Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8954
Compartilhar:
Type: Tese
Issue Date: 18-Mar-2016
Authors: CORREIA, Rosa Lucia da Silva
First Advisor: ALENCAR, Edna Ferreira
First Co-Advisor: SILVEIRA, Flávio Leonel Abreu da
Title: Como os nêgos dos palmares: uma nova história de resistência na serra da Barriga - AL
Citation: CORREIA, Rosa Lucia da Silva. Como os nêgos dos palmares: uma nova história de resistência na serra da Barriga - AL. 2016. 251 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia.
Resumo: Esta pesquisa trata da luta pela liberdade dos sitiantes da Serra da Barriga, em União dos Palmares, Alagoas. O espaço abrigou o maior assentamento da América de escravos fugidos, o Quilombo dos Palmares, e por este motivo em 1986 foi reconhecido como patrimônio cultural e natural da nação. Em 1988 recebeu o título de Monumento Nacional, o que levou à desapropriação das terras locais para fins de estudos científicos diversos, reflorestamento e construção de um parque memorial, uma espécie de museu temático que se assemelha em arquitetura e paisagem à antiga edificação quilombola. Desde então os moradores, camponeses da Zona da Mata alagoana, uma das áreas de maior produção sucroalcooleira do Nordeste, estão vivenciando restrições de trabalho e ameaças de expulsão, por parte do Estado e do Movimento Negro. A situação é bem semelhante ao tempo que viviam sob o domínio dos usineiros locais e é significativamente também análoga, como eles mesmos afirmam, à que os negros dos Palmares viveram quando ali se instalaram, há mais de 300 anos, ao fugirem das plantagens de cana de açúcar para viverem em liberdade. A luta é pela sobrevivência, por terra e trabalho, garantias de liberdade para qualquer camponês e que foram negadas desde o tombamento da Serra da Barriga. A investigação etnográfica traz, portanto, as memórias de apropriação do espaço e as formas cotidianas de resistência destes sitiantes em conflito com o patrimônio nacional e a memória coletiva do Movimento Negro. Nessa empreitada, as teorias sobre o campesinato, especialmente no Nordeste, a campesinidade, as formas cotidianas da resistência camponesa e sobre a tríade memória, história e patrimônio foram vitais para essa questão.
Abstract: This research deals with the struggle for freedom of the besiegers of the Serra da Barriga, in União dos Palmares, Alagoas. The space housed the largest settlement of runaway slaves of America, the Palmares, and for this reason in 1986 was recognized as a cultural and natural heritage of the nation. In 1988 he received the title of National Monument, which led to the dispossession of local land for the purpose of several scientific studies, reforestation and construction of a memorial park, a sort of themed museum that resembles in architecture and landscape the old building quilombo. Since then the residents Zone peasants of Alagoas Mata, one of the areas of greatest sugarcane production in the Northeast are experiencing labor restrictions and threats of expulsion by the State and the Black Movement. The situation is very similar to the time lived under the rule of local mill owners and is significantly also similar, as they themselves say, to time of the blacks of Palmares that lived in the place there is over 300 years, to flee of plantagens sugar cane for to live in freedom. The fight is for survival, for land and labor, guarantees of freedom for any farmer, that have been denied since the patrimonialization of the Serra da Barriga. The ethnographic research brings, therefore, the ownership of memory space and the everyday forms of resistance the peasant in conflict with national heritage and collective memory of the Black Movement. In this endeavor, the theories about the peasantry, especially in the Northeast, the campesinidade, everyday forms of peasant resistance and the triad memory, history and heritage were vital to this issue.
Keywords: Etnografia
Conflito social
Patrimônio cultural
Quilombo dos Palmares
Brasil - História - Palmares, 1630-1695
Negros
Campesinidade
Serra da Barriga - AL
Alagoas - Estado
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::ANTROPOLOGIA::ANTROPOLOGIA DAS POPULACOES AFRO-BRASILEIRAS
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::SOCIOLOGIA RURAL
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia
Appears in Collections:Teses em Sociologia e Antropologia (Doutorado) - PPGSA/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_ComoNegosPalmares.pdf5.9 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons