Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/9663
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 24-Jun-2016
metadata.dc.creator: RIBEIRO, Francisco Michael de Brito
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, Marilena Loureiro da
metadata.dc.contributor.advisor-co1: MORAES, Sérgio Cardoso de
Title: Educação ambiental e gestão participativa em unidades de conservação: estudo de caso na área de proteção ambiental da Fazendinha, Macapá-AP
Citation: RIBEIRO, Francisco Michael de Brito. Educação ambiental e gestão participativa em unidades de conservação: estudo de caso na área de proteção ambiental da Fazendinha, Macapá-AP. 2016. 118 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Meio Ambiente, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9663>. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa teve como propósito analisar de que forma as ações de Educação Ambiental foram capazes de contribuir para a gestão ambiental participativa na APA da Fazendinha; e, ainda, se propôs a realizar uma análise acerca da percepção dos moradores sobre a ação institucional do órgão gestor da unidade, bem como seu envolvimento na gestão da APA. A concepção de educação ambiental, adotada neste trabalho, baseia-se nos pressupostos teóricos de Frederico Loureiro, segundo o qual debate sobre a gestão participativa em Unidades de Conservação (UC) através da educação ambiental transformadora. Em relação a concepção de Gestão Participativa, adotou-se os pressupostos de José Quintas que argumenta sobre a educação no processo de gestão pública. Como método de abordagem foi adotado o Estudo de caso, e para a análise o método quali-quantitativo. As informações empíricas foram registradas em forma analógica por meio de questionários, com questões estruturadas e semi-estruturadas; e, em formato digital com extensão MP3. Os arquivos de áudio foram transcritos para arquivos de texto no formato txt. Já os dados dos questionários foram tabulados no banco de dados do software SPSS v15 (Statistical Package for the Social Sciences). Participaram da pesquisa pessoas de referência de 150 famílias que residem na APA, além de membros do Conselho Gestor da APA e técnicos da SEMA. Como resultado foi possível constatar que a UC não possui Plano de Manejo, o que contribui para engendrar vários conflitos ambientais como: a degradação ambiental decorrente da expansão urbana e das atividades predatórias (desmatamento, queimada, caça, lixo, poluição, etc.); possui um Conselho Gestor que não se reúne com frequência e consequentemente não consegue executar suas atribuições institucionais. Ainda pode-se mencionar a gerência ineficiente do órgão gestor da APA que não monitora e fiscaliza a unidade. Verificou-se, ainda, que a EA tem pouco contribuído para a consolidação da gestão ambiental da unidade pelos seguintes fatores: ações de educação ambiental esporádicas e pontuais, falta de continuidade nas ações; não envolvimento da comunidade local no planejamento e implementação das ações de educação ambiental, assim como a baixa efetividade do Conselho e o do Órgão Gestor que pouco interagem e se articulam com a comunidade local na busca de uma gestão participativa. Portanto, é importante que o órgão gestor compreenda a Educação Ambiental como uma alternativa de orientação e gestão para unidade, além de ser vista como uma estratégia de política pública ambiental, baseada na gestão participativa entre o poder público e os atores locais (moradores, lideranças, Associação, Cooperativas, etc.), para que juntos discutam e decidam os rumos da APA da Fazendinha, podendo assim, fortalecer a gestão ambiental da UC e conduzi-la a sustentabilidade.
Abstract: This research aimed to analyze how the actions of Environmental Education were able to contribute to participatory environmental management in APA Fazendinha; and also proposed to carry out an analysis of the perception of residents about the institutional action of the unit managing body, as well as their involvement in the management of the APA. The concept of environmental education, adopted in this work, is based on the theoretical assumptions of Frederick Loureiro, according to which debate on participatory management of Conservation Units (UC ) by transforming environmental education. Regarding the design of participatory management, we adopted the assumptions of José Quintas who argues about education in public management process. As a method of approach the case study was adopted, and for analyzing the qualitative and quantitative method. Empirical data were recorded in analog form through questionnaires, with structured and semi- structured questions; and digital format MP3 extension. The audio files were transcribed into text files in .txt format. Already the data from the questionnaires were tabulated in the software database SPSS v15 (Statistical Package for Social Sciences). The participants were people Reference 150 families residing in the APA, as well as members of the Management Board of the APA and technicians of the SEMA. As a result it was found that the UC does not have Management Plan, which helps to engender several environmental conflicts such as environmental degradation due to urban expansion and predatory activities (deforestation, burning, hunting, waste, pollution, etc.); It has a Management Council that does not meet frequently and therefore can not perform their institutional duties. Still can mention the inefficient management of the APA governing body that does not monitor and supervise the unit. There was also that EA has little contributed to the consolidation of environmental management unit the following factors: environmental education sporadic and occasional, lack of continuity in the actions; no involvement of the local community in the planning and implementation of environmental education, as well as the low effectiveness of the Council and the Governing Body that interact little and articulate with the local community in search of a participatory management. Therefore, it is important that the governing body understand environmental education as an alternative guidance and management to drive, in addition to being seen as an environmental public policy strategy, based on participative management between the government and local stakeholders (residents, leaders, Association, cooperatives, etc.), so that together discuss and decide the course of the APA Fazendinha and can thus strengthen the environmental management of UC and lead to sustainability.
Keywords: Educação ambiental
Áreas de conservação de recursos naturais
Gestão ambiental
Desenvolvimento sustentável
Macapá (AP)
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: GESTÃO DOS RECURSOS NATURAIS E DESENVOLVIMENTO LOCAL
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: GESTÃO AMBIENTAL
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO AMBIENTAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Meio Ambiente
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia (Mestrado) - PPGEDAM/NUMA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EducacaoAmbientalGestao.pdf2,17 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons