Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8761
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 12-May-2016
Authors: BRÍGIDO, Heliton Patrick Cordovil
First Advisor: DOLABELA, Maria Fâni
First Co-Advisor: MARINHO, Moacir do Rosario Marinho
Title: Estudos farmacognósticos, fitoquímicos e biológicos de Annona glabra L. (Annonaceae)
Citation: BRÍGIDO, Heliton Patrick Cordovil. Estudos farmacognósticos, fitoquímicos e biológicos de Annona glabra L. (Annonaceae). 2016. 121 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Saúde, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas.
Resumo: No presente trabalho, a Annona glabra foi submetida a estudos farmacognósticos, fitoquímicos e biológicos (atividade leishmanicida e antimicrobiana). Nos estudos farmacognósticos, utilizou-se os métodos descritos na Farmacopéia Brasileira V ed. (2010). O extrato etanólico (EE) foi obtido através de maceração descontínua do pó das cascas com etanol. Este foi submetido a fracionamento por partição líquido-líquido com hexano e metanol aquoso 10%, gerando-se as frações hexanica (FH) e metanólica (FM). A FM foi refracionada em coluna de Sephadex originando-se 46 frações, analisadas em CCD e reveladas com ácido Sulfúrico, Dragendorff e ultravioleta (360 nm) sendo reunidas em 5 grupos conforme o perfil cromatográfico. O Grupo 3 foi purificado em coluna cromatográfica em escala preparativa originando a amostra G3-1. O EE, FM, FH, Grupo 2 e G3-1 foram analisadas em CLAE-DAD. A amostra G3-1 foi submetida a análise em espectroscopia de massas e ressonância magnética nuclear (RMN). Na avaliação da atividade antimicrobiana utilizou-se os métodos da difusão em ágar (Escherichia coli, Staphylococcus aureus e Pseudomonas aeruginosa) e de microdiluição (CIM). O EE e suas frações foram submetidos ao ensaio da atividade leishmanicida (Leishmania amazonensis). O pó foi classificado como pó grosso e de baixa densidade com teor de cinzas e umidade estando dentro dos parâmetros estabelecidos pela Farmacopéia Brasileira. Em CLAE-DAD, os principais picos do EE e suas frações apresentaram no espectro de UV absorbâncias com ʎ entre 240 nm a 280 nm e ʎ entre 300 nm a 400 nm sugestivos respectivamente da banda II (anel A) e banda I (anel B) de flavonóides. A estrutura química de G3-1 foi identificada como sendo o flavonóide Rutina. No teste de difusão em ágar observou-se a formação de halos do EE e FM somente nas placas de Staphylococcus aureus. No ensaio de microdiluição verificou-se que o EE e a FM apresentaram CIM>1000 μg/mL, sendo assim, consideradas inativas. No ensaio antileishmania, o EE apresentou CI50>200 μg/mL. A FM e FH também apresentaram CI50>200 μg/mL, no entanto, inibiram o crescimento das promastigotas respectivamente em 20% e 33,7%. As subtrações Grupo 2 e G3-1 apresentaram CI50>200 μg/mL, porém, na concentração de 200 μg/mL inibiram o crescimento parasitário em aproximadamente 45%. O EE, suas frações e subfrações foram inativas frente as amastigotas de L. amazonensis, no entanto, a FH nas concentrações de 250 e 125 μg/mL inibiu a infecção em 39,1% e 18,7%. Em síntese, o EE e suas frações mostraram-se inativas nos ensaios antimicrobiano e leishmanicida, porém o fracionamento contribuiu para o aumento da atividade sugerindo que substâncias ativas devam estar em baixos teores no extrato e suas frações.
Abstract: In this study, the Annona glabra underwent pharmacognostic, phytochemicals and biological studies (leishmanicide and antimicrobial activity). In pharmacognostic studies, we used the methods described in Brazilian Pharmacopoeia V ed. (2010). The ethanolic extract (EE) was obtained by maceration of the powder batch of shells with ethanol. The extract was fractionated by liquid-liquid partition with hexane and 10% aqueous methanol resulting in hexane (HF), and methanol (MF) fractions. The MF was submitted to Sephadex column. This procedure resulted in 46 fractions that were analyzed in thin layer chromatography and revealed with sulfuric acid, Dragendorff, and ultraviolet (360 nm) being assembled into 5 groups according to their chromatographic profiles. Group 3 was purified by column chromatography on a preparative scale yielding the G3-1 sample. EE, MF, HF, Group 2 and G3-1 were analyzed by HPLC-DAD. The G3-1 sample was analysed by mass spectrometry and nuclear magnetic resonance (NMR). To evaluate the antimicrobial activity, methods of agar diffusion (Escherichia coli, Staphylococcus aureus and Pseudomonas aeruginosa) and microdilution (MIC) were used. The EE and its fractions were subjected to leishmanicide activity test (Leishmania amazonensis). The powder was classified as coarse and low-density, with ash and moisture contents within the parameters established by the Brazilian Pharmacopoeia. In HPLC-DAD, the main peaks of EE and its fractions were presented in UV absorption spectrum of 240 nm to 280 nm, and 300 nm to 400 nm suggestive respectively Band II (Ring A), and band I (ring B ) of flavonoid. The G3-1 chemical structure was identified as flavonoid rutin. In the agar diffusion test, we observed the formation of halos in EE and MF only in Staphylococcus aureus plates. In the microdilution assay, the EE and FM showed MIC> 1000 mg / mL, considered inactive. In antileishman test, the EE showed IC50> 200 / ml. The MF and HF also showed IC50> 200 / ml; however, they inhibited the growth of promastigotes respectively in 20% and 33.7%. The subtractions and G3-1 Group 2 showed IC50> 200 / ml, but the concentration of 200 / ml inhibited the parasite growth by approximately 45%. The EE, fractions, and subfractions were inactive against L. amazonensis amastigotes. However, the HF concentrations of 250 and 125 g / ml inhibited infection in 39.1% and 18.7%. In short, EE and its fractions were shown to be inactive in the antimicrobial and leishmanicide trials, but fractionation contributed to increase activity suggesting that active substances must be at low levels in extract and its fractions.
Keywords: Farmacologia
Fármacos e medicamentos
Fitoquímica
Plantas medicinais
Leishmanicida
Antimicrobianos
Farmacognóstico
Annona glabra
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA::ETNOFARMACOLOGIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Ciências da Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Farmacêuticas (Mestrado) - PPGCF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EstudosFarmacognóticosFitoquímicos.pdf2,85 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons