Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/1750
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 28-Feb-2005
Authors: GOMES, Emerson Batista
First Advisor: ESPÍRITO SANTO, Adilson Oliveira do
Title: A história da matemática como metodologia de ensino da matemática: perspectivas epistemológicas e evolução de conceitos
Other Titles: The history of mathematics a method of teaching of mathematics: epistemological perspective and evolution of concepts
Citation: GOMES, Emerson Batista. A história da matemática como metodologia de ensino da matemática: perspectivas epistemológicas e evolução de conceitos. 2005. 119 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo Pedagógico de Apoio ao Desenvolvimento Científico, Belém, 2005. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas.
Resumo: Somos frequentemente tachados de uma população sem memória, não por não termos passado, isso seria absurdo sendo que nossa pátria é responsável por várias construções culturais e conquistas científico-tecnológicas. O problema reside no caráter de negligência que a maioria da população está habituada quando da conservação dos bons valores e saberes. Sendo assim, muitas atividades e procedimentos são tratados com descaso por esta parte da população. Não estamos tratando aqui apenas da população com pouco ou nenhum acesso à educação, mas das classes intelectualizadas que confiam na ciência como algo acabado e sem fundamentação histórica, uma vez que primam pelos resultados obtidos e não pelos meios de construção destes conhecimentos. É neste contexto que julgamos se justificar nossa asserção epistemológica. Possuímos o entendimento de que nada relacionado ao processo de ensino deve ser tratado sem uma formação conceitual paltada na sua história. Isto por acreditarmos que somente após um ato de reflexão sobre as ações praticadas no cotidiano acadêmico, podemos perceber as devidas relações incorporadas ao campo da consciência pessoal, social e cultural. Tendo incorporado tal ideal, sentimos a necessidade de respaldo no certame da Educação Matemática, mais especificamente em se tratando da defesa da História da Matemática como metodologia de ensino. Para tanto investigamos por meio de um questionário as posições quanto à educação, à história e à matemática de diversos professores da rede pública e particular de ensino. Os pensamentos destes professores foram de grande importância para moldar as formas com que abordaríamos nossa defesa da história como metodologia de ensino da matemática. Julgamos importante, ainda, explicitar nossa maneira de conceber a reflexão por meio da construção do conhecimento, sendo este tratado tanto em cunho filosófico como psicológico. A construção da dissertação não estaria completa se não discutíssemos as formas de percepção da história no decorrer dos tempos e a nossa concepção da história como metodologia de ensino. Por isso fizemo-lo, com a esperança de estarmos contribuindo para a melhoria da postura dos professores de matemática em sala de aula e da consciência de que devemos ter memória da construção de nossos saberes.
Abstract: We are frequently censured of a population without memory, not for we have not passed, that would be absurd and our homeland is responsible for several cultural constructions and you conquer scientific-technological. The problem resides in the negligence character that most of the population is habituated when of the conservation of the good values and you know. Being like this, a lot of activities and procedures are treated with neglect by this part of the population. We are not being here just about the population with not very or any access to the education, but of the class intellectualized that trust in the science as something finish and without historical foundation, once they excel for the obtained results and not for the means of construction of these knowledge. It is in this context that we judged he/she/it to justify our assertion epistemological. We possessed the understanding that nothing related to the teaching process should be treated without a formation conceptual paltada in its history. This for we believe that only after a reflection act about the actions practiced in the daily academic, we can notice the due relationships incorporated to the field of the personal, social and cultural conscience. Having incorporated such ideal, we felt the back-up need in the certain of the Mathematical Education, more specifically in if being about the defense of the History of the Mathematics as teaching methodology. For so much we investigated by means of a questionnaire the positions with relationship to the education, to the history and the several teachers' of the public net mathematics and peculiar of teaching. The these teachers' thoughts went of great importance to mold the forms with that would approach our defense of the history as methodology of teaching of the mathematics. We judged important, still, our explicit way to conceive the reflection by means of the construction of the knowledge, being this treated so much in philosophical stamp as psychological. The construction of the dissertation would not be complete if we didn't discuss the forms of perception of the history in elapsing of the times and our conception of the history as teaching methodology. That we made it, with the hope of we be contributing to the improvement of the mathematics teachers' posture in class room and of the conscience that should have memory of the construction of ours you know.
Keywords: História da matemática
Metodologia
Ensino
Matemática
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA DO ENSINO E DA APRENDIZAGEM
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Educação Matemática e Científica
Program: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas
Appears in Collections:Dissertações em Educação em Ciências e Matemáticas (Mestrado) - PPGECM/IEMCI

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_HistoriaMatematicaMetodologia.pdf671,63 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons