Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/8894
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorPAMPLONA, Matheus Jorge do Couto Abreu-
dc.date.accessioned2017-07-24T13:46:05Z-
dc.date.available2017-07-24T13:46:05Z-
dc.date.issued2017-06-01-
dc.identifier.citationPAMPLONA, Matheus Jorge do Couto Abreu. Entre sátiros e silenos: ou a dimensão trágica da filosofia no Banquete de Platão. 2017. 152 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2017. Programa de Pós-Graduação em Filosofia.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8894-
dc.description.abstractThis thesis aims at showing how philosophy, though negatively defined in the Symposium, brings with it a feature that is essentially tragic. Although in the athenian tragedy what we call tragic conflict was mainly set from the perspective of the difference between the human sphere and the divine, in Plato, on the contrary, such a conflict is so secularized that we can actually conceive through a philosophical process of education the possibility to overcome the contingencies of fate or whatever transcends human capacities. Otherwise, we may say that the failure of this task inevitably results in tragedy.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectFilosofia antigapt_BR
dc.subjectPlatão - Crítica e interpretaçãopt_BR
dc.subjectTragédiapt_BR
dc.subjectAmor platônicopt_BR
dc.titleEntre sátiros e silenos: ou a dimensão trágica da filosofia no Banquete de Platãopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Filosofia e Ciências Humanaspt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA::ETICApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA::HISTORIA DA FILOSOFIApt_BR
dc.contributor.advisor1SOUZA, Jovelina Maria Ramos de-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0475424515288539pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2535797747227870pt_BR
dc.description.resumoProcuraremos demonstrar como a atividade filosófica, ao ser definida negativamente no Banquete em função daquilo que ela não é e nem poderá ser, traz consigo um aspecto marcadamente trágico. Entretanto, se na tragédia ática o conflito trágico instituía-se principalmente a partir da diferença insuperável entre o humano e o divino, em Platão, ao contrário, tal conflito é de tal modo laicizado a ponto de concebermos, por meio de uma paideia filosófica, a possibilidade de vencer-se as vicissitudes do destino ou do que quer que transcenda as capacidades humanas. O fracasso desta tarefa sim, resulta fatalmente em tragédia.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Filosofiapt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Filosofia (Mestrado) - PPGFIL/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EntreSatirosSilenos.pdf1,05 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons