Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8423
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 23-Aug-2013
Authors: FERNANDES NETO, Dário Lisboa
First Advisor: GUIMARÃES, Diva Anelie de Araújo
First Co-Advisor: MARQUES, José Ribamar Felipe
Title: Níveis de cálcio e fósforo na dieta de muçuã Kinosternon scorpioides (LINNAEUS, 1766) em diferentes fases de criação em cativeiro
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: FERNANDES NETO, Dário Lisboa. Níveis de cálcio e fósforo na dieta de muçuã Kinosternon scorpioides (LINNAEUS, 1766) em diferentes fases de criação em cativeiro. 2013. 83 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2013. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal.
Resumo: Na Amazônia o consumo de quelônios é muito mais do que uma simples maneira de se obter carne ou proteína é, também, parte da cultura. A criação em cativeiro de forma comercial é fundamental para combater a caça predatória e, consequentemente, evitar a extinção das espécies. Um maior conhecimento das exigências alimentares, quanto aos minerais, podem servir de base para formulações em dietas de quelônios, como alternativas para corrigir deficiências destes compostos nas rações fornecidas em cativeiro. Assim neste estudo objetivou-se determinar os níveis de cálcio para fase inicial e crescimento e níveis cálcio e fósforo e sua relação na fase adulta para muçuãs (Kinosternon scorpioides). Na fase inicial e de crescimento o delineamento foi Inteiramente casualizado, com cinco níveis de cálcio (4.7, 5.2, 5.7, 6.2 e 6.7%) com fósforo a 3,0%, com três repetições, contendo 4 e 2 animais por unidade experimental, respectivamente. Na fase adulta o delineamento foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 5x3, cinco níveis de cálcio (5.0, 5.7, 6.4, 7.1 e 7.7%) e três níveis de fósforo (2.6, 3.0, e 3.4 %), com três repetições contendo três animais por unidade experimental. Quinzenalmente os animais foram submetidos a pesagem e a biometria. Os dados foram processados utilizando análise de regressão por superfície de resposta. Na fase inicial a variação dos níveis de cálcio não influenciou nas variáveis respostas, sendo absorvido e desviado para o fortalecimento das partes osseas. Na fase de crescimento, o cálcio absorvido foi destinado ao desenvolvimento corporal dos muçuãs recomendando-se os níveis de 5,7% Ca com 3,0% P. Confirmou-se a relação cálcio e fósforo mantendo o melhor desempenho nos níveis de 1,92 ± 0,26 a 2.08 ± 0,18 Ca:P, recomendado-se o nível de 5,0% Ca e 2,6% P na fase adulta. Este estudo é pioneiro para a determinação de níveis minerais nas dietas da espécie Kinosternon scorpioides criados em cativeiro, fazendo-se necessário mais pesquisas, a fim de determinar outras exigências nutricionais desses animais, incentivando e viabilizando sua criação comercial.
Abstract: In the Amazon, the chelonian consumption is much more than a simple way to obtain meat or protein; it is also a part of culture. The captive breeding on a commercial basis is essential to oppose poaching and thus prevent the extinction of species. A greater Knowledge of nutritional requirements, regarding to minerals, can serve as a basis to formulate diets for turtles, as alternatives to correct deficiencies of these compounds in the feed provided in captivity. Therefore this study aimed to determine the calcium levels in the initial phase and growth and the relationship between calcium and phosphorus levels in adult phase of muçuãs (Kinosternon scorpioides). In the initial phase and growth the experimental design was fully randomized, with five levels of calcium (4.7, 5.2, 5.7, 6.2 e 6.7%), with phosphorus in 3%, with three repetitions, containing 4 and 2 animals per experimental unit, respectively. In the adult phase, the experimental design was fully randomized in factorial scheme 5x3, five levels of calcium (5.0, 5.7, 6.4, 7.1 e 7.7%) and three levels of Phosphorus (2.6, 3.0, e 3.4 %), with three repetitions containing three animals per experimental unit. The animals were submitted to weighing and biometrics fortnightly. The data were analyzed using regression analysis by response surface. In the initial phase the variation in calcium levels did not influence the variables response, being absorbed and diverted to the strengthening of the bony parts. In the growth phase, the absorbed calcium was destined to corporal development of muçuãs, recommending the levels of 5.7% Calcium (Ca) with 3.0% of Phosphorus (P). Confirmed the Calcium and Phosphorus relation maintaining the best performance at the levels of 1,92 ± 0,26 to 2.08 ± 0,18 Ca:P, it was recommended level of 5,0% Ca e 2,6% P in the adult phase. This study is pioneer to determine levels of minerals in the diet of the species Kinosternon scorpioides bred in captivity, making up necessary more researches to determine others nutritional requirements of these animals, encouraging and enabling its commercial creation.
Keywords: Muçuã
Kinosternon scorpioides
Tartaruga
Quelônio
Jurará
Criação de animais
Manejo produtivo
Nutrição animal
Suplementação alimentar
Alimento do animal
Alimentação e rações
Ilha de Marajó - PA
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL::AVALIACAO DE ALIMENTOS PARA ANIMAIS
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Universidade Federal Rural da Amazônia
Institution Acronym: UFPA
EMBRAPA
UFRA
Department: Campus Universitário de Castanhal
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
Appears in Collections:Dissertações em Ciência Animal (Mestrado) - PPGCAN/Castanhal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_NiveisCalcioFosforo.pdf1.67 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Admin Tools