Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8818
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 23-Feb-2017
metadata.dc.creator: REIS, Fabíola do Socorro Figueiredo dos
metadata.dc.contributor.advisor1: LEAL, Izabela Guimarães Guerra
metadata.dc.contributor.advisor2: STALLAERT, Christiane
Title: Ficção e traduções de fãs na internet: um estudo sobre reescrita, colaboração e compartilhamento de fanfictions
Other Titles: Fictie en vertaling door fans op het internet: een studie over herschrijven, samenwerken en delen van fanfictie
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: REIS, Fabíola do Socorro Figueiredo dos. Ficção e traduções de fãs na internet: um estudo sobre reescrita, colaboração e compartilhamento de fanfictions. 2017. 207 f. Tese (Doutorado) - Universiteit Antwerpen, Bélgica; Universidade Federal do Pará, Belém, 2017. Programa de Pós-Graduação em Letras.
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho apresenta uma análise do processo de tradução das fanfictions (histórias de fãs) para a língua portuguesa, uma das inúmeras atividades praticadas por fãs em comunidades virtuais. Este processo apresenta sistemas e técnicas que se moldam em antigas práticas, com agentes que alternam de função de um momento a outro, adequando-se sem maiores problemas as mudanças na tarefa proposta. É necessário compreender como, nesta atividade, a fanfiction é duplamente reescrita – tanto quando os fãs (os leitores-autores) fazem uso de personagens de outros autores em novas histórias paralelas, quanto na tradução, pois, segundo Lefevere (1995), traduzir é sempre um ato de reescrita. Este estudo apresenta o conceito de reescrita antes de discutir outros aspectos relacionados à tradução de fanfictions, como o tempo de publicação de cada capítulo e/ou a relação entre leitor-autor da fanfiction original e seu(s) tradutor(es). Outro aspecto que esta pesquisa apresenta é que, na era digital, as relações entre as entidades como autor, leitor e tradutor se tornam complexas, uma vez que essas entidades não podem mais ser percebidas em sua forma fixa. Os papéis desempenhados por elas são intercambiáveis e essa maleabilidade é acentuada pelo uso das máquinas, o que confere a essas entidades a imagem de ciborgues: são autores, leitores e tradutores ao mesmo tempo. Dicotomias como as de autor e leitor, tradutor e leitor, leitor e revisor se modificam no ciberespaço. Com o crescimento do acesso à internet as perguntas relacionadas ao futuro da prática da escrita, leitura e tradução continuam aumentando: será possível que na época digital os limites entre escritor, leitor e tradutor sejam desfeitos e que realmente todos possam assumir esses papéis ao mesmo tempo? Do ponto de vista das ciências humanas, a era digital obriga a repensar categorias de trabalho tradicionalmente construídas em função de papéis diferenciados e separados por fronteiras nítidas, como as categorias de autor, leitor e tradutor. A aparição da internet possibilitou a criação de novos gêneros e promoveu o compartilhamento no ciberespaço daquilo que antes era restrito a apenas uma parte da população. O ciborgue é aquele ser que está tanto no mundo real quanto no mundo paralelo da internet, alguém que está por trás de uma máquina e que consegue se envolver virtualmente em diversos campos, publicando e interagindo com leitores e autores. O leitor-ciborgue por trás de um computador possui diversas funções e habilidades ao mesmo tempo. Em Modernidade Líquida (2001), Bauman explica que certos padrões de dependência e interação humana são maleáveis como um fluido. Essa é uma metáfora que pode ser usada para descrever os estudos literários e a era digital, com seus usuários fluindo em diversas direções e mudando o curso de categorias que antes eram pré-definidas, como as de autoria e tradução. A partir dessa noção de fluidez, esta tese lida com os conceitos de tradução e certas dicotomias, como leitura/autoria ou autoria/tradução, com a mesma liquidez que Bauman define nossos tempos. A tradução de fanfiction, o processo analisado neste trabalho, precisou ser retirada do mar da internet com uma rede de pescador (num corpus de cinco histórias das comunidades de fãs de Rurouni Kenshin, Crepúsculo e InuYasha) para ser estudada.
Abstract: This dissertation studies the translation process of fanfiction (fiction written by fans), one of the many activities practiced by fans in virtual communities. The study is based on a corpus of English texts that have been translated online into Portuguese. The study shows that, on the one hand, the translation process bears similarities to traditional translation practices and strategies while, on the other hand, the actors move flexibly between the different roles, adapting themselves easily to the various possibilities that a virtual environment offers. Characteristic of fanfiction in translation is that it is a dual process of 'rewriting': on the one hand, the creation by fans (readers / writers) of new stories based on existing characters and plots, and on the other hand, the translation itself, which can be described as a process of "rewriting". According to the definition of Lefevere (1995), all translation is a form of rewriting of an 'original', a process related to power relations embedded in a particular social context. After introducing the concept of translation as ‘rewriting’, the specific aspects of the translation of fanfiction as a process of 'rewriting' are analyzed, such as the temporal aspect (the ‘pace’ of translation) and the relationship between author / reader of fanfiction and his / her translator (s). The analysis makes clear that in the digital age, the relationship between entities such as author, reader and translator has become extremely complex and that these entities can no longer be considered or observed as fixed and distinct realities. The roles and functions that are observed are interchangeable and this plasticity is accentuated by the use of technology (machines), which transforms the actors into 'cyborgs', able to simultaneously assume the role of author, reader and translator. Traditional dichotomies such as ‘writer’ versus ‘reader’, ‘reader’ versus ‘translator’, or ‘translator’ versus ‘reviewer’ have changed substantially in cyberspace. The cyborg-translator is both part of the real world and the parallel world of the Internet; from behind of his / her machine he/she participates in various fields, assumes distinct roles and interacts with readers and writers. The generalized access to the Internet raises questions regarding the future of the practice of writing, reading and translating. Is it possible that the boundaries between writer, reader and translator will be erased in the digital age and that the different roles can be adopted simultaneously by the different actors? From the perspective of the humanities, the digital era requires us to reconsider traditional categories of division of labor separated from each other by sharp boundaries. The rise of the internet has created new genres and makes participation in the cyberspace possible to what was once limited to only part of the population. In Liquid Modernity (2001), Bauman states that patterns of human interaction and dependency, as compared to previous generations, have become malleable in an unimaginable way, but also that their shape - just like all liquids - does not remain stable. By analogy with this observation, we can say that some traditional dichotomies that once helped us to understand and analyze our society, are evaporating or beginning to merge one into another. Bauman’s metaphor can be applied to the study of literature and translation in the digital age, characterized by actors moving in different directions. By analogy with the notion of fluidity, this thesis based on a corpus of translations of fanfiction studies the changed roles of reader, author, and translator in the digital age and its significance for the traditional dichotomies of literature and translation studies.
Keywords: Estudos literários
Literatura e internet
Tradução e interpretação
Fan fiction – História e crítica
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Letras e Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Letras (Doutorado) - PPGL/ILC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_TravessiaPoeticaPacto.pdf1,43 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons