Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/3806
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 30-Aug-2012
metadata.dc.creator: SANTOS, Ivamilton Nonato Lobato dos
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, Maria de Fátima Vilhena da
metadata.dc.contributor.advisor-co1: SILVA, Francisco Hermes Santos da
Title: Matemática e cultura amazônica: representações do brinquedo de miriti
Citation: SANTOS, Ivamilton Nonato Lobato dos. Matemática e cultura amazônica: representações do brinquedo de miriti. 2012. 102 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Educação Matemática e Científica, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas.
metadata.dc.description.resumo: No Município de Abaetetuba-Pará existe uma prática socioeconômica de produção de um artesanato local que vem se consolidando como mais uma cultura dos povos amazônicos. Os "brinquedos de miriti‟, como são popularmente conhecidos, são produzidos a partir de uma palmeira nativa da Amazônia, o miritizeiro (Mauritia flexuosa). As peças artesanais manufaturadas tiveram sua origem perdida no tempo, mas têm sua tradição mantida com o passar dos anos pelos artesãos que produzem e comercializam esse artesanato, cujos picos de venda ocorrem, primeiro em junho depois em outubro, por ocasião do Festival do Miriti, em Abaetetuba, e do Círio de Nazaré, na capital Belém, respectivamente. Esses artesãos, além de reproduzirem no brinquedo o cenário Amazônico no qual convivem cotidianamente, demonstram intenções, inventam e reinventam saberes aqui entendidos como Representações Sociais. Deste modo, este trabalho tem por objetivo analisar representações matemáticas e patrimoniais presentes no artesanato de miriti de Abaetetuba; analisar peças, identificando conhecimentos escolares e não escolares; analisar elementos do contexto cultural e socioambiental que contemplem a educação patrimonial ambiental sob o ponto de vista etnográfico, aproximando aspectos sociais, culturais e ambientais das relações matemáticas presentes no brinquedo de miriti. A fundamentação teórico-metodológica dessa pesquisa baseia-se na Teoria das Representações Sociais, com características de cunho etnográfico. Os dados foram analisados com base no discurso dos artesãos do brinquedo de miriti. A partir das Representações e do convívio com dois grupos de artesãos – ASAMAB e MIRITONG- foi percebida preocupação e respeito ao meio ambiente pelos artesãos em todas as fases do processo de produção do artesanato, faltando poucos ajustes para tornar essa prática sustentável. O saber fazer dos artesãos está recheado de Cultura e conhecimentos repassados de maneira informal e bastante peculiar característicos da Educação Patrimonial Ambiental. Elementos matemáticos identificados nas peças, nos procedimentos e nas representações, estão em alguns casos, coerentes com discussões em etnomatemática.
Abstract: In the city of Abaetetuba-Pará there is a socio-economic practice of producing a local craft that has been consolidated as more a culture of Amazonian peoples. The 'toys miriti' as they are commonly known, are produced from a palm tree native to the Amazon, the miritizeiro (Mauritia flexuosa). Parts manufactured craft had its origin lost in time, but have maintained their tradition over the years by artisans who produce and market this craft, whose peak sales occur, first in June then in October, on the occasion of the Festival Miriti, in Abaetetuba, and the Candle of Nazareth, the capital Belém, respectively. These artisans, and reproduce in the toy scene in which Amazon daily living, demonstrate intent, invent and reinvent knowledge here understood as social representations. Thus, this study aims to analyze mathematical representations and heritage of craftsmanship present in miriti Abaetetuba; analyze parts, identifying school and non-school knowledge; analyze elements of cultural and environmental context that contemplate the environmental heritage education from the point of view of ethnographic , approaching the social, cultural and environmental aspects of mathematical relationships present in the toy miriti. The theoretical and methodological approach of this research is based on the Theory of Social Representations with ethnographic characteristics. Data were analyzed based on the discourse of artisans toy miriti. From Representations and conviviality with two groups of artisans - and ASAMAB MIRITONG-was perceived concern and respect for the environment by craftspeople in all stages of the production of handicrafts, missing a few tweaks to make this sustainable practice. The know-how of artisans is filled with culture and knowledge passed on informally and peculiar characteristic of the Environmental Heritage Education. Mathematical elements identified in parts, procedures and representations, are in some cases consistent with discusses in ethnomathematics.
Keywords: Etnomatemática (Indigenismo)
Brinquedos
Cultura
Educação ambiental
Abaetetuba (PA)
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::ANTROPOLOGIA EDUCACIONAL
CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::MATEMATICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Educação Matemática e Científica
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Educação em Ciências e Matemáticas (Mestrado) - PPGECM/IEMCI

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_MatematicaCulturaAmazonica.pdf1,95 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons