Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9525
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 18-Oct-2017
metadata.dc.creator: FREITAS, Milena Silva de
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA FILHO, Manoel da
Title: Caracterização vocal de pacientes portadores de Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES)
Citation: FREITAS, Milena Silva de. Caracterização vocal de pacientes portadores de Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES). 2017. 59 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2017. Programa de Pós-Graduação em Neurociências Biologia Celular. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9525>. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) é uma doença crônica caracterizada por dano tecidual progressivo. Nas últimas décadas os novos tratamentos aumentaram muito a vida útil dos pacientes com LES. Isso cria uma alta demanda para identificar os sintomas gerais associados ao LES e desenvolver terapias que melhorem sua qualidade de vida sob cuidados crônicos. Nós hipotetizamos que os pacientes com LES deveriam apresentar sintomas disfônicos. Dado que os distúrbios da voz podem reduzir a qualidade de vida, a identificação de uma potencial disfonia relacionada ao LES pode ser relevante para a avaliação e o manejo desta doença. Medimos os parâmetros vocais GRBAS em pacientes com LES e no grupo controle. Os pacientes com LES também preencheram um questionário relatando déficits vocais percebidos. Os pacientes com LES tiveram uma intensidade vocal significativamente menor e uma HNR ruim, bem como aumento dos valores de jitter e shimmer. Todos os parâmetros subjetivos da escala GRBAS foram significativamente anormais em pacientes com LES. Além disso, a grande maioria dos pacientes com LES (29/36) relatou pelo menos um déficit vocal percebido, com déficits mais prevalentes sendo fadiga vocal (19/36) e rouquidão (17/36). Os déficits de voz auto relatados foram altamente correlacionados com os scores de GRBAS alterados. Além disso, os scores de danos nos tecidos nos diferentes sistemas de órgãos correlacionaram-se com os sintomas disfônicos, sugerindo que algumas características da disfonia relacionada ao LES se devem a danos nos tecidos. Nossos resultados mostram que uma grande fração de pacientes com LES sofre de disfonia perceptível e pode se beneficiar da terapia de voz para melhorar a qualidade de vida.
Abstract: Systemic lupus erythematosus (SLE) is a chronic disease characterized by progressive tissuedamage. In recent decades, novel treatments have greatly extended the life span of SLE patients. This creates a high demand for identifying the overarching symptoms associated with SLE and developing therapies that improve their life quality under chronic care. We hypothesized that SLE patients would present dysphonic symptoms. Given that voice disorders can reduce life quality, identifying a potential SLE-related dysphonia could be relevant for the appraisal and management of this disease. We measured objective vocal parameters and perceived vocal quality with the GRBAS (Grade, Roughness, Breathiness, Asthenia, Strain) scale in SLE patients and compared them to matched healthy controls. SLE patients also filled a questionnaire reporting perceived vocal deficits. SLE patients had significantly lower vocal intensity and harmonics to noise ratio, as well as increased jitter and shimmer. All subjective parameters of the GRBAS scale were significantly abnormal in SLE patients. Additionally, the vast majority of SLE patients (29/36) reported at least one perceived vocal deficit, with the most prevalent deficits being vocal fatigue (19/36) and hoarseness (17/36). Self-reported voice deficits were highly correlated with altered GRBAS scores. Additionally, tissue damage scores in different organ systems correlated with dysphonic symptoms, suggesting that some features of SLE-related dysphonia are due to tissue damage. Our results show that a large fraction of SLE patients suffers from perceivable dysphonia and may benefit from voice therapy in order to improve quality of life.
Keywords: Disfonia
Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES)
Voz
Fonoaudiologia
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Neurociências e Biologia Celular (Mestrado) - PPGNBC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_CaracterizacaoVocalPacientes.pdf973,17 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons