Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3044
Compartilhar:
Type: Tese
Issue Date: 23-Aug-2008
Authors: SILVA, Maria Ivonete Coutinho da
First Advisor: ANTONAZ, Diana
Title: Mulheres migrantes na Transamazônica: construção da ocupação e do fazer política
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: SILVA, Maria Ivonete Coutinho da. Mulheres migrantes na Transamazônica: construção da ocupação e do fazer política. 2008. 374 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2008. Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais.
Resumo: O presente trabalho faz uma análise sócio-antropológica sobre as mulheres migrantes da região da Transamazônica que integraram junto com suas famílias um projeto de colonização e de desenvolvimento nacional, empreendido pelo Governo Federal na década de setenta. Este projeto de ocupação se efetivou com abertura da Rodovia Transamazônica (BR 230) no sentido Altamira/Itaituba do Estado Pará e a migração de milhares de famílias para essa região, que foram impelidas, pelos órgãos governamentais, a ocuparem as terras situadas ao longo dessa Rodovia e de suas estradas transversais. Neste contexto, esta pesquisa faz uma releitura da história de ocupação e organização social da Transamazônica através das trajetórias individuais e coletivas das mulheres migrantes, assinalando que a construção dos diversos espaços sociais nesta região foi/é marcada pela presença da mulher. É, portanto, a efetiva contribuição feminina na construção e manutenção da vida, seja no âmbito familiar, seja na esfera mais coletiva, como, por exemplo, sua atuação nas Comunidades Eclesiais de Base, nos movimentos sociais e nas instâncias governamentais, a questão que atravessa e orienta este trabalho.
metadata.dc.description.resume: Cette recherche propose ume analyse sócio-anthropologique des femmes qui ont migré vers la région Transamazonienne et qui ont intégré avec leur familles um projet de colonisation et développement national, entrepris par le Gouvernement Fédéral dans les années 1970. Le projet d’occupation à la suite de la construction de la route transamazonienne (BR230), direction Altamira/Itaituba, a mené au déplacement quelques millers de familles, poussées à occuper les terres situées au long de la route et des ses transversales par les organes gouvernamentales. Dans ce cadre, cette recherche propose ume relecture de l’histoire de l’occupation et de l’organization sociale de la Transamazonienne par le biais des trajectoires individuelles et collectives des femme migrantes, et signale que la construction de nombreux espaces sociaux dans cette région a été/est marqué par la présence de la femme. Le regard qui tranverse cette recherche se pose sur l’effective contribution féminine dans le maintien de la vie, soit dans le doimaine familiale, soit dans la sphère collective, où elle a joué/joue un rôle déterminant dans les communautés ecclésiales de base, les mouvements sociaux et les organismes gouvernementales.
Keywords: Mulheres
Organização social
Migração rural
Rodovia Transamazônica
Pará - Estado
Amazônia brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::ANTROPOLOGIA::ANTROPOLOGIA RURAL
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Ciências Sociais (Doutorado) - PPGCS/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_MulheresMigrantesTransamazonica.pdf5,03 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons