Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9140
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 25-May-2012
metadata.dc.creator: BARBOSA, Sheyla Fernanda da Costa
metadata.dc.contributor.advisor1: SOUSA, Maisa Silva de
Title: Soroprevalência da infecção pelo vírus linfotrópico de células T humanas em portadores de doenças linfoproliferativas atendidos no Hospital Ophir Loyola, Belém, Pará
Citation: BARBOSA, Sheyla Fernanda da Costa. Soroprevalência da infecção pelo vírus linfotrópico de células T humanas em portadores de doenças linfoproliferativas atendidos no Hospital Ophir Loyola, Belém, Pará. 2012. 88 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: Cerca de 20% da incidência mundial de câncer em humanos é atribuída à infecção por vírus chamados de oncovírus, dentre estes, destaca-se o Vírus Linfotrópico de Células T Humanas tipo 1 (HTLV-1). Este vírus está associado a várias patologias, entre as mais estudadas estão a Paraparesia Espástica Tropical Mielopatia Associada ao HTLV (PET/MAH) e a Leucemia Linfoma de Células T do Adulto (LLTA). O HTLV-1 é endêmico em várias regiões do mundo, com maior concentração de casos no sul do Japão, enquanto o HTLV-2 tem sido encontrado em maior frequência entre usuários de drogas endovenosas nos Estados Unidos e na Europa, e entre populações nativas das Américas. No Brasil, o HTLV 1 encontra-se distribuído por todo o território nacional. O objetivo desta pesquisa foi determinar soroprevalência da infecção pelo Vírus Linfotrópico de Células T Humanas em portadores de Doenças Linfoproliferativas atendidos no Hospital Ophir Loyola, Belém, Pará. A população deste estudo foi composta por 364 pacientes com diagnóstico de doença linfoproliferativa (Linfoma de Hodking, Linfoma não Hodking e Leucemias Linfóides Crônicas e Agudas), atendidos no período de janeiro de 2005 a dezembro de 2011. Utilizou-se o teste de ELISA para o exame sorológico e confirmou-se um caso pela técnica de PCR. A soroprevalência da infecção pelo HTLV nesta população foi de 3,17%, o estudo molecular de um caso mostrou tratar-se da infecção pelo HTLV tipo 1. Todos os indivíduos soro-reagentes foram diagnosticados como Linfoma não Hodgkin de células T (p=0.0021). Entre estes, a manifestação inicial da doença ocorreu após os 30 anos de idade, a média de idade foi de 43,75 anos e a maioria eram mulheres. Conclui-se que a prevalência de HTLV no grupo estudado está de acordo com os estudos sobre infecção por HTLV entre leucemias e linfomas.
Abstract: About 20% of the worldwide incidence of cancer in humans is attributed to infection by viruses called oncovirus, among them stands out Lymphotropic Virus Human T type 1 (HTLV-1). This virus is associated with several pathologies, among the most studied are paraparesis Tropical Spastic Associated Myelopathy HTLV (HAM / TSP) and the Leukemia Lymphoma, Adult T Cells (ATLL). The HTLV-1 is endemic in many regions of the world, with the highest concentration of cases in southern Japan, while HTLV-2 has been found in greater frequency among intravenous drug users in the United States and Europe, and among native populations of Americas. In Brazil, HTLV 1 is distributed throughout the national territory. The objective of this research was to determine seroprevalence for T-Lymphotropic Virus Human Lymphoproliferative Disease in patients treated at Ophir Loyola Hospital, Belém, Pará The study population consisted of 364 patients diagnosed with lymphoproliferative disease (Hodgkin's lymphoma, Hodgkin lymphoma and non Leukemias Acute and Chronic Lymphoid), treated between January 2005 and December 2011. We used the ELISA test for serological examination and a case was confirmed by PCR. The seroprevalence of HTLV infection in this population was 3.17%, the molecular study of a case showed that it was of HTLV type 1. All serum-reactive individuals were diagnosed as non-Hodgkin lymphoma T cells (p = 0.0021). Among these, the initial manifestation of the disease occurred after the age of 30, the average age was 43.75 years and the majority were women. It is concluded that the prevalence of HTLV in the group studied is consistent with studies of HTLV between leukemias and lymphomas.
Keywords: Doenças infectocontagiosas
Doenças linfoproliferativas
Infecção por HTLV
Soroprevalência
HTLV
Câncer
Belém - PA
Pará - Estado
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::CANCEROLOGIA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_SoroprevalenciaInfeccaoVirus.pdf2,1 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons