Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9222
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2012
metadata.dc.creator: GOMES, Janildes Maria Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: SOUZA, Givago da Silva
Title: Diminuição da sensibilidade ao contraste espacial de luminância em sujeitos com história de uso de terapia medicamentosa anti-tuberculose
Citation: GOMES, Janildes Maria Silva. Diminuição da sensibilidade ao contraste espacial de luminância em sujeitos com história de uso de terapia medicamentosa anti-tuberculose. 2012. 65 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Imperatriz, 2012. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: Os fármacos isoniazida e etambutol, medicamentos comumente utilizados no tratamento de casos de tuberculose, reconhecidamente, provocam danos à visão dos pacientes que os utilizam. Assim, considerando-se a visão um sentido tão importante na qualidade de vida dos seres humanos, e ainda que o contraste de luminância espacial têm sido considerada um bom marcador biológico de avaliação da visão, o presente estudo objetivou comparar a sensibilidade ao contraste espacial de luminância de pacientes com histórico de uso dos fármacos mencionados, com os sujeitos saudáveis. A pesquisa foi realizada nos municípios de Imperatriz, Balsas, Davinópolis e Governador Edson Lobão, todos no estado do Maranhão, no período compreendido entre 2009 à 2012. Trata-se de um estudo transversal, analítico, caso controle. Participaram deste estudo três grupos de investigação: grupo controle, composto por 40 pessoas sem histórico do uso de medicamentos antituberculostático, ou qualquer disfunção visual; grupo tratado com somente isoniazida, composto por 19 sujeitos; e grupo tratado com a associação de isoniazida e etambutol com 18 sujeitos. Para avaliação da sensibilidade ao contraste dos sujeitos em estudo foi utilizado um monitor de tubo de raios catódicos de 21” cuja tela do mesmo apresentava as dimensões de 6,0x5,0 graus de ângulo visual. A comparação das sensibilidades ao contraste nas diferentes frequências espaciais entre os três grupos estudados mostrou que existiu diferença significativa entre os grupos (ANOVA duas vias de medidas repetidas, teste post-hoc de Tukey, p < 0,05). O grupo controle apresentou valores de sensibilidade ao contraste espacial de luminância superiores que aqueles apresentados pelo grupo de sujeitos tratados com isoniazida nas frequências espaciais de 10 e 15 cpg. O grupo controle também apresentou valores de sensibilidade ao contraste espacial de luminância superiores àqueles apresentados pelo grupo de sujeitos tratados com a combinação etambutol e isoniazida nas frequências espaciais de 4, 6, 10, 15 e 20 cpg. Não houve diferença de sensibilidade ao contraste espacial de luminância entre os dois grupos de sujeitos expostos a terapia medicamentosa em nenhuma frequência espacial.
Abstract: The drugs isoniazid and ethambutol, usually administed for tubercolosis treatment, are well known to cause damage in the visual system of the patients that use them. As vision is an important sense for the quality of life and the luminance contrast is considered a good biomarker for visual evaluation, the present study aimed to compare the contrast sensitivity estimated from subjects that used anti-tuberculosis drug therapy and age-matched healthy subjects. The study was performed in Imperatriz city, Balsas city, Davinópolis city and Governador Edson Lobão city, in Maranhão state, Brazil from 2009 to 2012. The current study had a transversal, analytic, and case control profile. Three group of subjects participated from the present study: Control group (n=40), group of subjects treated with isoniazid (n = 19), and group of subjects that used isoniazid associated with ethambutol (n=18). It was used a CRT monitor, 21”, 6 x 5 degrees of visual angle to investigate the contrast sensitivity function. The comparison of the contrast sensitivities at different spatial frequencies among the three studied groups showed statistical differences (Two-way ANOVA, Tukey test, p < 0,05). Control group had higher contrast sensitivity at 10 and 15 cpd than the group that used only isoniazid as drug therapy for tuberculosis treatment and control group had higher contrast sensitivity at 4, 6, 10, 15 and 20 cpd than the group the received isoniazid and ethambutol together. There were no differences between the groups that received anti-tuberculosis therapy.
Keywords: Doenças oculares
Tuberculose
Etambutol
Isoniazida
Terapia medicamentosa anti-tuberculose
Contraste de luminância espacial
Maranhão - Estado
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE SAUDE PUBLICA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA::ANALISE E CONTROLE E MEDICAMENTOS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_DiminuicaoSensibilidadeConstraste.pdf1,79 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons