Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9370
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 29-Feb-2016
Authors: IGREJA, Monique Feio
First Advisor: COSTA, Alda Cristina Silva da
Title: Tecnologia e interações na Amazônia paraense: um estudo com jovens da ilha de Murutucu – Belém/PA
Citation: IGREJA, Monique Feio. Tecnologia e interações na Amazônia paraense: um estudo com jovens da ilha de Murutucu – Belém/PA. 2016. 170 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Cultura e Amazônia. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9370>. Acesso em:.
Resumo: A presente pesquisa objetiva analisar as formas que se estabelecem as interações mediadas pelo smartphone entre jovens moradores da ilha de Murutucu, localizada no município de Belém, estado do Pará, que vivem em uma realidade marcada pela transição entre urbano e rural na Amazônia paraense. Na escuta dos jovens, realizamos uma pesquisa qualitativa, composta por observação direta participante, entrevistas e questionários semiestruturados, envolvendo questões relativas às interações (GOFFMAN, 2012), contempladas em três níveis analíticos: socioculturais, espaço-temporais e tecnológicas. A rotina dos componentes deste estudo se desdobra entre Murutucu e Belém, para onde precisam se deslocar cotidianamente com o objetivo de estudar, adquirindo, assim, diferentes percepções espaço-temporais e novas formas de sociabilidades (SIMMEL, 2006). Nesse sentido, os jovens estão inseridos no contexto das novas ruralidades (CARNEIRO, 2012), entendidas a partir da junção entre elementos presentes na cultura local e a incorporação de novos hábitos e técnicas. Murutucu tem dinâmicas particulares em seu contexto: é entrecortada pelos chamados furos, não conta com ruas que conectem suas residências, nem possui espaços institucionalizados de lazer que integrem os jovens locais. Dessa forma, o acesso à Internet, facilitado com o uso dos smartphones, adquire um papel fundamental nas interações tecidas pela população juvenil, pois este dispositivo permite uma mobilidade informacional que não é limitada pela mobilidade física. O smartphone, com sua característica ubíqua, portátil e móvel, insere os jovens de Murutucu em uma mobilidade ampliada e é entendido como uma forma de midiatização, que configura usos diversificados. Porém, a utilização de aparatos tecnológicos e a consequente ampliação de formas de interação não implicaram na perda de vínculo dos jovens com o espaço habitado. A ilha lócus desta pesquisa é considerada como detentora de elementos essenciais ao modo de vida dos jovens, tais como a segurança, a tranquilidade e o silêncio, que revelam sentidos de intenso pertencimento ao local de origem. Para os sujeitos que compõem este estudo, a tecnologia é tida como uma verdadeira redentora, que traz a salvação da manutenção de suas relações interpessoais, mas não é utilizada para reverberar as problemáticas existentes em Murutucu, que não tem acesso a serviços que satisfaçam as necessidades humanas básicas, como educação, saúde, sistema hídrico e de saneamento. O smartphone é relacionado pelos entrevistados como um meio de comunicação e transpõe as limitações físicas presentes no território da ilha. Dessa forma, a juventude costuma interagir amplamente no ambiente virtual.
Abstract: This research aims to examine the ways that interactions are established and mediated by smartphones among young islanders of Murutucu, located in the city of Belem, state of Pará, living in a reality marked by the transition between urban and rural in the Amazon of Pará. Listening to the young people, we conducted a qualitative study, consisting of direct observations, interviews and semi-structured questionnaires, involving issues related to communicative interactions (GOFFMAN, 2012), contemplated in three analytical levels: sociocultural, spatio-temporal and technological. The routine of the components of this study unfolds between Murutucu and Belém, where they have to travel daily in order to study, acquiring that way different spatio-temporal perceptions and news forms of sociabilities (SIMMEL, 2006). This way, the young people studied are framed in the category covering the new ruralities (CARNEIRO, 2012) that can be translated from the junction of elements present in the local culture and the incorporation of new habits and techniques. Murutucu has particular dynamics in its context: it is intersected by so-called holes; it does not have streets that connect their homes or have play areas that integrate the local youngsters. In this context, access to the Internet, facilitated with the use of smartphones, acquires a fundamental role in the interactions woven by the young population, because this device allows an informational mobility that is not limited by physical mobility. The smartphone, with its omnipresent, portable and mobile features inserts the youngsters of Murutucu in a larger mobility and is understood as a form of media coverage, which sets diverse uses. However, the use of technological devices and the consequent expansion of forms of interaction did not result in a loss of the bond of the young people with the inhabited place. The local island of this research is considered owner of essential elements of the way of life of the young people, such as security, tranquility and silence, revealing an intense sense of belonging to the place of origin. For the subjects that make up this research, the technology is seen as a redeeming truth that brings salvation, maintaining their interpersonal relationships; however, it is not used to reverberate existing problems in Murutucu who do not have access to services that meet the basic human needs such as education, health, water and sanitation system. The smartphone is relationed by the interviewed as a mean of communication and transposes the limitations present in the territory of the island. This way, the youth usually interact in a wide form in the virtual environment.
Keywords: Comunicação e tecnologia
Smartphone
Jovens
Ilha de Muturucu
Amazônia paraense
Interação social
Tecnologia - Aspectos sociais
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Letras e Comunicação
Program: Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Cultura e Amazônia
Appears in Collections:Dissertações em Comunicação, Cultura e Amazônia (Mestrado) - PPGCOM/ILC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_TecnologiaIntercaoesAmazonia.pdf6.87 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons