Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/9101
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 6-Nov-2014
metadata.dc.creator: RODRIGUES, Luiz Carlos de Souza
metadata.dc.contributor.advisor1: VIEIRA, José Luiz Fernandes
Title: Marcadores de estresse oxidativo e concentrações de primaquina e carboxiprimaquina em pacientes com malária por Plasmodium vivax
Citation: RODRIGUES, Luiz Carlos de Souza. Marcadores de estresse oxidativo e concentrações de primaquina e carboxiprimaquina em pacientes com malária por Plasmodium vivax. 2014. 93 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: As alterações no ciclo redox eritrocitário tem sido associadas a fisiopatogenia da malária grave em modelos experimentais e em humanos. Entretanto, poucos estudos avaliaram mudanças no equilibrio redox em pacientes com malária por Plasmodium vivax sem gravidade, que representam a maioria dos casos da doença. Não foram caracterizadas as variações do dano oxidativo e a respectiva resposta antioxidante do hospedeiro humano durante a evolução da doença, quer seja, antes, durante e após a quimioterapia, assim como, não foram identificadas em cada fase, os responsáveis pela geração de espécies reativas de oxigênio e nitrogênio, quer sejam, a degradação do heme, o uso de antimaláricos ou a explosão respiratória de macrófagos. Este estudo objetivou estimar marcadores de dano oxidativo e as defesas antioxidantes assim como, os níveis de primaquina e carboxiprimaquina na malária por P. vivax. Para tanto, foram incluidos 38 pacientes de ambos os sexos, com diagnóstico positivo para malária por P. vivax acompanhados durante 28 dias, nos quais foram realizadas coletas seriais de amostras de sangue antes do tratamento (D0) e após 2(D2), sete (D7) e quatorze dias (D14). O dano oxidativo e a defesa antioxidante foram avaliados pela medida espectrofotométrica da metemoglobina e dos compostos reativos ao ácido tiobarbitúrico e da capacidade antioxidante total e glutationa reduzida, respectivamente. O grupo controle foi composto de 19 voluntários saudáveis pareados em proporção por sexo e idade. A primaquina e seu metabólito foram determinados por cromatografia líquida de alta eficiência. Os resultados indicaram maior incidência da doença em indivíduos do sexo masculino em idade produtiva. Os parâmetros hematológicos mantiveram-se constantes no decorrer do estudo, apesar de monocitose e discreta plaquetopenia. A avaliação bioquímica mostrou redução significativa da fração HDL do colesterol. Os níveis de metemoglobina foram associados ao uso de antimaláricos, pois foram semelhantes ao grupo controle, e aumentaram no decorrer do tratamento. Os compostos reativos ao ácido tiobarbitúrico foram associados a presença de parasitas, pois foram maiores em comparação ao grupo controle, e não variaram de forma significativa após administração dos fármacos. A capacidade antioxidante total e o índice de estresse oxidativo foram semelhantes durante o estudo, assim como, com o grupo controle. Os teores de glutationa reduzida diminuiram signifcativamente no decorrer do experimento em relação ao grupo controle e não houve correlação com a parasitemia. A primaquina não se acumulou significativamente no organismo humano no decorrer do estudo e suas concentrações e da carboxiprimaquina não se associaram a metemoglobinemia e aos níveis de compostos reativos ao ácido tiobarbitúrico.
Abstract: The changes in redox cycle has been associated with the physiopathology of severity of malaria in experimental models and in humans. However, a few studies evaluated the changes in redox equilibrium of patients with no severe malaria by P.vivax, which comprise the majority of the cases of disease. The variations of oxidative damage and the respective antioxidant response of human host were not compared before, during and after chemotherapy. Also, the mechanisms responsible by the generation of free radical in each phase that is, the heme degradation, respiratory burst of macrophages or antimalarials uses, were not determined. The objective of this study was to estimate the levels of biomarkers of oxidative damage and the respective antioxidant response, as well as primaquine and carboxyprimaquine whole blood levels in malaria by P. vivax. Therefore, were enrolled 38 patients with slide confirmed infection by P. vivax followed by 28 days. Serial blood samples were collected on pre-doses samples (D0) and on D2, D7 and D14. The oxidative damage and the antioxidant defense were estimated by the spectrophotometric measures of thiobarbituric acid reatives substances and methemoglobinemia, and by total antioxidant capacity and reduced glutathione, respectively. The control group consisted of 19 healthy volunteers matched for age and gender ratio. Primaquine and its major metabolite were determined by high performance liquid chromatography. The results revealed that the disease occurred in male patients of working age. Haematological parameters remained constant during the study. Biochemical evaluation showed a significant decrease in HDL-cholesterol levels during the study. Methemoglobinemia was associated with antimalarials uses, because the levels were similar to control group and increased significantly during the treatment. The levels of thiobarbituric acid reatives substances were associated with plasmodium and probably respiratory burst of macrophages, because they were higher than control group on D0, and no significant changes were observed after antimalarials usage. Total antioxidant capacity and oxidative stress levels were similar during the study as well as in the control group. The levels of reduced glutathione decreased significantly during the study and doesn’t be associated with both parasitaemia. Primaquine does not show a significant accumulation, and the concentrations of parent drug and its carboxyl metabolite were not associated with methemoglobinemia and thiobarbituric acid reatives substances levels.
Keywords: Doenças infecciosas
Malária
Plasmodium vivax
Primaquina
Carboxiprimaquina
Stress oxidativo
Antimaláricos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA::PROTOZOOLOGIA DE PARASITOS::PROTOZOOLOGIA PARASITARIA HUMANA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA::FARMACOLOGIA GERAL::FARMACOCINETICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Doenças Tropicais (Doutorado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_MarcadoresEstresseOxidativo.pdf2,17 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons