Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10694
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 25-Mar-2015
metadata.dc.creator: FONTES, Neuza Araújo
metadata.dc.contributor.advisor1: COHEN, Marcelo Cancela Lisboa
Title: Os efeitos da subida do nível do mar sobre os manguezais do litoral sul da Bahia durante o Holoceno
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: FONTES, Neuza Araújo. Os efeitos da subida do nível do mar sobre os manguezais do litoral sul da Bahia durante o Holoceno. Orientador: Marcelo Cancela Lisboa Cohen. 2015. 66 f. Dissertação (Mestrado em Geologia e Geoquímica) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2015. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10694. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O trabalho atual integra dados palinológicos, sedimentológicos e geomorfológicos com datações por Carbono-14, assim como valores de δ13C e C/N da matéria orgânica sedimentar para identificar o impacto das mudanças do nível do mar e do clima durante o Holoceno sobre os manguezais do Rio Jucuruçu, próximo a cidade de Prado, no estado da Bahia. Um testemunho de sedimento com 4,5 m de profundidade amostrado de um vale fluvial, 23 km distante da atual linha de costa, apresentou idade de 7450 cal AP na sua base. Os dados revelam duas importantes fases caracterizadas pela 1) presença de um estuário com planícies de maré colonizadas por manguezais, e matéria orgânica sedimentar proveniente principalmente de plâncton de águas salobras durante o Holoceno inicial e médio. 2) Na segunda fase os manguezais desapareceram e as ervas e palmeiras expandiram no local de estudo. Valores de δ13C e C/N apontam um aumento na contribuição de plantas terrestres C3. Tais fases identificadas nesse estudo estão compatíveis com o aumento do nível relativo do mar do Holoceno inicial e médio, assim como com sua subsequente descida no Holoceno tardio. Além disso, influência dos padrões climáticos propostos para o Holoceno podem ser identificados ao longo do testemunho estudado. Provavelmente, mudanças no ambiente deposicional e na vegetação dominante no local de estudo foram causadas pela ação combinada das mudanças no nível relativo do mar e aporte de águas fluviais. Segundo o modelo proposto nesse estudo, durante o Holoceno inicial e médio ocorreu um aumento do nível relativo do mar que causou uma incursão marinha ao longo do vale fluvial estudado. O período seco do Holoceno inicial e médio gerou uma diminuição na descarga fluvial e contribuiu para a transgressão marinha. Entretanto, durante o Holoceno tardio ocorreu uma queda no nível relativo do mar juntamente com um clima mais úmido. Isso favoreceu uma regressão marinha e, consequentemente, os manguezais abandonaram o interior do vale fluvial e se refugiaram nas planícies de maré das lagunas próximas a atual linha de costa. A evolução geomorfológica e da vegetação descrita neste trabalho está compatível com uma subida contínua do nível de mar acima do atual até o Holoceno médio, seguida de uma queda até os dias atuais.
Abstract: This work integrates the palinological, sedimentological and geomorphological data with radiocarbon dating, as well as δ13C and C/N from the sedimentary organic matter to identify the impact of changes in sea level and climate during the Holocene in Jucuruçu River’s mangroves, near the city of Prado, South Bahia. A sediment core with 4.5 m depth was sampled from a fluvial valley, 23 km away from the modern coastline. The base of sediment core presents age of 7450 cal yrs BP. The data reveal two important phases characterized by 1) an estuarine system with tidal flats colonized by mangroves. Its sedimentary organic matter is mainly sourced from estuarine algae during the early and middle Holocene; and 2) in the second phase, the mangroves shrank and herbaceous vegetation expanded. The δ13C and C/N values show an increase in contribution of terrestrial C3 plants. These phases identified in this study are in agreement with the relative sea-level (RSL) rise during the early and middle Holocene, and its subsequent fall during the late Holocene. In addition, the influence of weather patterns proposed for Holocene may be identified throughout the studied sediment core. Probably, changes in depositional environment and dominant vegetation at the study site were caused by the combined action of changes in RSL and fluvial discharge. According to the model proposed in this work, during the early and middle Holocene occurred a RSL rise that caused a marine incursion along the studied fluvial valley. The dry period occurred during the early and middle Holocene produced a decrease in the fluvial discharge and contributed to this marine transgression. However, during the late Holocene occurred a RSL fall and a wet period. It favored the marine regression and consequently, the mangroves migrated to tidal flats attached to the edge of lagoons near the modern coastline. The geomorphologic and vegetation evolution is in agreement with the mid-Holocene RSL maximum above present RSL and subsequent fall to the present time. Keywords: climate; Holocene; relative sea-level; South of Bahia; vegetation.
Keywords: Vegetação e clima - Bahia
Nível do mar - Bahia
Palinologia
Climatologia
Holoceno
Sul da Bahia
Nível relativo do mar
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: GEOLOGIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: GEOLOGIA E GEOQUÍMICA MARINHA E COSTEIRA
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA::MORFOLOGIA VEGETAL::PALINOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EfeitosSubidaNivel.pdf2,35 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons