Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9776
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 9-Nov-1991
metadata.dc.creator: CARVALHO, David Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor1: GUEDES FILHO, Luis Carlos
Title: O padrão de financiamento rural e a regulação da modernização da agricultura brasileira nos anos 80: expansão, auge e declinio da política de crédito rural no Brasil
Citation: CARVALHO, David Ferreira. O padrão de financiamento rural e a regulação da modernização da agricultura brasileira nos anos 80: expansão, auge e declinio da política de crédito rural no Brasil. 1994. 270 f. Tese (Doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia, Campinas, 1994. Programa de Pós-Graduação em Economia. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9776>. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Na década de 80, a crescente fragilidade financeira do setor público, juntamente com a queda dos depósitos à vista dos bancos comerciais, realçaram os problemas do padrão de financiamento rural criado na metade dos anos 60. Neste sentido, o objetivo desta tese é analisar a dinâmica desse padrão de financiamento rural e seus reflexos sobre a modernização da agricultura nos anos 80. Para tal busca-se estudar os fatores determinantes das mudanças ocorridas nas regras, condições e fontes do crédito rural frente às políticas macroeconômicas, especialmente durante os anos 80, com vistas a delimitar as possibilidades e limitações do governo federal no gerenciamento da crise do padrão de financiamento rural. A revisão da literatura sobre os problemas do financiamento do desenvolvimento da agricultura em seus aspectos essenciais, permitiu que se desenhasse um esboço teórico alternativo, centrado na visão pós- keynesiana, que serviu de balizamento à compreensão da dinâmica do financiamento da modernização da agricultura brasileira. Apesar da base de sustentação desse padrão de financiamento rural, os fundos públicos e os depósitos à vista, as fontes de financiamento rural foram emitindo sinais de sua fragilidade financeira justamente no período que a economia brasileira passou a sofrer os efeitos perversos da divida externa e interna e da aceleração inflacionária. Assim, se nos anos 70, esse padrão de financiamento rural, mesmo com alguns desvios,funcionou como o principal indutor da modernização da agricultura nos anos 80, a crise do sistema financeiro rural acabou interrompendo a dinâmica da modernização da agricultura brasileira. Finalmente, procura-se analisar as determinações macroeconômicas que precipitaram a ruptura do padrão de financiamento na fase pós-cruzado. Neste período recente, análise busca captar os efeitos das medidas adotadas pelos planos de estabilização no sentido de criar fontes alternativas de financiamento à produção agropecuária, sem contudo, resolver o problema do crédito de investimento para a modernização da agricultura.
Abstract: On 80th decade, the crescent financial fragility of the public setor, jointly with the falling of the deposits f comerciais banks, emphasised the problems of the rural system financing created on half of 60th years. On this way, the objective of this thesis is to analyse the dinamics of this standard of rural finance and it's reflexs over the agriculture modernization on 80th years. For this, if quests, to study the factors determinants of changes occureds in the rules, conditions and fonts of the rural credit in the face of the macroeconomics politics, especially during the 80th years, questing to delimit the federal government possibilities and limitations on managementing of the rural financing standard crisis. The literature revision about the finance problems of the agriculture development, on its essentials aspects, permited us to drawn a theoretical alternative sketch, centraled on the pos-keynesian vision, that served of bucyance to the comprehension of the finance process, to the brazilian agriculture modernization. In spite of the support of this rural financing model, the public funds and the demand deposits, the rural financial fonts was amited signs of its financial fragility on the same time that brazilian economy was sulffering wicteds efects of the external and internal debts and the inflationary acceleration, too.so,if on 70th years, this rural financing standard, even with some deviations, functioned as the inductor principal of the agriculture modernization; on 80th years, the crisis of the rural financing system, interrupted the modernization process of the brazilian agriculture. Finally, if look for to analyse the macroeconomics determination that precipitated the rupture of the rural financial standard on “pós-cruzado" fase. On this sense, the analysís quests to capture the effects of the meassures adopted for the stabilization plans towards to create alternatives fonts of finance to the agricultural production, without, however, solve the problem of the credit investment to the agriculture modernization.
Keywords: Crédito agrícola
Desenvolvimento rural
Política de crédito rural
Financiamento rural
Economia agrária
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA MONETARIA E FISCAL::FINANCAS PUBLICAS INTERNAS
CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA MONETARIA E FISCAL::TEORIA MONETARIA E FINANCEIRA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Estadual de Campinas
metadata.dc.publisher.initials: UNICAMP
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Economia – IE/UNICAMP
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Economia – PPGECON/UNICAMP
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/285345
Appears in Collections:Teses em Economia (Doutorado) - PPGECON/UNICAMP

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_PadraoFinanciamentoRural.pdf15,4 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons