Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8429
Compartilhar:
Tipo: Dissertação
Data do documento: 20-Mai-2014
Autor(es): FONSECA, Felipe Tameirão
Primeiro Orientador: BERNARDES, Thiago Fernandes
Primeiro coorientador: DOMINGUES, Felipe Nogueira
Título: Métodos e tempo de armazenamento sobre as características das plantas de cana de açúcar para alimentação animal
Agência de fomento: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citação: FONSECA, Felipe Tameirão. Métodos e tempo de armazenamento sobre as características das plantas de cana de açúcar para alimentação animal. 2014. 41 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal.
Resumo: Objetivou-se com o presente trabalho estudar métodos e tempo de armazenamento da cana de açúcar pós-colheita para ser utilizada na alimentação animal. A pesquisa foi composta por dois experimentos, os quais avaliaram plantas de cana de açúcar com ou sem palhas e ponteiros (CPP e SPP, respectivamente). Avaliadas em seis tempos de armazenamento pós-colheita (0; 2; 4; 6; 8; e 10 dias). Por meio de um delineamento inteiramente casualizado com três repetições em esquema de parcelas subdivididas. Características químicas, físicas e microbiológicas foram avaliadas. Em ambos os experimentos o tratamento SPP apresentou menor concentração de matéria seca, de fibra (FDN) e menores perdas de matéria seca (PMS) (P < 0,05). O tempo alterou o balanço de carbono (relação entre fotossíntese e respiração), com aumento da respiração no segundo dia de estocagem. O tempo também influenciou as PMS, tendo-se um aumento significativo no tratamento CPP. Os resultados mostram que as plantas de cana de açúcar podem ser armazenadas em galpões após o corte. O melhor método é por meio da retirada das palhas e ponteiros e por um período de até 6 dias. Caso haja necessidade de se manter o ponteiro e as palhas, estas plantas podem ser estocadas somente por 2 dias.
Abstract: This study determined the effects of methods and storage periods on characteristics of sugarcane for feeding ruminants. Two experiments were carried out to test plants of sugarcane with or without leaves (only stalks) during six storage times (0, 2, 4, 6, 8 and 10 days). A split-plot design was used. Treatments and time were considered main and sub-plot, respectively. The chemical, microbiological and physical characteristics were determined. Removal of leaves decreased dry matter, fibre (NDF) and dry matter losses (DML) for both experiments. The times influenced carbon balance (fluxes of photosynthesis and respiration), increasing respiration on second day of storage. The DML were also influenced by times, especially when leaves were removed. Overall, sugarcane plants can be storage at shed to avoid daily harvest. Storing only stalks is the best method. Stalks can be stored for a period of six days.
Palavras-chave: Cana-de-açúcar
Alimento do animal
Alimentação e rações
Armazenamento de alimentos
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::PASTAGEM E FORRAGICULTURA
CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Universidade Federal Rural da Amazônia
Sigla da Instituição: UFPA
EMBRAPA
UFRA
Instituto: Campus Universitário de Castanhal
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
Aparece nas coleções:Dissertações em Ciência Animal (Mestrado) - PPGCAN/Castanhal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_MetodosTempoArmazenamento.pdf1,06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons

Ferramentas do administrador