Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11180
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 21-Mar-2019
metadata.dc.creator: SILVA JÚNIOR, Paulo Rogério
metadata.dc.description.affiliation: UFPA - Universidade Federal do Pará
metadata.dc.contributor.advisor1: PICANÇO, Marcelo de Souza
Title: Rejeito de manganês, proveniente da Amazônia Oriental, em substituição parcial do agregado miúdo natural em concreto
Other Titles: Manganese tailing, from Eastern Amazon, replacement of the natural fine's aggregate
Citation: SILVA JÚNIOR, Paulo Rogério. Rejeito de manganês proveniente da Amazônia Oriental em substituição parcial do agregado miúdo natural no concreto. 2019. 94 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Instituto de Tecnologia, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11180. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Sabe-se que esses resíduos, nomeados de rejeitos, em sua maior parte são armazenados em barragens, as quais podem estar sujeitas a sofrerem rompimentos e ocasionar danos materiais e risco de vida a familiares abrigados nas proximidades dessas, além de causar severos impactos ambientais. Não muito distante, pode-se citar como exemplo, a tragédia causada pelo rompimento da barragem de rejeito de minério de ferro na localidade de Brumadinho-MG, ocorrido no ano de 2019. Mesmo com os riscos e impactos provocados pela atividade mineradora, a tendência é o aumento da extração de minérios, uma vez que a tecnologia é dependente desses para produção de aço, pilhas, aparelhos eletrônicos e outros insumos, gerando com consequência um maior quantitativo de rejeito. Ressalta-se também, que a areia natural é obtida, na maioria das vezes, por processo de dragagem, o que implica no desmatamento de determinadas áreas e contamina as águas com óleo diesel. Diante do cenário supracitado, esse trabalho visa o estudo da substituição parcial da areia natural por rejeito de manganês (nas proporções de 15%, 20%, 25% e 30%), proveniente da Amazônia Oriental, referente ao município de Marabá-PA, para a confecção de concreto estrutural sem a utilização de aditivo superplastificante, a fim de verificar a influência do rejeito de manganês na trabalhabilidade da mistura. Para a confecção dos concretos foi utilizada betoneira e para a produção das amostra com rejeito, foi feita previamente a homogeneização, em recipiente plástico, do agregado natural com o rejeito de manganês a fim de melhorar a mistura do concreto. Fez-se ensaios de abatimento por tronco cônico, de resistência mecânica, de absorção de água e análise da microestrutura para as amostras de concreto com e sem rejeito. Como resultados, observou-se que o rejeito de manganês é um material fino com elevada superfície específica que demanda um aumento no quantitativo de água nas misturas, quando comparado ao concreto de referência (sem rejeito). Verificou-se que houve uma redução nas propriedades mecânicas do concreto com rejeito em virtude da demanda de água acrescentada, porém, a absorção de água se mostrou igual ao de referência.
Abstract: Research on partial or total substitution of the natural fine aggregate for ore tailings has gained strength in recent years. Most part of these tailings are destined to dams, which are subject of ruptures resulting in social, economic and environmental loses. The most recent example is the rupture of Brumadinho-MG dam in january, 2019. Despite of all the risks associated to the mining activity, the extraction of ore tends to increase due to the final products generated by this activity such as steel, batteries and electronics. Natural sand is mostly obtained by dredging activity, which involves the deforestation of certain areas and the possible contamination of the water with diesel oil from dredgers. This research aims to study the partial replacement of natural sand by manganese tailing (in 15%, 20%, 25% and 30% proportions) from the eastern Amazonia, Marabá-PA municipality, for the construction of structural concrete without the use of superplasticizer. Analyzed the results for the test of workability, mechanical strength, water absorption and microstructure for the samples of concrete with and without tailings. It has been found that manganese tailing is a thin material that has a high specific surface, which demands high demand for water when compared to the reference concrete. It was verified that there was a decrease in the mechanical properties of the refuse concrete due to the added water, however, the water absorption was equal to the reference one.
Keywords: Concreto
Rejeito de manganês
Agregado
Materiais alternativos
Concrete
Manganese tailing
Replacement of the natural fine`s aggregate
Alternative materials
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: CONSTRUÇÃO CIVIL
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: ESTRUTURAS E CONSTRUÇÃO CIVIL
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA CIVIL::ESTRUTURAS::ESTRUTURAS DE CONCRETO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Tecnologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD ROM
Appears in Collections:Dissertações em Engenharia Civil (Mestrado) - PPGEC/ITEC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_RejeitoManganesProveniente.pdf2,47 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons