Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9507
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 4-Nov-1995
metadata.dc.creator: SILVA, Francisco Hermes Santos da
metadata.dc.contributor.advisor1: SISTO, Fermino Fernandes
Title: Análise da interferência de dois procedimentos na aprendizagem operatória
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: SILVA, Francisco Hermes Santos da. Análise da interferência de dois procedimentos na aprendizagem operatória. 1995. 112 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, 1995. Programa de Pós-Graduação em Educação. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9507>. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O objetivo do trabalho foi analisar dois processos de intervenção com vistas à aprendizagem operatória. No primeiro, foi aplicado a técnica do conflito cognitivo e no segundo, o conflito cognitivo associado à formação de possíveis. Nossa hipótese foi que o segundo processo apresentaria melhores resultados que o primeiro, haja vista que Piaget afirmou que a formação dos possíveis precede as operações concretas. Trabalhamos com 20 crianças com idade entre 6 e 7 anos aplicando 10 sessões nos dois grupos de 10 crianças cada. Foram feitas análises comparativas dos dados coletados nas duas intervenções levando em consideração, cinco aspectos : 1) Estudo das intervenções quanto à aquisição da conservação de massa; 2) estudo das diferenças entre G.I.C. (Grupo de intervenções com conflito cognitivo) e G.I.C.P. (grupo de intervenções mistas de conflito cognitivo e formação de possíveis) quanto aos indícios e estabilidade das condutas operatórias; 3) estudo das diferenças entre G.I.C. e G.I.C.P. quanto aos tipos de argumentos operatórios apresentados pelos sujeitos; 4) Análise do período de transição entre não-operatoriedade e operatoriedade e 5) estudo das diferenças entre G.I.C. e G.I.C.P. quanto aos argumentos operatórios em função do número de sessões com condutas intermediárias. Nossa hipótese não foi confirmada do ponto de vista quantitativo. No entanto, embora a intervenção com conflito associado à formação de possíveis não tenha se mostrado quantitativamente melhor que o conflito cognitivo, a técnica mostrou-se válida como instrumento pedagógico na aquisição da operatoriedade, uma vez que apresentou resultados satisfatórios com diferenças em relação ao outro grupo quanto à velocidade dessa aquisição e menor produção de argumentos operatórios.
Abstract: The objective of this study was to analyze two processes of intervention with a view toward operatory learning. In the first, the technique of cognitive conflict was applied and in the second, cognitive conflict associated with the formation of possibles. Our hypothesis was that the second process would present better results than the first, having seen that Piaget affirmed that the formation of possibles preceeds concrete operations. We worked with 20 children between the ages of 6 and 7 applying 10 sessions in two groups of 10 children. Comparative analyses of the data collected in the two interventions were made by taking into consideration five aspects: 1. a study of the interventions in terms of the acquisition of conservation of mass; 2. a study of the differences between IGC (Intervention Groups with Cognitive Conflict) and IGCP (Mixed Intervention Groups of Cognitive Conflict and Formation of Possibles) in terms of the indices and stability of operatory conduct; 3. a study of the differences between IGC and IGCP in terms of the types of operative arguments presented by the subjects; 4. analysis of the period of transition between non-operativeness and operativeness; and 5. studies of the differences between IGC and IGCP in terms of the operative arguments in function of the number of sessions with intermediary conducts. Our hypothesis was not confirmed from a quantitative point of view. However, while the intervention with conflict associated with the formation of possibles was not quantitatively demonstrated better than cognitive conflict, the technique was demonstrated valid as a pedagogical instrument in the acquisition of operativeness, since it presented satisfactory results with differences in relation to other groups being in terms of velocity of this acquisition and lesser production of operative arguments.
Keywords: Aprendizagem
Criatividade
Conflito (Psicologia)
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: PSICOLOGIA EDUCACIONAL - UNICAMP
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Estadual de Campinas
metadata.dc.publisher.initials: UNICAMP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Educação – FE/UNICAMP
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE/UNICAMP
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/251587
Appears in Collections:Dissertações em Educação (Mestrado) - PPGE/UNICAMP

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AnaliseInterferenciaDois.pdf2,7 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons