Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/9112
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 17-Jul-2015
metadata.dc.creator: SILVA, Dorotéa de Fátima Lobato da
metadata.dc.contributor.advisor1: SOUSA, Rita Catarina Medeiros
Title: “Citomegalovírus: diversidade genética e pesquisa de resistência antiviral em pacientes imunodeficientes da cidade de Belém”
Citation: SILVA, Dorotéa de Fátima Lobato da. “Citomegalovírus: diversidade genética e pesquisa de resistência antiviral em pacientes imunodeficientes da cidade de Belém”. 2015. 135 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: O citomegalovírus (CMV) é uma das principais causas de morbimortalidade em pacientes imunodeprimidos, devido seu mecanismo de latência e reativação que comumente ocorre nas imunodeficiências. Análises genéticas demonstram que a virulência das cepas pode estar relacionada à diversidade genotípica. O principal objetivo desse estudo foi descrever o perfil soroepidemiológico e a diversidade genética do CMV por meio da detecção mutações que conferem resistência viral ao ganciclovir em pacientes imunodeficientes da cidade de Belém. Foi analisado um total de 672 amostras, sendo: 243 portadores do HIV/aids, 257 pacientes neoplásicos, 112 transplantados renais e 60 portadores de LES. A soroprevalência de anticorpos para o CMV foi correspondente a 96,1% e os índices de infecção ativa de 2,4% (n=16) inferior ao observado pelo método da qPCR que correspondeu a 15,63%. As diferenças nos índices de infecção deve-se a baixa sensibilidade (5,71%) do método sorológico comprovado no Screening Test. A pesquisa de mutações foi feita em 82 amostras pelo método do pirosequenciamento, sendo amplificado um fragmento de 741pb do gene UL97, entre os nucleotídeos 1087 – 1828. Foi observado que 100% (n=82) das amostras apresentavam duas mutações com alteração de aminoácidos, no códon 596 (E596K), e outra no códon 604 (S604F). A mutação S604F não foi encontrada em outras sequências virais do geneBank. Outras dez mutações ocorreram entre os códons 377 e 594 em oito amostras, entre elas a mutação A594V em um paciente transplantado renal que evoluiu a óbito. Concluiu-se que a prevalência de anticorpos e o perfil epidemiológico do grupo foram equivalentes aos observados em populações de países em desenvolvimento; os índices de infecção viral estão relacionados à reativação viral, sendo subestimados pela sorologia; a análise de sequência demonstrou importante diversidade genética nas amostras examinadas; a detecção da mutação A594V sugere circulação de cepas com mutação de resistência.
Abstract: Cytomegalovirus (CMV) is one of the most common cause of morbidity and mortality in immunocompromised patients because its latency and reactivation mechanism that commonly occurs in immunodeficiencies. Genetic analysis showed that the virulence of the strains may be related to genotypic diversity. The main objective of this paper was to describe the seroepidemiology profile and genetic diversity of CMV by detecting mutations that confer viral resistance to ganciclovir in immunodeficient patients from Belém city.A total of 671 samples were analyzed: 243 HIV/AIDS, 257 neoplastic patients, 112 kidney transplant and 60 people with SLE. The seroprevalence of antibodies was 96.1% and active infection and levels of 2.4% (n = 16) lower than that observed by qPCR method which corresponded to 15.63%. Differences in infection rates due to low sensitivity (5.71%) of the serological method demonstrated in screening test. The mutation research was made in 82 samples for pyrosequencing method, a 741pb segment of the UL97 gene was amplified, between 1087-1828 nucleotides. It was observed that 100% (n = 82) of samples had two mutations in amino acid in codon 596 (E596K) and another one in codon 604 (S604F). The S604F mutation was not found in other viral sequences from GenBank. Ten other mutations occurred between codons 377 and 594 in eight samples, including the A594V mutation in a renal transplant patient who ended up dying.It was concluded that the prevalence of antibodies and the epidemiological profile of the group were similar to those observed in populations of developing countries; the viral infection rates are related to viral reactivation, being underestimated by serology; sequence analysis revealed significant genetic diversity in the samples examined; detection of A594V mutation suggests circulating strains with resistance mutation.
Keywords: Diversidade genética
Soroepidemiologia
Citomegalovírus
Soroprevalência
Resistência antiviral
Belém - PA
Pará - Estado
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA::GENETICA MOLECULAR E DE MICROORGANISMOS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Doenças Tropicais (Doutorado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_CitomegalovirusDiversidadeGenetica.pdf2,5 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons