Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10802
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 23-Feb-2019
metadata.dc.creator: LIMA, Alana Clemente
metadata.dc.contributor.advisor1: MARTINS, Benedita Afonso
Title: Tem palhaça na rua-rio? Tem sinsinhô! : Vivências de palhaçaria e educação popular no Porto do Sal
Other Titles: Do you have clown on the river? There are SUNSHINE! : Experiences of clownery and popular education in the Port of Sal
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: LIMA, Alana Clemente. Tem palhaça na rua-rio? Tem sinsinhô! : vivências de palhaçaria e educação popular no Porto do Sal. Orientadora: Benedita Afonso Martins. 2019. 90 f. Dissertação (Mestrado em Artes) - Programa de Pós-Graduação em Artes, Instituto de Ciências da Arte, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10802. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Tem palhaça na rua-rio? Tem sinsinhô! configura-se como uma pesquisa lítero-científica que investiga as relações entre a palhaçaria e a prática da educação popular no contexto do projeto Ter.Ser, de arte e educação popular, desenvolvido na comunidade do Porto do Sal, no bairro da Cidade Velha em Belém do Pará. O projeto, de cunho social, artístico e político, organiza-se por meio de uma escolinha popular com atividades regulares na comunidade e intervenções artístico-políticas pontuais. A pesquisa, fundamentada na fenomenologia de Gaston Bachelard e na fenomenologia do olhar de Alfredo Bosi, estrutura-se como bibliográfica e de campo, mergulhando na obra poética de Manoel de Barros e na obra literária Peter Pan para construção da escrita lítero-científica. Parto da minha trajetória enquanto palhaça-educadora-pesquisadora e atravesso estes três olhares para discutir as vivências da pesquisa, pois me posiciono enquanto pesquisadora-participante. O trabalho é dividido em três cadernos conduzidos por três verbos norteadores: olhar, brincar e esperançar. Estes verbos e cadernos mostram-se interdependentes e interligados pela escrita narrativa que estabelece sempre uma continuidade, trazendo referências diretas à obra de James Barrie – Peter Pan – desde o sumário até as considerações finais do trabalho. Nas considerações iniciais – Em busca da terra do nunca – contextualizo minha trajetória a partir da relação com o brincar, apresentando os elementos da obra de Barrie e Manoel de Barros que conversam com a pesquisa e nesse contexto convido o leitor a voar comigo nessa busca. No caderno 1 – Olhar, intitulado Segunda à direita, depois direto até amanhã de manhã, apresento a perspectiva dos três olhares que assumo na pesquisa, palhaça-educadora-pesquisadora, trazendo as imagens poéticas e reais construídas a partir do contato com a comunidade do Porto do Sal, é o caderno de apresentação do lugar e da prática educativa do projeto, onde mergulho nos estudos de João de Jesus Paes Loureiro, Gaston Bachelard, Alfredo Bosi, Sônia Rangel, Paulo Freire e Carlos Rodrigues Brandão. No caderno 2 – Brincar, intitulado Pó de pirlimpimpim, atravesso os nascimentos da minha palhaça Xulipa Margarida e a relação com o brincar, o jogo, a palhaçaria e o teatro de invasão, buscando referenciais de Alice Viveiros de Castro, Marton Maués, Romana Melo, Andréa Flores, André Carreira, Johan Huizinga, e Tizuko Kishimoto. O caderno 3 – Esperançar, também chamado de Com um pouco de poeira de fada a menina perdida começa a voar, traz o voo da palhaça-educadora-pesquisadora à terra do nunca e ao universo da palhaçaria e educação popular na comunidade do Porto do Sal. Entrelaçando teoria e relatos das vivências, é o caderno que constroi os atravessamentos de todo o caminho do voo até aqui. No lugar das considerações finais, Pois tudo isso aconteceu há muito tempo, as reflexões sobre as vivências, a educação popular e sobre a produção de conhecimento em artes se organizam neste ponto, que pretende deixar sempre a janela aberta para que o voo para as muitas terras do nunca sempre exista. Disto isto, fechem os olhos, pensem em coisas boas que o pó de pirlimpimpim nos mostrará o caminho!
Abstract: It has the clown on the street-river? Yes, it has sir is a research-literary that investigates the relationship between the clowning and the practice of popular education in the context of the Ter.Ser project, art and popular education, developed in the community of Porto do Sal, in the neighborhood of Cidade Velha in Belém do Pará. The project, social, artistic and political, is organized through a popular school with regular activities in the community and specific artistic-political interventions. The research, based on the phenomenology of Gaston Bachelard and on the phenomenology of the look of Alfredo Bosi, is structured as bibliographical and field, immersing in the poetic work of Manoel de Barros and in the literary work Peter Pan for the construction of the literary-scientific writing. I start from my trajectory as an educator-researcher-clown and I go through these three looks to discuss the experiences of the research, since I position myself as a researcher-participant. The work is divided into three notebooks driven by three guiding verbs: look, play and hope. These verbs and notebooks are interdependent and interconnected by narrative writing that always establishes continuity, bringing direct references to the work of James Barrie - Peter Pan - from the summary to the final considerations of the work. In the initial considerations - In search of the land of never - I contextualize my trajectory from the relationship with the play, presenting the elements of the work of Barrie and Manoel de Barros that talk with the research and in this context I invite the reader to fly with me in this search. In the notebook 1 - Look, titled The second to the right, then direct until tomorrow morning, I present the perspective of the three looks that I assume in the research, educator-researcher, bringing the poetic and real images constructed from the contact with the community of the Porto do Sal, is the presentation book of the place and the educational practice of the project, where he studied in. In the notebook 2 - Playing, titled Powder of pirlimpimpim, I cross the births of my clown Xulipa Margarida and the relation with the play, the game, the clownery and the theater of invasion, looking for references of Alice Viveiros de Castro, Marton Maués, Romana Melo , Andréa Flores, André Carreira, Johan Huizinga, and Tizuko Kishimoto. The notebook 3 – To Hope, also called With a little fairy dust the lost girl begins to fly, brings the flight of the educator-researcher clown to the land of never and to the universe of the clowning and popular education in the community of the Port of Sal Interlacing theory and stories of experiences, it is the notebook that builds the crossings of all the way of the flight until here. In the place of the final considerations, Since all this happened a long time ago, the reflections on the experiences, the popular education and the production of knowledge in arts organize in this point, that intends to always leave the window open for the flight from the many neverlands always exist. From this, close your eyes, think of good things that the powder of pirlimpimpim will show us the way!
Keywords: Palhaçaria-Porto do Sal (Belém, PA)
Educação Popular
Arte e educação
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: ARTES
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: HISTÓRIA, CRÍTICA E EDUCAÇÃO EM ARTES
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::TEATRO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências da Arte
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Artes
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Artes (Mestrado) - PPGARTES/ICA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PalhacaRuaRio.pdf2,97 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons