by salinity and feeding frequency. The water salinity influenced significantly (p < 0,05) the final standard length, standard length gain, torso length, eye diameter, body height, survival hate and uniformity in weight. The feeding frequency influenced significantly (p < 0,05) the final weight, weight gain and specific growth rate. It was concluded that angelfish post-larvae can be grown with salinity up to 4 g L-1 without problems for the development and survival. On the other hand, the banded cichlid post-larvae had better survival hate in water without salt add. The feeding frequency of four times a day with artemia nauplii is the most recommended for the both species.
Palavras-chave: Nutrição animal
Acará bandeira (Peixe)
Pterophyllum scalare
Acará severo (Peixe)
Heros severus
Peixe ornamental
Cloreto de sódio
Salinidade
Larvicultura
Larvas de peixe
Desenvolvimento larval
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA::AQUICULTURA::PISCICULTURA
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Universidade Federal Rural da Amazônia
Sigla da Instituição: UFPA
EMBRAPA
UFRA
Instituto: Campus Universitário de Castanhal
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Aparece nas coleções:Dissertações em Ciência Animal (Mestrado) - PPGCAN/Castanhal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_EfeitoSalinidadeFrequencia.pdf1,09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons

Ferramentas do administrador