Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/3077
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2008
metadata.dc.creator: BARROS, Jeusadete Vieira
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, Maria de Fátima Vilhena da
Title: Representações sociais do ambiente, Igarapé da Rocinha, como patrimônio por crianças das séries iniciais
Citation: BARROS, Jeusadete Vieira. Representações sociais do ambiente, Igarapé da Rocinha, como patrimônio por crianças das séries iniciais. 2008. 124 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo Pedagógico de Apoio ao Desenvolvimento Científico, Belém, 2008. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho investiga as Representações Sociais sobre o Igarapé da Rocinha, em Vigia de Nazaré, pelos alunos da 4ª. série do Ensino Fundamental de uma escola pública. O município de Vigia de Nazaré, a mais antiga cidade da Amazônia conta com um considerável patrimônio histórico-cultural e tem a pesca como a principal economia do município. Neste trabalho o Igarapé da Rocinha é estudado como patrimônio ambiental, porém, ele se encontra em nível avançado de assoreamento devido, principalmente, a ocupação desordenada às suas margens. A pesquisa está fundamentada na teoria das Representações Sociais, nos conceitos de Educação Ambiental e de Educação Patrimonial. A coleta de dados para análise consta de: a) realização de conversas reflexivas (diálogos) com os alunos, provocando discussão acerca de Educação Patrimonial Ambiental com foco no estado atual do Igarapé da Rocinha; b) aula-passeio dos alunos às margens do Igarapé; c) Seminário sobre as Memórias do Igarapé da Rocinha contada, aos alunos, por três moradores da cidade com idade de 75 anos, 50 anos e 37 anos; d) representação social do referido Igarapé em desenhos e textos escritos. Os resultados obtidos através das produções de desenhos e textos escritos dos estudantes evidenciaram a compreensão e o conhecimento sobre a problemática estudada e a elevação da consciência de si mesmos como pessoas capazes de transformarem o seu entorno. As representações em desenhos mostram a percepção do ambiente estudado como um bem a ser preservado, e também mostram os sentimentos de identidade cultural e de cidadania. A educação ambiental na perspectiva patrimonial nas séries iniciais é importante na formação da consciência crítica ecológica, e pode ser amplamente divulgada nos meios educacionais na expectativa de tratar a problemática sócio-ambiental.
Abstract: This work investigates Social Representations related to the Igarapé da Rocinha (Rocinha Forest Stream), as a research site for students in the 4th Grade, Elementary Level, who are subjects of this research activity, from a school in the city of Vigia. The municipality of Vigia de Nazaré, the oldest city in the Amazon has a considerable historic and cultural heritage. Geographical characteristics in the Atlantic coastal town favor the fisheries sector, which is the municipality’s economic mainstay. In this work we observe the environmental patrimony in the city of Vigia de Nazaré, with emphasis on the Igarapé da Rocinha. This stream is now at an advanced stage of silting, mainly due to disorganized occupation along its banks. The theory that grounds this research is that of Social Representations, which has the objective of studying popular knowledge and the commonplace that is established in daily relations and practices of individuals and groups, serving as a reference for reading and interpreting reality. As instruments for collecting data for analyses we used: a) reflexive conversations (dialogues) with the studies leading to a discussion of the concept of Environmental Patrimony Education with a focus on the current state of the Igarapé da Rocinha; b) class outing for the students, monitored by teachers and researchers along a stretch of the Forest Stream; c) Seminar on Memories of the Igarapé da Rocinha told to the students by three residents of the city, ages 75 years, 50 years and 37 years; d) social representation of the Igarapé da Rocinha in drawings. The results obtained through productions by students showed an understanding and critical knowledge of the problem studied and a raising of awareness of themselves as capable of transforming their surroundings. The drawings and paintings by students showed their perception of the Igarapé da Rocinha as an asset to be preserved, as well as strengthening feelings of cultural identity and citizenship. The perspective of environmental patrimony education in the early years of schooling is important in forming an ecological consciousness, and can be broadly disseminated in educational circles with the expectation of dealing with the environmental dilemma.
Keywords: Crianças
Educação patrimonial
Ensino fundamental
Pará - Estado
Amazônia brasileira
Vigia de Nazaré - PA
Representação social
Educação ambiental
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Educação Matemática e Científica
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Educação em Ciências e Matemáticas (Mestrado) - PPGECM/IEMCI

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_RepresentacoesSociaisAmbiente.pdf2,46 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons