Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/8713
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 27-May-1982
metadata.dc.creator: MATTA, Milton Antonio da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: HASUI, Yociteru
Title: Evolução geológica da região de Tucuruí - Pará
metadata.dc.description.sponsorship: PRONUCLEAR - Programa de Formação de Recursos Humanos para o Setor Nuclear
CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Eletronorte - Centrais Elétricas do Norte do Brasil S/A
FINEP - Financiadora de Estudos e Projetos
Citation: MATTA, Milton Antonio da Silva. Evolução geológica da região de Tucuruí - Pará. 1982. 109 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Geociências, Belém, 1982. Programa de Pós-Graduação em Ciências Geofísicas e Geológicas.
metadata.dc.description.resumo: A parte setentrional da Faixa Araguaia acha-se exposta na região de Tucuruí-Para, tendo suas características estratigráficas, metamórficas, estruturais e magmáticas sido estudadas com o intuito de definir a sua avaliação geológica e contribuir para a compreensão da história geológica da Faixa como um todo. A unidade estratigráfica mais antiga da área é o Complexo Xingu, composto essencialmente de gnaisses e granitos, com xistos e anfibolitos subordinados. Essas rochas sofreram eventos estruturais e metamórficos policíclicos, sobre elas se desenvolveu durante o Proterozóico Médio o Grupo Tucurúi, tendo na base uma sequência de derramos basálticos toleíticos, que foi aqui designada de Formação Caraipé, e no topo um pacote de sedimentos grauváquicos, enfeixados na Formação Morrote. No ciclo Uruaçuano ocorreu a evolução da Faixa de Dobramentos Araguaia. Esta feição geotectônica é representada na área pela Formação Couto Magalhães (Grupo Tocantins), constituída por metassedimentos psamo-pelíticos. Estas rochas mostram metamorfismo regional de fácies xisto verde e estruturas geradas em duas etapas de deformação compatíveis com o nível estrutural inferior. Após o metamorfismo da Faixa Araguaia, a Formação Couto Magalhães foi palco de intrusões máficas e ultramáficas e, tardiamente, a Falha de Empurrão de Tucuruí se desenvolveu, lançando os metamorfitos do Grupo Tocantins sobre as unidades do Grupo Tucuruí. Este falhamento, além de impor uma série de feições estruturais nas litologias dos dois grupos referidos e nos magmatitos a eles associados, foi acomp-anhado por um evento de metamorfismo dinâmico desenvolvido em condições físicas de fácies xisto verde. Através do tratamento estatístico da densa população de falhas que corta a área, foi possível deduzir as direções de encurtamento e estiramento relacionadas com a deformação progressiva induzida pelo empurrão que se deu de E para W. Díques máficos pós-empurrão, de idade mesozóica, constituem o último evento magmático observado na área. Durante o Cenozóico a área foi palco de sedimentação terciária da Formação Barreiras, com camadas de areia, argila a níveis conglomeráticos. Uma reativação final foi responsável pelo fraturamento e falhamento mostrado pela Formação Barreiras. Sedimentos quaternários, principalmente aluvionares, constitum os depósitos mais recentes da região.
Abstract: The northern part of the Araguaia Belt is exposed in the Tucuruí region and their stratigraphic, structural, metamorphic and magmatic features had been studied aiming at contributing for the understanding of the geological evolution of the area. The oldest stratigraphic unit of the area is represented by the Xingu Complex, composed by gneisses and granitos and subordinated schists and anphibolites. These rocks show evidence of a polycyclic metamorphic and structural history. Over this unit, during the niddle Proterozoic, the Tucuruí Group was developed. The bottom of this unit is composed by a sequence of tholeiitic basal-tic flows which were hera enclosed in the Caripé Formation. The Morrote Formation, is made up of graywackes, and constitutes the upper part of the Tucurui Group. The geossinclinal evolution of the Araguaia Belt took place during the Uruaçuano Cycle. This geotectonic unit is represented in the studied area by the Couto Magalhães Formation (Tocantins Group) which comprises pelitic and psamitic metasediments. These rocks show a greenshist facies metamorphism and structures generated by two phases of deformation in conditions of lower structures level. After the metamorphism of the Araguaia Belt, the Couto Magalhães Formation acted as the place of mafic and ultramafic intrusion and, lately, the Tucuruí Fault thrusted the metamorphic rocks of the Tocantins Group over the Tucuruí Group lithotypes. This faulting, besides generating a. series of structural features in the both groups as well as in the later migmatites, has also induced a dynamic metamorphic event into the rocks under green-schist facies conditions. Through the statistic treatment of structural data from the denso fault population which cuts the area, it was possible to deduce the shertening and the eterlding directiors related to the progressivo deformation induced by the thrust faulting had acted from E to W. Post-faulting mafic dykes represent the last magmatic event related to the Mesozoic Era. During the Cenozoic the area was a place of Tertiary sedimentation (Barreiras Formation), with sand, clays and conglomeratic levels. A final reactivation was responsible for the fracturing and faulting showed by the Barreiras Formation lithotypes Quatérnaty deposits mostly alluvial sediments, are the final units of the area.
Keywords: Geologia
Metamorfismo
Rochas
Evolução geológica
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::ESTRATIGRAFIA
CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::GEOTECTONICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EvolucaoGeologicaRegiao.pdf6,71 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons