Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/9691
Tipo: Dissertação
Data do documento: 18-Set-2016
Autor(es): RODRIGUES, Giselle Viegas Dantas
Primeiro(a) Orientador(a): MATHIS, Adriana de Azevedo
Título: Políticas empresariais “sociais” implementadas em comunidades atingidas por projetos minerometalúrgicos no estado do Pará
Agência de fomento: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citar como: RODRIGUES, Giselle Viegas Dantas. Políticas empresariais “sociais” implementadas em comunidades atingidas por projetos minerometalúrgicos no estado do Pará. 2016. 157 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em Serviço Social. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9691>. Acesso em:.
Resumo: Este trabalho se propõe a analisar as políticas empresariais “sociais” implementadas em comunidades atingidas por projetos minero-metalúrgicos. Seu principal objetivo é identificar como as políticas estão estruturadas, quais são as estratégias de comunicação utilizadas, e quais são os impactos socioambientais causados nas comunidades atingidas. Utilizou-se a teoria social crítica para análise dos dados e informações obtidos neste estudo, o qual envolveu empresas mineradoras das três mesorregiões que compõem o estado do Pará. Na pesquisa empírica foram entrevistados representantes das comunidades, do governo, das empresas e das organizações privadas, valendo-se das seguintes ferramentas metodológicas: observação in loco/entrevistas, diário de campo, redação e transcrição das entrevistas, análise e sistematização das entrevistas, e redação da dissertação. Os principais resultados da pesquisa indicam que a postura “socialmente responsável” afirmada pelas empresas passa pela necessidade de criar consensos nas comunidades, minorar a pobreza local e estabelecer a legitimação da empresa sobre o território; que as metodologias estratégicas de comunicação tem influenciado no modo de pensar e de agir dos atingidos pela mineração e dos profissionais envolvidos, devido abstraírem as condições de vida materializadas na cotidianidade e criarem conceitos ilusórios para explicar a realidade daqueles que sofrem os impactos socioambientais dos projetos minero-metalúrgicos; e que apesar do crescimento econômico gerado pela mineração e do investimento em políticas empresariais para mitigação dos impactos socioambientais nos municípios pesquisados, as comunidades atingidas por projetos minero-metalúrgicos continuam sofrendo com violações de direitos e acirramento das desigualdades no âmbito social, político, econômico, cultural, territorial e laboral.
Abstract: This research aims to analyze the “social” corporate policies implemented in communities affected by mining-metallurgical projects. Its main objective is to identify how policies are structured, what communication strategies are used, and what are the socio-environmental impacts caused in affected communities. Critical social theory was used to analyze the data and information obtained, which involved mining companies from the three mesoregions that make up the state of Pará. In the empirical research, representatives of communities, government, corporate companies and private organizations were interviewed using the following methodological tools: on-site observation/interviews, field diary, writing and transcription of interviews, analysis and systematization of interviews, and essay writing. The main results of the research indicate that the "socially responsible" stance affirmed by the corporate companies is based on the need to create consensuses in the communities, to reduce local poverty and to establish the legitimacy of the company over the territory; and also that strategic communication methodologies have influenced the way of thinking and acting of those affected by the mining and the professionals involved, due to the existence of life conditions materialized in everyday life and create illusory concepts to explain the reality of those who suffer the socio-environmental impacts of mining-metallurgical projects. In addittion, it is concluded that despite the economic growth generated by mining and the investment in “social” corporate policies to mitigate socio-environmental impacts in the cities surveyed the communities affected by mining-metallurgical projects continue to suffer from violations of rights and intensification of social, political, economic, cultural, territorial and labor inequalities.
Palavras-chave: Política organizacional
Política empresarial social
Responsabilidade social da empresa
Estratégia de comunicação
Impacto socioambiental
Violação de direitos humanos
Imerys Rio Capim Caulim
Barcarena (PA)
Companhia Vale do Rio Doce
Canaã dos Carajás (PA)
Mineração Rio do Norte
Oriximiná (PA)
Área de Concentração: SERVIÇO SOCIAL, TRABALHO E POLÍTICAS SOCIAIS
Linha de Pesquisa: SERVIÇO SOCIAL E TRABALHO NA AMAZÔNIA
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Ciências Sociais Aplicadas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Fonte: 1 CD-ROM
Aparece nas coleções:Dissertações em Serviço Social (Mestrado) - PPGSS/ICSA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_PoliticasEmpresariaisSociais.pdf3,55 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons