Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9095
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 19-Nov-2014
metadata.dc.creator: SÁ, Nonato Márcio Custódio Maia
metadata.dc.contributor.advisor1: XAVIER, Marília Brasil
Title: Efetividade da atividade exercício sobre o componente de desempenho força muscular em pacientes hansênicos com incapacidade decorrente de dano neural nas mãos
Citation: SÁ, Nonato Márcio Custódio Maia. Efetividade da atividade exercício sobre o componente de desempenho força muscular em pacientes hansênicos com incapacidade decorrente de dano neural nas mãos. 2014. 131 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: A hanseníase é uma doença infecciosa de alto poder incapacitante. Na ausência de tratamento especializado produz incapacidade, alteração sensitiva e déficit de força muscular nas mãos. O objetivo foi investigar a efetividade de um protocolo de atividade exercício, sobre o componente de desempenho força muscular. Foi realizado um estudo de intervenção terapêutica, tipo aberto, self control, envolvendo pacientes hansênicos, procedentes da unidade de referência especializada (URE) Dr. Marcelo Cândia, Marituba – Pará. Foram avaliados 56 pacientes com incapacidade decorrente de dano neural nas mãos, dos quais 36 eram do sexo masculino e 20 do sexo feminino, na faixa etária de 19 – 60 anos, de baixa escolaridade e a maioria de desempregados, onde 17 concluíram o mínimo de 10 sessões de atividade exercício. As características clínicas apresentadas na maioria dos pacientes foram da forma clínica operacional multibacilar, queixa mais frequente de fraqueza muscular nas mãos, que realizaram poliquioterapia e apresentaram maior acometimento do nervo ulnar. Os pacientes tiveram as forças palmar e pinça trípode, lateral e polpa-a-polpa de ambas as mãos avaliadas com dinamômetros de Jamar® e Preston PinchGauge®, antes e após as intervenções com o protocolo de atividade exercício. Foi aplicado um protocolo específico através do uso de recursos terapêuticos que oferecem graus variados de força. Ao final das intervenções, as forças de preensão palmar e pinça trípode, lateral e polpa-a-polpa aferida nos 17 pacientes, foram encontradas diferenças significativas (p < 0,05) em todas as categorias nos escores do lado da mão dominante e não dominante, antes e após das intervenções com atividade exercício. Nas correlações das medidas de força palmar e pinça trípode, lateral e polpa-a-polpa nas mãos dominantes e não dominantes das categorias clínicas gênero, faixa etária, classificação operacional, incapacidade, reação hansênica e nervos acometidos, foram encontradas diferenças significativas (p < 0,05), com melhora dessas forças antes e após as intervenções com atividade exercício. Conclui-se que os pacientes com déficit de força muscular nas mãos por dano neural periférico, submetidos ao protocolo de atividade exercício, obtiveram resultados benéficos para o componente de desempenho força muscular, possibilitando importantes melhorias da autonomia, independência e qualidade de vida.
Abstract: Leprosy is a highly incapacitating infectious disease. In the absence of specialized treatment, it disables, alters sensitivity and weakens hands’ muscles. The main objective was to investigate the effectiveness of an exercise protocol had on muscle strength performance. A therapeutic intervention study was conducted, and it was classified as open, self-control and involving leprosy patients coming from a reference specialized place (URE - Unidade de Referência Especializada) Dr. Marcelo Cândia, Marituba - Pará. 56 patients with hands’ nerves damage disability were evaluated, of which 36 were male and 20 female, aged from 19 to 60 years, of poor education, mostly unemployed, which 17 completed the minimum of 10 exercises sessions. The clinical characteristics present in the majority of patients were: operating clinical multibacillary form, frequent complaint about hand’s muscle weakness - which held polychemotherapy and presented greater impairment on the ulnar nerve. The patients had their palmar grip and a variety of pinches’ strength measured on Jamar® and Preston PinchGauge® dynamometers before and after the exercise protocol intervention. A specific protocol was applied through the use of therapeutic resources that offer varying strength results. At the end of these interventions, the tested strength on those 17 patients was significantly different (p < 0,05) among all categories on both hands, before and after the exercise intervention. The conclusion is that the patients who have hands muscle strength deficit caused by peripheral nerve damage, subject to exercise protocol, obtained beneficial results for muscle strength performance component enabling significant autonomy, independence and quality of life improvements.
Keywords: Doenças infecciosas
Saúde pública
Reabilitação físico-funcional
Mãos - Dano neural
Hanseníase
Força muscular
Marituba - PA
Pará - Estado
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Doenças Tropicais (Doutorado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_EfetividadeAtividadeExercicio.pdf2,07 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons