Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9142
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2011
metadata.dc.creator: MATTOS, Wardie Atallah de
metadata.dc.contributor.advisor1: CARNEIRO, Irna Carla do Rosário Souza
metadata.dc.contributor.advisor-co1: BICHARA, Cléa Nazaré Carneiro
Title: Fatores associados a letalidade na fungemia neonatal em UTI de hospital de ensino na Região Norte do Brasil
Citation: MATTOS, Wardie Atallah de. Fatores associados a letalidade na fungemia neonatal em UTI de hospital de ensino na Região Norte do Brasil. 2011. 81 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2011. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: Candidemia é uma das infecções nosocomiais mais comuns nas unidades de cuidados intensivos. Em neonatos, principalmente os prematuros de muito baixo peso (1500g<) e de extremo baixo peso (1000g<) a candidemia representa importante causa de morbidade e mortalidade. Este estudo teve como objetivos avaliar os fatores de risco para candidemia relacionados à letalidade, definir a mortalidade geral e a letalidade atribuída à candidemia nos recém-nascidos internados em hospital de referência materno-infantil da região norte do Brasil durante período de observação de janeiro de 2008 a dezembro de 2010. De modo retrospectivo, foi realizado estudo do tipo caso-controle aninhado para o estudo dos fatores de risco associados ao óbito e tipo caso-controle para análise da letalidade atribuída, através da revisão da microbiologia e registros clínicos correspondentes dos neonatos com diagnóstico confirmado de candidemia através de hemocultura. A Infecção da Corrente Sanguínea por Candida spp ocorreu em 34 neonatos, sendo cerca de 58,8% com peso igual ou abaixo de 1500g e 41,2% acima de 1500g. A idade gestacional foi igual ou abaixo de 32 semanas em 38,2% dos recém-nascidos e cerca de 61,8% acima de 32 semanas. Candida albicans foi identificada em 9 pacientes (26,5%), Candida parapsilosis em 9 pacientes (26,5%), Candida glabrata em 1 paciente (2,9%) e em 15 pacientes (44,1%) não houve a identificação da espécie de Candida. Como fator de risco associado à letalidade a dissecção venosa esteve presente em 8 pacientes (23,5%) p=0,0331. Os pacientes com fungemia apresentaram uma chance de aproximadamente 12 vezes maior de evoluir pra óbito em relação aos controles sem fungemia. A letalidade atribuída a fungemia foi de 26,4% dos casos e a mortalidade global por candidemia foi de 52,9%. Os dados obtidos demonstraram que a dissecção venosa foi um fator de risco significante para a letalidade nos neonatos com candidemia. Os demais fatores de risco não estiveram associados à letalidade. A ocorrência da fungemia aumenta significativamente a chance de um recém-nascido prematuro internado em unidade de terapia intensiva evoluir a óbito independente de qualquer outra variável clínica.
Abstract: Candidemia is one of the most common nosocomial infections in intensive care units. In newborns, especially premature very low birth weight (1500 g <) and extremely low birth weight (1000g <) with candidemia is an important cause of morbidity and mortality. This study aimed to evaluate the risk factors for candidemia-related mortality, set the overall mortality and mortality attributed to candidemia in neonates hospitalized in a referral hospital maternal and child health in northern Brazil during the observation period January 2008 to December 2010. In order retrospective study was conducted nested case-control study for risk factors associated with death and case-control analysis of mortality attributed to, by reviewing the microbiology and corresponding clinical records of neonates with a confirmed diagnosis of candidemia by blood culture. The Blood Stream Infection by Candida spp occurred in 34 neonates, of which about 58.8% with weight equal to or less than 1,500 g and 41.2% over 1500 g. Gestational age was equal to or below 32 weeks in 38.2% of newborns and approximately 61.8% over 32 weeks. Candida albicans was identified in 9 patients (26.5%), Candida parapsilosis in 9 patients (26.5%), Candida glabrata in one patient (2.9%) and 15 patients (44.1%) there was no identifying the species of Candida. As a risk factor associated with lethality venous dissection was present in 8 patients (23.5%) p = 0.0331. Patients with fungemia had a chance of approximately 12 times more likely to evolve to death compared to controls without fungemia. Mortality attributed to fungemia was 26.4% and overall mortality for candidemia was 52.9%. The data showed that the venous dissection was a significant risk factor for mortality in neonates with candidemia. Other risk factors were not associated with mortality. The occurrence of fungemia significantly increases the chance of a premature newborn hospitalized in the intensive care unit death evolve independent of any other clinical variable.
Keywords: Infecção fúngica
Neonatologia
Fungemia
Candidemia
Infecções nosocomiais
Candidíase
Recém-nascidos
Unidade de Terapia Intensiva
Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará
Pará - Estado
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::EPIDEMIOLOGIA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::PEDIATRIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_FatoresAssociadosLetalidade.pdf1,33 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons