Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7777
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorPESSOA, Ruben Eurico da Cunha-
dc.date.accessioned2017-03-02T16:19:11Z-
dc.date.available2017-03-02T16:19:11Z-
dc.date.issued2014-09-12-
dc.identifier.citationPESSOA, Ruben Eurico da Cunha. Limites e condicionantes à expansão da soja em Mato Grosso e no complexo MAPITOBA: uma abordagem utilizando econometria espacial. 2014. 231 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7777-
dc.description.abstractThis thesis aims to analyze the determining factors of soybean expansion in Mato Grosso and MAPITOBA complex. It was found that a relationship exists spatial dependence inside producers mesoregion. The spatial dependence is represented by the attempt agglomeration of polygons (soy municipalities producers) around one or more attributes that makes that particular region. This is possible in the case of soybeans, when conditioning factors necessary for production are present, namely: a) Soil and relief; b) Requirements climate like water, light and temperature; c) Infrastructure and logistics for delivery of inputs and pesticides, as well as the run off of production; and d) Financing of production. In the presence of these conditioning factors is possible the expansion of soybean production. Soybean producers states such as Mato Grosso and those belonging to the conglomerate MAPITOBA hold about 48,8 million hectares of savanna coverage in his clenched, which corresponds to 64.55% of the quoted physiognomy of the entire biome. Thus, there remain 26,8 million hectares (35,45%) of this type of coverage that can sustain the growth of the planted area in the coming years. Corroborating the possibility of expansion were estimated coefficients of elasticity of the largest soybean producing that unity through spatial econometric models. The water availability in the Cerrado is dependent on the large amount of water vapor formed in the Amazon Biome. The intensive use of irrigation by means of pivots in crops, expansion of biodiesel production from oil certainly will raise the demand for water resources in any production region and can compromise the water supply to users and their multiple uses in agriculture if there is no efficient resource management in river basins of the Cerrado. In the medium term, agribusiness depends on water availability in the Cerrado and the Amazon ecosystem services for the cultivation of soy and its expansion in the producers regions.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Cássio da Cruz Nogueira (cassionogueirakk@gmail.com) on 2017-02-20T15:55:37Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Tese_LimitesCondicionantesExpansao.pdf: 8510475 bytes, checksum: 059dc18e5e2c94378565840624b4137a (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Edisangela Bastos (edisangela@ufpa.br) on 2017-03-02T16:19:11Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Tese_LimitesCondicionantesExpansao.pdf: 8510475 bytes, checksum: 059dc18e5e2c94378565840624b4137a (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-03-02T16:19:11Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Tese_LimitesCondicionantesExpansao.pdf: 8510475 bytes, checksum: 059dc18e5e2c94378565840624b4137a (MD5) Previous issue date: 2014-09-12en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectSojapt_BR
dc.subjectAgroindústriapt_BR
dc.subjectEconometriapt_BR
dc.subjectElasticidadept_BR
dc.subjectAgronegóciopt_BR
dc.subjectMAPITOBApt_BR
dc.subjectBiomapt_BR
dc.subjectEconometria espacialpt_BR
dc.subjectDependência espacialpt_BR
dc.subjectMato Grosso - Estadopt_BR
dc.titleLimites e condicionantes à expansão da soja em Mato Grosso e no complexo MAPITOBA: uma abordagem utilizando econometria espacialpt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentNúcleo de Altos Estudos Amazônicospt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::METODOS QUANTITATIVOS EM ECONOMIA::METODOS E MODELOS MATEMATICOS, ECONOMETRICOS E ESTATISTICOSpt_BR
dc.contributor.advisor1CAMPOS, Índio-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9134366210754829pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0048933337588241pt_BR
dc.description.resumoA presente tese objetiva analisar os fatores condicionantes da expansão da soja no estado do Mato Grosso e no complexo MAPITOBA. Foi constatado que existe uma relação de dependência espacial dentro de cada mesorregião produtora. A dependência espacial é representada pela tentativa de aglomeração dos polígonos (municípios produtores de soja) em torno de um ou vários atributos que torna aquela região especial. Isso é possível, no caso da soja, quando fatores condicionantes necessários a produção se fazem presentes, sendo estes: a) Solo e relevo; b) Exigências climáticas como água, luminosidade e temperatura; c) Infraestrutura e logística para entrega de insumos e defensivos, como também o escoamento da produção; e d) Financiamento da produção. Na presença desses fatores condicionantes é possível a expansão da produção da soja. Os estados produtores de soja como Mato Grosso e os pertencentes ao conglomerado MAPITOBA detêm aproximadamente 48,8 milhões de hectares com cobertura savânica nos seus cerrados, o que corresponde a 64,55% da fisionomia citada de todo o bioma. Diante disso, restam cerca de 26,8 milhões de hectares (35,45%) com esse tipo de cobertura que poderá sustentar o crescimento da área plantada nos próximos anos. Corroborando a possibilidade de expansão, foram estimados coeficientes de elasticidade da produção de soja maiores que a unidade através de modelos econométricos espaciais. A disponibilidade hídrica do cerrado é dependente da grande quantidade de vapor d’água formada no Bioma Amazônia. O uso intensivo de irrigação por meio de pivôs nas lavouras, a expansão da produção de biodiesel a partir de oleaginosas, certamente elevará a demanda de recursos hídricos em qualquer região produtora e pode comprometer a oferta de água para os usuários e seus múltiplos usos na agricultura, caso não haja gestão eficiente desses recursos nas bacias hidrográficas do Cerrado. No médio prazo, o agronegócio dependerá da disponibilidade hídrica do Cerrado e dos serviços ecossistêmicos amazônicos para o cultivo da soja e sua expansão nas regiões produtoras.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmidopt_BR
Appears in Collections:Teses em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Doutorado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_LimitesCondicionantesExpansao.pdf8,31 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons