Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/13157
Tipo: Dissertação
Data do documento: 27-Out-2020
Autor(es): LIMA, Ana Paula de Lima e
Primeiro(a) Orientador(a): BEZERRA, Isis Abel
Primeiro(a) coorientador(a): FERNANDES, José Guilherme dos Santos
Título: Agressão por morcegos em humanos em uma área de conservação na Amazônia Oriental
Título(s) alternativo(s): Bat attack on humans in a conservation area in the eastern Amazon
Citar como: LIMA, Ana Paula de Lima e. Agressão por morcegos em humanos em uma área de conservação na Amazônia Oriental. Orientador: Isis Abel Bezerra. 2020. 68 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Antrópicos na Amazônia) - Campus Universitário de Castanhal, Universidade Federal do Pará, Castanhal, 2020. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/13157. Acesso em:.
Resumo: Agressões por morcegos em humanos vêm sendo relatadas no município de Curuçá, precisamente no entorno e no interior da Reserva Extrativista Mãe Grande. Este trabalho tem por objetivo compreender a percepção espaço-temporal e a dinâmica das agressões por morcegos hematófagos em humanos em uma área de reserva extrativista na Amazônia. Como procedimento metodológico, foram coletadas referências documentais e em artigos. Também se realizou entrevistas orais com os atores sociais mais antigos e com indivíduos já agredidos das comunidades visitadas. Os indivíduos que confirmaram terem sido agredidos por morcegos foram georreferenciadas. Os mais acometidos são pescadores artesanais que vivem fixados com suas famílias ou permanecem por temporadas nas ilhas e praias para pescar caranguejo, peixe ou camarão. Em geral, os entrevistados não relacionam a alteração da paisagem com o aumento das agressões, mas destacam a redução de algumas espécies animais nesse ambiente. Porém, foi possível identificar localidades onde as agressões não ocorrem há pelo menos 10 anos associadas com a introdução da energia elétrica. Nas localidades onde não há energia elétrica, foram identificados indivíduos com agressões recentes. Na percepção dos pescadores, o alcoolismo é um fator importante para exposição desses indivíduos. É identificado a necessidade de um trabalho de cunho educacional para a população que é agredida, e o reconhecimento das políticas públicas para esses indivíduos que se tornam mais vulneráveis ao morcego.
Abstract: Bat attacks on humans have been reported in the municipality of Curuçá, precisely around and within the Mãe Grande Extractive Reserve. This work aims to understand the space-time perception and the dynamics of aggressions by blood-sucking bats in humans in an extractive reserve area in the Amazon. As a methodological procedure, documentary and article references were collected. Oral interviews were also conducted with the oldest social actors and with individuals who had already been attacked from the communities visited. Individuals who confirmed that they had been assaulted by bats were georeferenced. The most affected are artisanal fishermen who live with their families or stay for seasons on the islands and beaches to fish for crab, fish or shrimp. In general, the interviewees do not relate the alteration of the landscape to the increase in aggressions, but they highlight the reduction of some animal species in this environment. However, it was possible to identify locations where aggressions have not occurred for at least 10 years associated with the introduction of electrical energy. In locations where there is no electricity, individuals with recent attacks have been identified. In the fishermen's perception, alcoholism is an important factor for the exposure of these individuals. It identifies the need for educational work for the population that is attacked, and the recognition of public policies for those individuals who become more vulnerable to bats.
Palavras-chave: Hidrofobia
Raiva
Morcego
Amazônia
Rabies
Bats
Amazon
Área de Concentração: ESTUDOS ANTRÓPICOS
Linha de Pesquisa: AMBIENTES, SAÚDE E PRÁTICAS CULTURAIS
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Campus Universitário de Castanhal
Programa: Programa de Pós-Graduação em Estudos Antrópicos na Amazônia
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Fonte URI: bibufpacastanhal@gmail.com
Aparece nas coleções:Dissertações em Estudos Antrópicos na Amazônia - PPGEAA/Castanhal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_AgressaoMorcegosHumanos.pdf2,65 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.